22 de maio de 2017

Manifestantes protestam contra Temer e pedem "Diretas Já" em vários estados

A manifestação da Avenida Paulista foi organizada pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo (Foto: Rovena Rosa)
Manifestantes ligados a centrais sindicais e a movimentos de esquerda se reuniram ontem (21/05) em diversas cidades do país. Eles protestaram contra Temer e a favor de eleições diretas. As manifestações foram motivadas pela delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS. No sábado (20/05), o presidente Michel Temer afirmou que segue na Presidência da República e pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão do inquérito que o investiga.

Em Fortaleza ato pede saída de Temer e eleições diretas

Manifestantes em Fortaleza pediram a saída do presidente Michel Temer e a realização de novas eleições (Foto: Julio Cesar)
 avenida Beira Mar foi palco mais uma vez de protesto contra o governo de Michel Temer (PMDB). A manifestação teve concentração inicial no Aterro da Praia de Iracema, em frente à Estátua de Iracema Guardiã, percorreu a avenida Historiador Raimundo Girão até chegar à avenida Beira Mar e ter encerramento no cruzamento com a avenida Desembargador Moreira, às 19 horas. Sem número oficial de presentes anunciado pela Polícia Militar, a organização divulgou que estiveram presentes 30 mil pessoas.

"O contragolpe do império midiático!" por Túlio Muniz

O constrangimento de jornalistas habituados a compor a defesa incondicional do governo golpista era visível (Foto: reprodução Facebook)
Os escândalos recentes opõem dois dos maiores poderes institucionalizados do Brasil: o Executivo/Palácio do Planalto, e a Rede Globo. O Planalto pode alegar ‘surpresa’, afinal irrigava farta e generosamente a mídia desde o golpe que cassou Dilma Roussef .

21 de maio de 2017

Contagem regressiva para o Desafio 3 Horas MTB de Altaneira

Faltam 13 dias para a largada da 4ª. edição do Desafio 3 Horas MTB de Altaneira. Todos os dias uma imagem com um ciclista participante do último Desafio é compartilhada nas redes sociais Facebook e Twitter de acordo com a classificação no ano anterior.

O ciclista Lindevaldo Ferreira, Campeão na categoria Sub 23 em 2016, ilustra o álbum no dia hoje (13/05).

Partidos aliados já articulam transição pós-Temer

Se o presidente Michel Temer (PMDB) tenta se equilibrar para manter-se no cargo, a prioridade dos partidos da base é outra: manter a agenda econômica que, de acordo com a avaliação deles, vem dando certo. 

Para isso, vale até negociar com Temer uma saída que garanta essa continuidade e bloquear a possibilidade de eleições diretas, defendida por partidos da oposição e por parte do povo que, desde a última quarta-feira (17/05), vai às ruas em protesto.

Idosos cada vez mais conectados

As projeções da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o Brasil são de que nos tornaremos uma nação envelhecida até 2050 – passando dos atuais 12,5% da população com mais de 60 anos para 30%. Isso se dá devido ao aumento progressivo da expectativa de vida do brasileiro, que era, em 2015, conforme dado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 75 anos, 5 meses e 26 dias. Com uma população cada vez mais idosa, não é possível limitar-se apenas à prevenção de doenças, mas é necessário também preocupar-se em dar ao idoso qualidade de vida.

20 de maio de 2017

"Às ruas" por Roberto Amaral

Incompetente e corrupto, ademais de rejeitado pela consciência nacional, Michel Temer, ainda presidente enquanto escrevo estas linhas, está sendo defenestrado pelas mesmas forças que haviam assegurado a deposição de Dilma Rousseff e a tomada do poder do Estado pela súcia comandada pelo seu PMDB, em associação com o tucanato golpista, cuja grande liderança é Aécio Neves, coletor de propinas.

É certo que a avidez pecuniária de Temer e Aécio (e a mediocridade de ambos) ajudou no processo, mas o fundamental é que o presidente ilegítimo – fracassando no projeto imposto pelas forças do golpe – já de há muito se tornara descartável e, por isso mesmo, está sendo jogado ao mar, destino de carga imprestável.

Manifestantes estão de volta às ruas

Manifestantes se reuniram em Fortaleza para protestar contra o governo Temer e pedir eleições diretas (Foto: Mateus Dantas)
A última quinta-feira (18/05) foi dia que aprofundou a maior crise do governo de Michel Temer (PMDB) reuniu protestos nas principais capitais do País. Numericamente, a mobilização ainda é pouco expressiva se comparada aos movimentos que pediam o impeachment de Dilma Rousseff (PT), mas a tendência é que cresça nos próximos dias com a promessa de intensificação da instabilidade. Movimentos de esquerda e de direita já marcaram atos para o próximo domingo.

19 de maio de 2017

Manifestantes protestam em várias cidades e pedem saída de Temer

Manifestação no Rio pede convocação de eleições diretas para presidente (Fernando Frazão)
Em várias capitais, manifestantes protestam na noite desta quinta-feira (18/05) contra a corrupção, pedem a saída do presidente Michel Temer e novas eleições diretas. Os atos ocorrem após a divulgação pelo jornal O Globo de reportagem sobre a delação premiada do empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS.

Para Temer, áudio de conversa com dono da JBS confirma sua inocência

O presidente Michel Temer ouviu na noite de hoje (18), na companhia de assessores, o áudio gravado pelo empresário Joesley Batista que o implicaria na compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do doleiro Lúcio Funaro, investigados na Operação Lava Jato. 

Após ouvir o áudio, o entendimento de Temer e sua equipe é de que o conteúdo da conversa não incrimina o presidente, confirmando a nota divulgada pelo Palácio do Planalto na noite anterior (17/05) e o pronunciamento da tarde de ontem (18/05).

Prefeitos exaltam parcelamento da dívida previdenciária

Prefeitos e assessores na 20ª Marcha a Brasília (Foto:Divulgação)
A 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios foi encerrada ontem (18/05), num dia em que a Capital Federal estava muito mais atenta às denúncias contra o presidente Michel Temer. Mas o evento dos prefeitos terminou com a divulgação de uma carta em que os participantes avaliam como positiva a mobilização e os resultados obtidos com a marcha deste ano.

18 de maio de 2017

Em pronunciamento Michel Temer diz que não renunciará

O presidente Michel Temer disse hoje (18/05) que não irá renunciar ao cargo e exigiu uma investigação rápida na denúncia em que é citado, para que seja esclarecida. "Não renunciarei. Repito não renunciarei", afirmou em pronunciamento, no Palácio do Planalto.

“Sei o que fiz e sei da correção dos meus atos, e exijo investigação plena e muito rápida para os esclarecimentos ao povo brasileiro. Essa situação de dúvida não pode persistir por muito tempo”, disse Temer, em pronunciamento.

Oposição pede impeachment de Michel Temer

O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) protocolou pedido de afastamento após revelação de que Temer acertou a compra de silêncio de Cunha (Foto: Antonio Augusto)
O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) protocolou na noite desta quarta-feira 17 na Câmara um pedido de impeachment de Michel Temer. A denúncia de crime de responsabilidade ocorre após a mídia revelar que o atual presidente foi gravado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, em diálogo no qual acerta a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha. Além do impeachment, a oposição cobra a renúncia imediata de Temer e a convocação de eleições diretas para este ano.