31 de dezembro de 2011

Santos do mês de Dezembro

Clique no nome do Santo e leia uma breve história de sua vida

Charge do Ricardo: Virada de ano


Exposição de fotografias relembra Sessão Solene de Promulgação da Lei Orgânica do Município de Altaneira

O Ex-Presidente da Assembléia Municipal Constituinte, 
Mundim Soares ao lado da servidora Socorro Cidrão em visita
 a Exposição da Lei Orgânica - foto Heloisa Bitu
Realizou-se na noite de ontem (30/12) no Auditório da Secretaria de Assistência Social Sessão Solene em homenagem aos Vereadores constituintes de 1990, na mesma ocasião foi aberta uma exposição fotográfica da Sessão Solene de Promulgação da lei Orgânica do Município de Altaneira realizada no mesmo local no dia 31 de março de 1968.

Compareceram a Sessão Solene os Constituintes Raimundo Nogueira Soares, Raimundo Arrais de Oliveira, Francisco Gonçalves de Oliveira, Francisco Ananias Barbosa e José Godofredo Sobrinho. Os constituintes,  João Gualberto da Silva, Januário Rufino de Oliveira e João Rufino de Oliveira, falecidos, foram representandos pelos Senhores José Gualberto, Joaquim Rufino e Evaldo Rufino.

A exposição montada na entrada do Auditório com fotografias de Nágela Pereira, restauradas por Heloisa Bitu, foi organizada pelos servidores da Câmara Municipal e retrata os principais momentos daquela histórica Sessão Solene.

O público presente elogiou a decisão do Presidente em Exercício, Vereador Deza Soares, em homenagear os vereadores constituintes.

Confiram fotos da visitação do público a exposição:


Câmara Municipal de Altaneira faz homenagens aos Constituintes de 1990

O Presidente em Exercício Deza Soares entrega Diploma ao
Ex Presidente da Assembléia Municipal Constituinte
Mundim Soares - foto Heloisa Bitu
A Câmara Municipal de Altaneira realizou na noite de ontem (30/12) no Salão de Atos da Secretaria Municipal de Assistência Social uma Sessão Solene para homenagem aos ex-vereadores constituintes que elaboram a primeira Lei Orgânica do Município no ano de 1990.

Santo do Dia São Silvestre I

São Silvestre I
+335
A Igreja deixou de sofrer as sanguinárias perseguições e saiu da clandestinidade, no século IV, sob o império do imperador bizantino Constantino, que se converteu à fé em Cristo. Desse modo, o cristianismo se expandiu livremente, tendo no comando da Igreja um papa à altura para estruturá-lo como uma organização eclesiástica duradoura. Era Silvestre I, um romano eleito em 314. Tanto assim que sobreviveu a muitas outras turbulências para chegar, triunfante, ao terceiro milênio.

Embora o imperador Constantino tenha deixado florescer a semente plantada pelos apóstolos de Jesus, após anos de perseguições e ter feito tantos mártires, o cristianismo ainda não estava em completa paz. Até o imperador convertido foi convocado para ajudar a manter a paz da Igreja, e ele obedeceu ao papa Silvestre I. Quando irrompeu o cisma na África, o imperador usou sua autoridade para manter a paz, inclusive para o Império. Além disso, foi orientado a ser o autor da convocação do Concílio de Nicéia, o primeiro da Igreja, em 325, no qual a Igreja de Roma saiu vencedora, aprovando o credo contra a heresia ariana.

Tudo isso acontecia com o papa Silvestre I já bem idoso. Como não agüentaria a viagem, mandou representantes à altura para que a Igreja se firmasse no encontro: o bispo Ósio, de Córdoba, e mais dois sacerdotes assessores. Como havia harmonia entre o papa e Constantino, a Igreja conseguir bons resultados também no sínodo. Recebeu um forte apoio financeiro para a construção de valiosos edifícios eclesiásticos, que também marcaram o governo desse papa.

A construção mais importante, sem dúvida, foi a basílica em honra de são Pedro, no monte Vaticano, em Roma. O local era um antigo cemitério pagão, o que fez aumentar muito a importância e o significado de a construção dedicada a Pedro ter sido feita ali. Quem descobriu isso foi o papa Pio XII, comandando escavações no local em 1939. Outra foi a Basílica de São Paulo Extra-Muro, e também a dedicada a são João, em Roma.

Também por causa de Silvestre, Constantino patrocinou à Igreja um ato histórico e de muita relevância para a humanidade e o catolicismo: doou seu próprio palácio Lateralense, para servir de moradia para os papas, e toda a cidade de Roma e algumas outras vizinhas para a Igreja. Mas esses atos não ocorreram porque Constantino tinha-se convertido ou por interferência de sua mãe Helena: o grande mérito se deve ao trabalho do papa Silvestre I. Podemos analisar melhor com a atitude de Constantino, que nunca se deixou batizar. A conversão total veio no leito de morte, quando pediu o batismo e recebeu a comunhão. Constantino está, agora, incluído no livro dos santos, ao lado de sua mãe.

Quanto ao papa são Silvestre I, morreu em 335, depois de ter permanecido no trono de Pedro durante vinte e um anos, e produzido tantos e bons frutos para o cristianismo. No ano seguinte ao da sua morte, começou a ser dedicada a são Silvestre uma festa no dia 31 de dezembro, enquanto, no Oriente, ele é celebrado dois dias depois.



Com informações Paulinas On line

30 de dezembro de 2011

Legislação Municipal é publicada no Diário Oficial

Os atos normativos e administrativos do Município de Altaneira a partir de hoje serão publicados no Diário Oficial dos Municípios com divulgação pela rede mundial de computadores.

Esta foi uma das primeira medidas do Prefeito delvamberto que enviou á Câmara Municipal projeto de lei nesse sentido.

O Secretário de Administração Ariovaldo Soares Teles e a Assistente de Serviços da Procuradoria Paula Hayanne participaram de capacitação na APRECE em Fortaleza e repassaram as informações aos demais servidores responsáveis pela publicação.

Nesse primeiro momento foram publicadas a Lei Orgânica do Município, o Regimento Interno da Câmara e quatro leis municipais dentre elas o PCCR do Magistério e Estatuto do Servidores Municipais.

O Portal oficial do Município também fará a publicação das principais leis municipais de interesse da coletividade.


Jovem altaneirense visita Brasília

Sávio em frente ao Palácio do Planalto - foto Palito
O Altaneirense Sávio Alcântara Soares tem política nas veias, neto do ex-prefeito João Ivan e do ex-presidente da Câmara Municipal Mundim Soares e sobrinho do atual Prefeito Delvamberto decidiu conhecer, com apenas 11 anos de idade o centro do Poder do País.

Santo do Dia: São Rugero

São Rugero
(Século XVII)
Rugero nasceu entre 1060 e 1070, na célebre e antiga cidade italiana de Cane. O seu nome, de origem normanda, sugere que seja essa a sua origem. Além dessas poucas referências imprecisas, nada mais se sabe sobre sua vida na infância e juventude. Mas ele era respeitado, pelos habitantes da cidade, como um homem trabalhador, bom, caridoso e muito penitente. Quando o bispo de Cane morreu, os fiéis quiseram que Rugero ficasse no seu lugar de pastor. E foi o que aconteceu: aos trinta anos de idade, ele foi consagrado bispo de Cane.

No século II, essa cidade havia sido destruída pelo imperador Aníbal, quando expulsou o exército romano. Depois, ela retomou sua importância no período medieval, sendo até mesmo uma sede episcopal. No século XI, mais precisamente em 1083, por causa da rivalidade entre o conde de Cane e o duque de Puglia, localidade vizinha, a cidade ficou novamente em ruínas.

O bispo Rugero assumiu a direção da diocese dentro de um clima de prostração geral.

Assim, depois desse desastre, seu primeiro dever era tratar da sobrevivência da população abatida pelo flagelo das epidemias do pós-guerra. Ele transformou a sua sede numa hospedaria aberta dia e noite, para abrigar viajantes, peregrinos e as viúvas com seus órfãos. Possuindo o dom da cura, socorria a todos, incansável, andando por todos os cantos, descalço. Doava tudo o que fosse possível e a sua carruagem era usada apenas para transportar os doentes e as crianças.

Todavia esse século também foi um período conturbado para a história da Igreja. Com excessivo poder civil estava dividida entre religiosos corruptos e os que viviam em santidade. Rugero estava entre os que entendiam o episcopado como uma missão e não como uma posição de prestígio para ser usada em benefício próprio. Vivia para o seu rebanho, seguindo o ensinamento de são Paulo: "Tudo para todos".

Por tudo isso e por seus dons de conselho e sabedoria, no seu tempo foi estimado por dois papas: Pascoal II e Celásio II. Para ambos, executou missões delicadas e os aconselhou nas questões das rivalidades internas da Igreja, que tentava iniciar sua renovação.

Entrou rico de merecimentos no Reino de Deus, no dia 30 de dezembro de 1129, em Cane, onde foi sepultado na catedral. Considerado taumaturgo em vida, pelos prodígios que promovia com a força de suas orações, logo depois de sua morte os devotos divulgaram a sua santidade.

No século XVIII, a cidade de Cane praticamente já não existia. A população se transferira para outra mais próspera, Barleta. Mas eles já cultuavam o querido bispo Rugero como santo. Pediram a transferência das suas relíquias para a igreja de Santa Maria Maior, em Barleta. Depois, foi acolhido na sepultura definitiva na igreja do Mosteiro de Santo Estêvão, atual Santuário de São Rugero. Os devotos o veneram no dia de sua morte como o bispo de Cane e o padroeiro de Barleta. Em 1946, são Rugero foi canonizado pela Igreja.

Com informações Paulinas On line



29 de dezembro de 2011

Servidores Municipais de Altaneira ganham novo Estatuto


O Prefeito Delvamberto Soares sancionou na tarde de ontem (28/12) a Lei nº. 540 que dispõe sobre o novo Estatuto dos Servidores Municipais de Altaneira.

O Projeto de Lei foi aprovado pela Câmara Municipal na Sessão Extraordinária realizada no último dia 20, após amplo debate na Comissão Permanente da Casa, como os servidores municipais e as lideranças sindicais.

A proposta original sofreu algumas alterações apresentadas pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Altaneira - SINSEMA e outras de iniciativa dos vereadores que compõem a Comissão Permanente da Câmara Municipal.

O Prefeito Delvamberto Soares decidiu vetar dispositivo que obrigava o pagamento de Salário Mínimo a todos os servidores municipais.

O Prefeito justificou o veto alegando que a Secretaria de Administração e Finanças manifestou-se no sentido de que o dispositivo é contrário ao interesse público, pois causaria um grande impacto na folha, uma vez que inviabilizaria a administração.

O Prefeito argumentou, ainda, que o recebimento do salário proporcional a jornada trabalhada é uma política adotada há várias administrações e no momento não é possível honrar esta obrigação, mas no futuro tal situação voltará a ser analisada.

No geral o Prefeito diz que como o novo Estatuto atende outras grandes reinvindicações dos servidores que serão mais valorizados.

Santo do Dia: São Tomás Becket

São Tomás Becket
1118 -1170
Tomás Becket nasceu no dia 21 de dezembro de 1118, em Londres. Era filho de pai normando e cresceu na Corte ao lado do herdeiro do trono, Henrique. Era um dos jovens cortesãos da comitiva do futuro rei da Inglaterra, um dos amigos íntimos com que Henrique mais tinha afinidade. Era ambicioso, audacioso, gostava das diversões com belas mulheres, das caçadas e das disputas perigosas. Compartilharam os belos anos da adolescência e da juventude antes que as responsabilidades da Coroa os afastasse.

Quando foi corado Henrique II, a amizade teve uma certa continuidade, porque o rei nomeou Tomás seu chanceler. Mas num dado momento Tomás voltou seus interesses para a vida religiosa. Passou a dedicar-se ao estudo da doutrina cristã e acabou se tornando amigo do arcebispo de Canterbury, Teobaldo. Tomás, por sua orientação, foi se entregando à fé de tal modo que deixou de ser o chanceler do rei para ser nomeado arcediácono do religioso.

Quando o arcebispo Teobaldo morreu e o papa concedeu o privilégio ao rei de escolher e nomear o sucessor, Henrique II não vacilou em colocar no cargo o amigo.

Mas o rei não sabia que o antigo amigo se tornara, de fato, um fervoroso pastor de almas para o Senhor e ferrenho defensor dos direitos da Igreja de Roma. Tomás foi ordenado sacerdote em 1162 e, no dia seguinte, consagrado arcebispo de Canterbury. Não demorou muito para indispor-se, imediatamente, com o rei. Negou-se a reconhecer as novas leis das "constituições de Clarendon", que permitiam direitos abusivos ao soberano, e teve de fugir para a França, para escapar de sua ira.

Ficou no exílio por seis anos, até que o papa Alexandre III conseguiu uma paz formal entre os dois. Assim, Tomás pôde voltar para a diocese de Canterbury a fim de reassumir seu cargo. Foi aclamado pelos fiéis, que o respeitavam e amavam sua integridade de homem e pastor do Senhor. Mas ele sabia o que o esperava e disse a todos: "Voltei para morrer no meio de vós". A sua primeira atitude foi logo destituir os bispos que haviam compactuado com o rei, isto é, aceitado as leis por ele repudiadas. Naquele momento, também a paz conseguida com tanta dificuldade acabava.

O rei ficou sabendo e imediatamente pediu que alguém tirasse Tomás do seu caminho. O arcebispo foi até avisado de que o rei mandaria matá-lo, mas não quis fugir novamente. Apenas respondeu com a frase que ficou registrada nos anais da história: "O medo da morte não deve fazer-nos perder de vista a justiça". Encheu-se de coragem e, vestido com os paramentos sagrados, recebeu os quatro cavaleiros que foram assassiná-lo. Deixou-se apunhalar sem opor resistência. Era o dia 29 de dezembro de 1170.

O próprio papa Alexandre III canonizou Tomás Becket três anos depois do seu testemunho de fé em Cristo. A sua memória é homenageada com festa litúrgica no dia de sua morte.
  
Com informações Paulinas On line



28 de dezembro de 2011

PCCR do Magistério de Altaneira é realidade


O Prefeito Delvamberto Soares sancionou na manhã de hoje (28/12) a Lei nº. 539 que institui o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Magistério Público Municipal de Altaneira.

O Projeto de Lei foi aprovado pela Câmara Municipal na Sessão Extraordinária realizada no último dia 20, após amplo debate na Comissão Permanente da Casa, como os profissionais do magistério e as lideranças do Sindicato dos Servidores Municipais.

A proposta original sofreu várias alterações apresentadas pelo SINSEMA e outras de iniciativa dos vereadores que compõem a Comissão Permanente da Câmara Municipal.

O Prefeito Delvamberto Soares acatou todas as sugestões aprovadas pela Câmara Municipal e disse que com a sanção desta Lei cumpre mais uma proposta de seu Programa de Governo apresentado na campanha que é valorizar o Magistério Municipal.

No dia 02 de janeiro de 2012 será nomeada a Comissão para proceder o enquadramento dos Profissionais do Magistério nas sua respectivas classes o que vai proporcionar um ganho real na remuneração dos servidores.

Câmara Municipal fará Exposição de fotografias da Lei Orgânica do Município

Banner da Exposição - Arte
Cicero FortPlac
Neste ano comemora-se os 21 anos de promulgação da Lei Orgânica do Município de Altaneira e no penúltimo dia do ano o Presidente em Exercício da Câmara Municipal, Vereador Deza Soares, encerrará as atividades legislativa com uma exposição de fotografias da Sessão Solene de Promulgação da Lei Orgânica Municipal.

As fotos de Nágela Pereira, restauradas por Heloisa Bitu serão expostas em preto e branco e retratam os momentos daquela sessão histórica, a participação popular e os Constituintes Municipais assinando a Lei Maior do Município.

A exposição será aberta às 18h. do próxima sexta-feira (30/12) no Auditório da Secretaria de Assistência Social e permancerá no local até o primeiro dia do ano, após a exposição ficará em definitivo na Sala das Comissões na Câmara Municipal.

Na mesma noite do dia 30 a Câmara Municipal fará uma Sessão Solene para homenagear os vereadores constituintes com um Certificado de Honra ao Mérito em reconhecimento aos serviços prestados na elaboração da Lei Orgânica Municipal.

A Assembléia Municipal Constituinte foi instalada em outubro de 1989 e encerrou seus trabalhos no dia 31 de março de 1990. A Lei Orgânica do Município de Altaneira foi uma das primeiras a ser promulgada no Estado do Ceará.

A Assembléia Municipal Constituinte foi composta pelos seguintes vereadores: Raimundo Nogueira Soares – Presidente, Francisco Gonçalves de Oliveira – Vice-Presidente, Raimundo Arrais de Oliveira – 1º. Secretário, Marques Dorivan de Oliveira – 2º. Secretário, Francisco Ananias Barbosa, Januário Rufino de Oliveira (in memorium), João Gualberto da Silva (in memorium), João Rufino de Oliveira (in memorium) e José Godofredo Sobrinho.

Na Sessão Solene será apresentada a nova Lei Orgânica totalmente revisada neste ano e o público presente receberá um exemplar impresso com todas as alterações aprovadas pela Câmara Municipal.


"Estamos encerrando a nossa gestão a frente do Parlamento Municipal com as reformas do Regimento Interno e da Lei Orgânica finalizadas, além da reforma física do Prédio da Câmara Municipal e com esta justa homenagem aos vereadores que participaram da Assembléia Municipal Constituinte" disse o Presidente em Exercício Vereador Deza Soares.

Santo do Dia: Santos Inocentes


Santos Inocentes
Século I

Somente a monstruosidade de uma mente assassina, cruel e desumana, poderia conceber o plano executado pelo sanguinário rei Herodes: eliminar todas os meninos nascidos no mesmo período do nascimento de Jesus para evitar que vivesse o rei dos judeus. Pois foi isso que esse tirano arquitetou e fez.

Impossível calcular o número de crianças arrancadas dos braços maternos e depois trucidadas. Todos esses pequeninos se tornaram os "santos inocentes", cultuados e venerados pelo Povo de Deus. Eles tiveram seu sangue derramado em nome de Cristo, sem nem mesmo poderem "confessar" sua crença.

Quem narrou para a história foi o apóstolo Mateus, em seu Evangelho. Os reis magos procuraram Herodes, perguntando onde poderiam encontrar o recém-nascido rei dos judeus para saudá-lo. O rei consultou, então, os sacerdotes e sábios do reino, obtendo a resposta de que ele teria nascido em Belém de Judá, Palestina.

Herodes, fingindo apoiar os magos em sua missão, pediu-lhes que, depois de encontrarem o "tal rei dos judeus", voltassem e lhe dessem notícias confirmando o fato e o local onde poderia ser encontrado, pois "também queria adorá-lo".

Claro que os reis do Oriente não traíram Jesus. Depois de visitá-lo na manjedoura, um anjo os visitou em sonho avisando que o Menino-Deus corria perigo de vida e que deveriam voltar para suas terras por outro caminho. O encontro com o rei Herodes devia ser evitado.

Eles ouviram e obedeceram. Mas o tirano, ao perceber que havia sido enganado, decretou a morte de todos os meninos com menos de dois anos de idade nascidos na região. O decreto foi executado à risca pelos soldados do seu exército.

A festa aos Santos Inocentes acontece desde o século IV. O culto foi confirmado pelo papa Pio V, agora santo, para marcar o cumprimento de uma das mais antigas profecias, revelada pelo profeta Jeremias: a de que "Raquel choraria a morte de seus filhos" quando o Messias chegasse.

Esses pequeninos inocentes de tenra idade, de alma pura, escreveram a primeira página do álbum de ouro dos mártires cristãos e mereceram a glória eterna, segundo a promessa de Jesus. A Igreja preferiu indicar a festa dos Santos Inocentes para o dia 28 de dezembro por ser uma data próxima à Natividade de Jesus, uma vez que tudo aconteceu após a visita dos reis magos. A escolha foi proposital, pois quis que os Santinhos Inocentes alegrassem, com sua presença, a manjedoura do Menino Jesus.

Com informações Paulinas On line

27 de dezembro de 2011

Cerca de 120 atletas do Ceará vão participar da Corrida de São Silvestre

A Associação Cearense de Atletas Veteranos e a União dos Atletas Corredores de Rua do Estado do Ceará organizou, com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer de Fortaleza, uma caravana para levar os corredores até São Paulo.

Neste ano, cerca de 120 cearenses vão participar da Corrida Internacional de São Silvestre que reúne estrelas internacionais por ruas e avenidas da capital paulista.

Outros atletas, que decidiram custear as despesas do próprio bolso ou conseguiram um patrocinador, seguem de avião. A última corrida disputada em Fortaleza, a 20ª Corrida de Rua Unifor, dia 11 passado, serviu como preparação para muitos atletas que devem estar em São Paulo, na São Silvestre.

A Corrida Unifor teve apenas 10km de percurso, mas ajudou na preparação dos atletas. A prova masculina foi vencida por Adelson Alves, seguido por Raimundo Nonato da Silva e João Batista da Silva Negreiro.

No feminino, outros nomes fortes que deverão estar na São Silvestre são Larisse do Nascimento Sousa, campeã da Corrida Unifor, Antônia Bernadete Lins da Silva e Maria de Fátima Pereira de Andrade, segunda e terceira colocadas respectivamente.

Alguns cearenses já são veteranos na São Silvestre. O fazendário aposentado Lauro Gondim chega à sua 16ª participação. Lauro destaca a rotina de treinos como forma de estar apto a fazer parte da prova. “É importante praticar uma rotina de exercícios físicos e alimentar-se adequadamente para manter-se sempre saudável, independente de qualquer idade”, disse.

Quem também está confirmada na corrida em São Paulo é a cearense Rosângela Mendonça, que já esteve este mês participando da XIII Volta Internacional da Pampulha, em Belo Horizonte. Esta semana, ela segue para mais uma Corrida Internacional de São Silvestre.


Com informações O Povo Online

Santo do Dia: São João

Santo João
Século I
É muito difícil imaginar que esse autor do quarto evangelho e do Apocalípse tenha sido considerado inculto e não douto. Mas foi dessa forma que o sinédrio classificou João, o apóstolo e evangelista, conhecido como "o discípulo que Jesus amava". Ele foi o único apóstolo que esteve com Jesus até a sua morte na cruz.

João era um dos mais jovens apóstolos de Cristo, irmão do discípulo Tiago Maior, ambos filhos de Zebedeu, rico pescador da Betsaida, e de Salomé, uma das mulheres que colaboravam com os discípulos de Jesus. Assim como seu pai, João era pescador, e teve como mestre João Batista, o qual, depois, o enviou a Jesus. João, Tiago Maior, Pedro e André foram os quatro discípulos que mais participaram do cotidiano de Jesus.

Costuma ser definido, entre os apóstolos, como homem de elevação espiritual, mais propenso à contemplação do que à ação. Apesar desse temperamento, foi incumbido por Jesus com o maior número de encargos, estando presente em quase todos os momentos e eventos narrados na Bíblia. Estava presente, por exemplo, quando ressuscitou a filha de Jairo, na Transfiguração de Jesus e na sua aflição no Getsêmani. Também na última ceia, durante o processo e, como vimos, foi o único na hora final. Na cruz, Jesus, vendo-o ao lado da Virgem, lhe confiou a tarefa de cuidar da Mãe, Maria.

Os detalhes que se conhece revelam que, após o Pentecostes, João ficou pregando em Jerusalém. Participou do Concílio de Jerusalém, depois, com Pedro, se transferiu para a Samaria. Mas logo foi viver em Éfeso, na companhia de Nossa Senhora. Dessa cidade, organizou e orientou muitas igrejas da Ásia. Durante o governo do imperador Domiciano, foi preso e exilado na ilha de Patmos, na Grécia, onde escreveu o quarto evangelho, o Apocalipse e as epístolas aos cristãos.

Diz a tradição que, antes de o imperador Domiciano exilar João, ele teria sido jogado dentro de um caldeirão de óleo fervente. Mas saiu ileso, vivo, sem nenhuma queimadura. João morreu, após muito sofrimento por todas as perseguições que sofreu durante sua vida, por pregar a Palavra de Deus, e foi sepultado em Éfeso. Tinha noventa anos de idade.

O evangelho de João fala dos mistérios de Jesus, mostrando os discursos do Mestre com uma visão mais aguçada, mais profunda. Enquanto os outros três descrevem Jesus em ação, João nos revela Jesus em comunhão e meditação, ou seja, em toda a sua espiritualidade. Os primeiros escritos de João foram encontrados em fragmentos de papiros no Egito, por isso alguns estudiosos acreditam que ele tenha visitado essas regiões.

Com informações Paulinas On line



26 de dezembro de 2011

MEC abre consulta a 108 mil vagas em universidades públicas pelo site do SISU

 Ministério da Educação -MEC disponibilizou, às 14h desta segunda-feira (26), consulta ao site do Sistema de Seleção Unificada - SISU. O sistema oferece 108.552 vagas em 95 instituições públicas de ensino superior para o primeiro semestre de 2012.

A ferramenta foi criada pelo MEC em 2009 para unificar o processo de seleção de universidades públicas e permite ao estudante disputar vagas em diferentes instituições a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio -ENEM.

O sistema entra no ar nesta segunda-feira (26/09) para que os estudantes possam consultar as vagas disponíveis que estão distribuídas em 3.327 cursos. As inscrições para o processo de seleção começarão no dia 7 de janeiro. Em comparação ao total de vagas disponibilizadas pelo Sisu no primeiro semestre de 2011, a oferta cresceu 30%.

Os estudantes interessados em concorrer às vagas deverão acessar o Sisu a partir da meia-noite do dia 6 de janeiro - 0h do dia 7 - até o dia 12 do mesmo mês. No sistema, o candidato deve escolher duas opções de curso, indicando a sua prioridade. Diariamente, o sistema divulga a nota de corte preliminar de cada curso com base na nota do Enem dos candidatos que pleiteiam as vagas. Durante esse período, o participante pode alterar essas opções se achar que tem mais chances de ser aprovado em outro curso ou instituição.

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 15 de janeiro. Os estudantes aprovados deverão comparecer às instituições de ensino entre os dias 19 e 20 para fazer a matrícula. O participante que foi selecionado para a sua primeira opção de curso é retirado automaticamente do sistema e perde a vaga se não fizer a matrícula. Aqueles que forem selecionados para a segunda opção ou não atingirem a nota mínima em nenhum dos cursos escolhidos podem participar das chamadas subsequentes.

A segunda chamada está prevista para 26 de janeiro, com matrículas entre os dias 30 e 31. Caso ainda haja vagas disponíveis, o sistema gera uma lista de espera que será disponibilizada para as instituições de ensino preencherem as vagas remanescentes. O candidato interessado em participar dessa lista deverá pedir a inclusão entre 26 de janeiro e 1°. de fevereiro.


Com informações Portal R7

Servidores podem parcelar restituição a Fazenda Municipal

O Assessor Antonio Pereira é o encarregado das
restituições à Fazenda Municipal - foto Junior Nevoeiro
Os servidores que receberam parcelas indevidas na folha de pagamento podem parcelar a restituição em até 36 meses, para tanto precisam comparecer ao Departamento de Recursos Humanos para assinar o Termo de Parcelamento até o dia 16 de janeiro de 2012.

Os valores devidos à Fazenda Pública Municipal serão descontados em Folha de Pagamento do Servidor até o percentual de 30% da remuneração, caso não seja firmado o parcelamento.

A restituição é devida em virtude de falha no Sistema de Processamento de Dados da Secretaria de Administração e Finanças do Município que auferiu rendimento superior ao que os servidores tinham direito, em face de aplicação equivocada da formula matemática para concessão de gratificações e adicionais.

O equívoco foi detectado logo após a posse do Prefeito Delvamberto Soares que determinou a abertura de processo administrativo para apurar o caso. Neste processo foi detectado um acréscimo indevido na Folha superior a R$ 10.000,00 mensais.

O Prefeito determinou ainda a apuração de semelhantes problemas em relação a Administração anterior retroagindo a investigação aos últimos cinco anos, uma vez que já foi constatado que servidores percebiam vantagens indevidas desde o ano 2005.

A restituição a Fazenda Municipal de valores recebidos indevidamente está previsto no Estatuto do Servidor, sendo assegurado o amplo direito de defesa para contestar os valores apurados. 

Santo do Dia: Santo Estêvão

Santo Estêvão
Século I
Na história do catolicismo, muitos foram os que pereceram, e ainda perecem, pagando com a própria vida a escolha de abraçar a fé cristã. Essa perseguição mortal, que durou séculos, teve início logo após a Ressurreição de Jesus. O primeiro que derramou seu sangue por causa da fé cristã foi Estêvão, considerado por isso o protomártir.

Vividos os eventos da Paixão e Ressurreição, os Doze apóstolos passaram a pregar o evangelho de Cristo para os hebreus. A inimizade, que estava apenas abrandada, reavivou, dando início às perseguições mortais aos seguidores do Messias. Mas com extrema dificuldade eles fundaram a primeira comunidade cristã, que conseguiu estabelecer-se como um exemplo vivo da mensagem de Jesus, o amor ao próximo.

Assim, dentro da comunidade, tudo era de todos, tudo era repartido com todos, todos tinham os mesmos direitos e deveres. Conforme a comunidade se expandia, aumentavam também as necessidades, de alimentação e de assistência. Assim, os apóstolos escolheram sete para formarem como "ministros da caridade", chamados diáconos. Eram eles que administravam os bens comuns, recolhiam e distribuíam os alimentos para todos da comunidade. Um dos sete era Estêvão, escolhido porque era "cheio de fé e do Espírito Santo".

Porém, segundo os registros, Estêvão não se limitava ao trabalho social de que fora incumbido. Não perdia a chance de divulgar e pregar a palavra de Cristo, e o fazia com tanto fervor e zelo que chamou a atenção dos judeus. Pego de surpresa, foi preso e conduzido diante do sinédrio, onde falsos testemunhos, calúnias e mentiras foram a base de sustentação para a acusação. As testemunhas informaram que Estêvão dizia que Jesus de Nazaré prometera destruir o templo sagrado e que também queria modificar as leis de Deus transmitidas a Moisés.

Num discurso iluminado, Estêvão repassou toda a história hebraica, de Abraão até Salomão, e provou que não blasfemara contra Deus, nem contra Moisés, nem contra a Lei, nem contra o templo. Teria convencido e sairia livre. Mas não, seguiu avante com seu discurso e começou a pregar a palavra de Jesus. Os acusadores, irados, o levaram, aos gritos, para fora da cidade e o apedrejaram até a morte.

Antes de tombar morto, Estêvão repetiu as palavras de Jesus no Calvário, pedindo a Deus perdão para seus agressores. Fazia parte desse grupo de judeus um homem que mais tarde se soube ser o apóstolo Paulo, que, na época, ainda não estava convertido. O testemunho de santo Estevão não gera dúvidas, porque sua documentação é histórica, encontra-se num livro canônico, Atos dos Apóstolos, fazendo parte das Sagradas Escrituras.

Por tudo isso, quando suas relíquias foram encontradas em 415, causaram forte comoção nos fiéis, dando início a um fervoroso culto de toda a cristandade. A festa de santo Estevão é celebrada sempre no dia seguinte ao da festa do Natal de Jesus, justamente para marcar a sua importância de primeiro mártir de Cristo e um dos sete escolhidos dos apóstolos.

25 de dezembro de 2011

Salário Mínimo é fixado em R$ 622

O ex-presidente Lula comemora reajuste com
a Presidenta Dilma - foto Roberto Stuckert Filho
A presidente Dilma Rousseff assinou o decreto que eleva para R$ 622,00 o valor do salário mínimo com vigência a partir de 1º. de janeiro de 2012. O porcentual do reajuste ficou em 14,13% em relação ao valor atual. O decreto será publicado no Diário Oficial da União na edição de amanhã (26/12).

A nível de Estado a Assembleia Legislativa aprovou a proposta do governador Cid Gomes que concede aumento linear de 7% para todos os 135 mil servidores ativos e inativos, o que causou desagrado na categoria, apesar de haver um ganho real de 0,5% em relação ao IPCA deste ano.


O Prefeito Delvamberto Soares após tomar conhecimento do novo valor do Salário Mínimo disse que encaminhará Mensagem à Câmara Municipal, ainda esta semana, propondo o reajuste dos vencimentos dos servidores municipais aplicando o mesmo percentual concedido ao Mínimo.

Desta forma os servidores públicos das três esperas de Governo iniciam o ano com pleno conhecimento de sua remuneração básica e podem planejar a sua situação financeira para todo o ano.

Delvamberto pretende, ainda, encaminhar nos primeiros dias do mês de fevereiro o Projeto de Lei do Plano de Cargos e Carreira dos Servidores Municipais, onde pretende assegurar a todos os servidores progressão na carreira e ganhos reais na remuneração.

Santo do Dia: Santa Anastácia

Santa Anastácia
+304
A vida de santa Anastácia, transmitida de geração a geração, desde os primórdios do cristianismo, traz os episódios históricos verídicos mesclados a fatos lendários e às tradições orais. Vejamos como chegou à cristandade no terceiro milênio.

Diocleciano foi imperador romano entre os anos 284 e 305. Na época, Anastácia, filha de Protestato e Fausta, ambos romanos e pagãos, era uma jovem belíssima. Junto com sua mãe, foi convertida à fé cristã por seu professor Crisogono, fururo santo mártir. As duas se dedicavam a ajudar os pobres e à conversão de pagãos.

Com a morte da mãe, o pai lhe impôs o casamento com Públio, um rico pagão da nobreza romana. Mesmo contra a vontade, Anastácia se casou. Logo o marido a proibiu de envolver-se com qualquer tipo de atividade, como era de costume entre as damas da sociedade. Mas ela continuou ajudando os pobres às escondidas e, quando o marido foi informado, puniu-a com crueldade. Foi proibida de sair de casa. Naquele momento, o consolo veio por meio dos conselhos do professor Crisogono, que já era perseguido e acabou sendo preso.

Na ocasião, o imperador Diocleciano nomeou Públio embaixador na Pérsia. Ele partiu deixando Anastácia sob a guarda de Codizo, homem cruel que tinha ordem de deixá-la morrer lentamente. Logo chegou a notícia da súbita morte de Públio. Anastácia foi libertada e soube que seu conselheiro, Crisogono, seria transferido para o julgamento na Corte imperial de Aquiléia. A discípula o acompanhou na viagem e assistiu o interrogatório e, depois, a sua decapitação.

Cada vez mais firme na fé, voltou a prestar caridade aos pobres e a pregar o evangelho de Cristo. Suspeita de ser cristã, foi levada à presença do prefeito de Roma, que tentou fazê-la renunciar à sua religião. Também o próprio imperador Diocleciano tentou convencê-la, mas tudo inútil. Anastácia voltou para a prisão.

Em seguida, Diocleciano partiu para a Macedônia, levando consigo os prisioneiros cristãos, inclusive ela. Da Macedônia foram para Esmirna, na Dalmácia, atual Turquia. Lá, outros cristãos denunciados foram presos. Entre eles estavam a matrona Teodora e seus três filhos, depois também santos da Igreja. A eles Anastácia dispensava especial atenção.

Os carcereiros informaram o imperador, que mandou prender Anastácia durante um mês no pior dos regimes carcerários. No fim do período, ela estava mais bela do que antes, e ainda mais firme na sua fé. Inconformado, o imperador a entregou para ser morta junto com os outros presos cristãos. Anastácia morreu queimada viva, no dia 25 de dezembro de 304, em Esmirna.

Primeiro, o corpo de Anastácia foi enterrado na diocese de Zara; depois, em 460, foi levado para Constantinopla. Seu culto, um dos mais antigos da Igreja, se espalhou por toda a cristandade do Oriente e do Ocidente. Em quase todos os países, existem igrejas dedicadas a ela, e muitas guardam, para devoção dos fiéis, um fragmento de suas relíquias. Sua celebração ocorre tanto no Oriente como no Ocidente, no dia de sua morte, sempre recordada na missa do período da tarde, em razão da festa do Natal de Jesus Cristo.

24 de dezembro de 2011

Natal de Luzes em Altaneira

Luzes do Natal na Praça Pe. David Moreira no
Centro de Altaneira - foto Heloisa Bitu
Recebemos para publicação Nota da Secretaria Municipal de Cultura, Desporto e Turismo nos seguintes termos:
"A partir de uma ornamentação mais atraente e de uma programação natalina mais expressiva, foi dado o primeiro passo para realização de um evento que se tornará ponto de atração para visitação durante o mês de dezembro. 
Assim, além de estarmos garantindo um momento de descontração para comunidade, estaremos abrindo um ciclo de visitação atrativa para as cidades vizinhas. Dessa forma, estaremos também criando Alternativas de Geração de Renda, contribuindo assim, com o desenvolvimento econômico do nosso município.
Nessas duas semanas a comunidade altaneirense tem visitado a Praça Padre David Moreira para apreciar com admiração a ornamentação natalina. As crianças e os adultos fazem fila para visitar a casa do Papai Noel que ficará em exposição até o dia 26 de Dezembro.

Secretaria de Cultura, Desporto e Turismo em nome do Governo Municipal deseja a todos um Feliz Natal e um novo repleto de realizações".
Confira outras fotos do Natal de Luz de Altaneira:

Santo do Dia: Santa Tarsila

Santa Tarsila
Século VI
A família romana Anícia teve a graça de enviar para a Igreja aquele que foi um dos grandes doutores da Igreja do Ocidente, o papa Gregório Magno, depois também santo. Era um homem de estatura pequena e de saúde frágil, mas um gigante na administração e uma fortaleza espiritual. Entre seus antepassados paternos estão o imperador Olívio, o papa são Félix III e o senador Jordão, que era seu pai.

A formação intelectual, religiosa e moral do menino Gregório ficou sob a orientação e cuidado de sua mãe, a futura santa Sílvia, e de suas tias, Tarsila, Emiliana, também santas, e de Jordana, irmãs de seu pai, que faleceu cedo.

Tarsila e Emiliana eram muito unidas, além do parentesco, pelo fervor da fé em Cristo e pela caridade. As três viviam juntas na casa herdada do pai, no monte Célio, como se estivessem num mosteiro. Tarsila era a guia de todas, orientando pela Palavra do Evangelho e pelo exemplo da caridade e da castidade. Dessa maneira, os progressos na vida espiritual foram grandes. Depois, Jordana decidiu seguir a vida matrimonial, casando-se com um bom cristão, o administrador dos bens da sua família.

Tarsila permaneceu com a opção de vida religiosa que havia escolhido. Sempre feliz, na paz do seu retiro e na entrega de seu amor a Deus, até que foi ao seu encontro na glória de Cristo. São Gregório relatou que a tia Tarsila tivera uma visão de seu bisavô, o papa são Félix III, que lhe teria mostrado o lugar que ocuparia no céu dizendo estas palavras: "Vem, que eu haverei de te receber nestas moradas de luz".

Após essa experiência, Tarsila ficou gravemente enferma. No seu leito de morte, ao lado da irmã Emiliana e dos parentes, pediu para que todos se afastassem dizendo: "Está chegando Jesus, meu Salvador!" Com essas palavras e sorrindo, entregou sua alma a Deus. Ao ser preparada para o sepultamento, encontraram calos, duros e grossos, em seus joelhos e cotovelos, causados pelas contínuas penitências. Durante as orações, que duravam muitas horas, rezava, ajoelhada e apoiada, diante de Jesus Crucificado.

Poucos dias depois de morrer, Tarsila apareceu em sonho para sua irmã Emiliana e a convidou para celebrarem juntas a festa da Epifania no céu. E foi isso o que aconteceu, Emiliana acabou morrendo na véspera do dia dos Reis.

O culto a santa Tarsila, mesmo não sendo acompanhado de fatos prodigiosos, se manteve discreto e persistente ao longo do tempo. Talvez pelo enriquecimento dos exemplos singulares narrados pelo sobrinho, papa são Gregório Magno, o qual, entretanto, nunca citou o ano do seu falecimento no século VI.

A Igreja Católica estabeleceu o dia 24 de dezembro para as homenagens litúrgicas de santa Tarsila, data transmitida pela tradição dos seus fiéis devotos.

Com informações Paulinas On line