30 de junho de 2011

Recurso do Prefeito de Altaneira ainda não chegou no TSE

Acompanhamento processual dos recursos de Altaneira no TSE 
Até o final do expediente de ontem (29/06) o Agravo de Instrumento apresentado pelo Prefeito de Altaneira em face da decisão da Presidência do TRE de não admitir o Recurso Especial que visa o seu retorno ao cargo ainda não chegou ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE em Brasília.

Conforme se vê pelo extrato de acompanhamento processual apenas 4 recursos relacionados ao Município de Altaneira estão registrados todos eles indeferidos pela Corte Superior.

O Advogado Idelgardo Alencar disse que aguarda com ansiedade o sorteio do Relator para o recurso, pois dependendo do Ministro sorteado o processo pode ter uma tramitação mais rápida em Brasília e as eleições seriam realizadas no início do próximo semestre.

Para o  Advogado Juraci Rufino que acompanhou toda a tramitação a interposição do Agravo de Instrumento é apenas uma medida protelatória, uma vã tentativa da não realização das eleições suplementares.

Diz ainda o advogado, que é filho do Ex-Prefeito Oliveira Rufino, que se o agravo for sorteado para o Ministro Marco Aurélio será indeferido de plano, uma vez que aquele magistrado entende que as novas regras do Agravo não se aplicam ao Processo Eleitoral.

Transcrevemos a seguir decisão do Ministro Marco Aurélio nos autos do Processo: AI 223283 PR, publicado no DJE - Diário da Justiça Eletrônico, em 01/04/2011, Página 28-29, vejamos:

"O Código Eleitoral contém regência específica quanto ao agravo de instrumento visando à subida do recurso especial. Confiram o disposto no artigo 279. A formação do instrumento constitui-se elemento inibidor da interposição de recurso, pois incumbe à parte, no prazo assinado em lei, indicar as peças a serem trasladadas.

Veio à balha, em setembro de 2010, a Lei nº. 12.322. O intróito dessa norma revela-a destinada a reger o agravo de instrumento interposto contra decisão de trancamento de recurso extraordinário ou especial. A Lei nova alterou o Código de Processo Civil, e não o Código Eleitoral, e é explícita no tocante aos citados recursos. Descabe entender que, na referência ao recurso especial, insere-se o eleitoral, de mesma nomenclatura. Repita-se: surgiu disciplina considerado o Código de Processo Civil, e não o Eleitoral.

Mais do que isso, no § 4º do artigo 544, na redação conferida pelo artigo 1º da citada Lei, há alusão ao Supremo e ao Superior Tribunal de Justiça. O silêncio quanto ao Tribunal Superior Eleitoral é eloquente. Resultou fruto do fato de os recursos eleitorais não serem regidos pelo Código de Processo Civil, mas sim pelo Código Eleitoral.

Manifesto-me, então, no sentido de não ser a Lei nº 12.322/2010 aplicável ao agravo de instrumento eleitoral, por gerar um automatismo, a meu ver, inconveniente, facilitando a interposição do agravo e, o que é pior, com a subida imediata do processo dito principal."

Assim concluiu o Ministro, a sua decisão:

"Aliás, a referida Lei inverteu a ordem natural das coisas. É sabido que a percentagem de sucesso com agravo de instrumento é mínima. Pois bem, ao invés de a execução provisória fazer-se sem despesas maiores para o vencedor na origem, terá ele que providenciar a formação de instrumento. São discutíveis a conveniência e a oportunidade no contexto da mencionada Lei."  (o destaque e o grifo é nosso)

Coligação pede afastamento de prefeito e nova eleição direta

Vista parcial da cidade de Jardim-CE
A Coligação Unidos por um Jardim Melhor apresentou requerimento de urgência ao Presidente do Tribunal Superior Eleitoral - TSE, ministro Ricardo Lewandowski, solicitando que a Corte determine ao Tribunal Regional Eleitoral do Ceará - TRE-CE a imediata execução de decisão do TSE que manteve a cassação de Fernando Neves Pereira da Luz e de seu vice Etelvino Bringel, por prática de abuso de poder nas Eleições 2008.

Afirma a coligação que até hoje o prefeito e seu vice permanecem nos cargos, apesar do Plenário do TSE já ter julgado e negado recurso apresentado pelos acusados. A coligação pede que o prefeito seja afastado e que a corte regional marque nova eleição para a escolha do novo prefeito de Jardim.

A coligação e José Tavares Coutinho Júnior informam que apresentaram recurso contra expedição de diploma contra Fernando Neves Pereira e seu vice, que foi provido pelo Tribunal Regional do Ceará.

Acrescentam que essa decisão foi posteriormente mantida pelo TSE ao negar recurso especial dos denunciados. O TSE entendeu que houve, no caso, abuso de poder praticado pelo então prefeito de Jardim e pelos candidatos a prefeito e vice por ele apoiados.

Segundo a coligação, mesmo após o acórdão do TSE, o prefeito e o vice cassados permanecem "ainda ilegalmente" em seus cargos.

Diante disso, os autores do requerimento pedem ao presidente do TSE a imediata formação de autos suplementares para remessa ao Tribunal Regional do Ceará para a execução da decisão, com o afastamento do prefeito e do vice e convocação de eleição direta para os cargos no prazo de 20 a 40 dias, sob pena de descumprimento do acórdão da Corte Superior.

Com informações O Povo Online

29 de junho de 2011

Vereador Professor Adeilton critica falta de apoio ao Furdunço

Imagem capturada do vídeo da TV Verdes Mares Cariri
Recebemos mensagem do Vereador Adeilton criticando a falta de apoio do Governo Municipal de Altaneira ao Grupo Furdunço.

Denuncia, ainda, o vereador que os quadrilheiros estão sendo transportados por favores de outros Prefeitos da região e fazendo de tudo um pouco pra manter o grupo forte e representar Altaneira em diversas partes do nosso Estado de forma séria e positiva.

Diz, ainda, que mesmo sem receber nenhum apoio dos atuais gestores do Municipio, o vem conseguindo boas colocações em nossa região, citando:
2º. colocado em Crato - Prêmio de R$ 5.000,00.
3º. colocado em Nova Olinda - Prêmio R$ 1.000,00.
3º. colocado em Varzea Alegre. Prêmio R$ 1.000,00.

“Com a falta de apoio dos Prefeitos e com muito apoio popular, os membros do Arraiá do Furdunço, transformaram as decepções e os 'nãos' em energias positivas, realizando apresentações na base do sacrificio. Mais uma vez o Furdunço é noticia na imprensa do Estado, no Brasil e no mundo. Vamos em frente Furdunço” disse o parlamentar

O Vereador refere-se a matéria veiculada do Telejornal da TV Verdes Mares Cariri sobre o Festival Junino de Várzea Alegre que destacou a participação dos quadrilheiros altaneirenses, disponibilizada no Portal G1.

Prefeito em exercício participa de Audiência Pública para discussão de divisas municipais

Prefeito em Exercício Raimundim, Secretário de Governo Ariovaldo Soares e o Lider Comunitário Vicente Maximino no Plenário da Assembléia Legislativa
O Prefeito em exercício do Município de Altaneira participou na manhã desta segunda-feira (27/06), de audiência pública realizada no Plenário da Assembleia Legislativa onde foi discutido e lançado oficialmente a força-tarefa para acabar com as zonas de litígio intermunicipais do Ceará.

Os trabalhos serão realizados pela Comissão de Triagem, Elaboração de Projetos e Criação de Novos Municípios da AL, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística -IBGE e Instituto de Desenvolvimento Agrário - IDACE. A expectativa é de que um mapa com os limites atualizados do Estado seja lançado no fim de 2012.

Autor do requerimento que originou a atividade e coordenador da mobilização, o deputado Neto Nunes (PMDB) disse que 70% do nosso território sofre com a indefinição de divisas. Segundo ele, alguns impasses já duram mais de meio século. Levantamento prévio feito pela comissão da Assembleia indicou litígios em 48 cidades. “Isso faz com que várias comunidades não tenham acesso ao básico garantido constitucionalmente”, explicou o peemedebista.

O Prefeito de Aratuba, Júlio César Lima Bastos, representou a Associação dos Municípios e Prefeitos do Ceará - APRECE e considerou fundamental o envolvimento da AL no tema, especialmente quando não houver acordo entre as prefeituras e for necessária a realização de plebiscito para definir a qual cidade o distrito/localidade pertence. “Mas também não podemos mais nos pautar numa cartografia de 1957, que tem distorções”, considerou.

O chefe do IBGE no Estado, Francisco José Moreira Lopes, ressaltou o impacto da delimitação correta dos territórios na coleta de dados para os censos, que buscam retratar o perfil dos brasileiros em seus mais variados aspectos. Ele admitiu a necessidade da atualização dos dados referentes às áreas dos 184 municípios. “Sessenta anos depois da primeira verificação, com o aumento da população e a conurbação (unificação da malha urbana de duas ou mais cidades), algumas localidades estão encravadas em outros municípios”, frisou.

O superintendente do Idace, Ricardo Durval Eduardo de Lima, revelou que o órgão está debruçado num mapeamento minucioso de todos os imóveis do Ceará – e não apenas população. Trabalhos esses previstos para finalizarem em 2013. De acordo com ele, trata-se da maior atividade do gênero da América do Sul, com 68% do Estado submetido à varredura até agora. “Já temos cerca de três milhões de coordenadas georreferenciadas. Cada imóvel terá suas coordenadas”, adiantou.

Já o diretor-geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará  -IPECE, Flávio Ataliba Barreto, garantiu que o Estado alcançará o mesmo nível de detalhamento de divisas existente hoje em Santa Catarina. A mobilização encabeçada pela Assembleia espelha-se na força-tarefa capixaba.

Ele citou a existência de um projeto em análise na Secretaria do Planejamento e Gestão  -SEPLAG para modificar a base cartográfica utilizada no Ceará. “Hoje, ela é de 1 para 100 mil. Queremos parceria com o Exército para ser de 1 para 25 mil. Dará muito mais condição de definir os limites”, sublinhou. A implementação custaria R$ 17 milhões.

O Secretário de Governo Ariovaldo Soares disse que o Município irá pleitear a definição dos novos limites de Altaneira para resolver os impasses das comunidades Amburana, Taboquinha e Poças.

O Secretário disse ainda que a Procuradoria Geral do Município já está estudando as medidas legais a serem adotadas.



Com informações da Assessoria de Imprensa da ALCE

Santos do Dia: São Pedro e São Paulo

São Pedro e São Paulo
Seculo I
A solenidade de são Pedro e de são Paulo é uma das mais antigas da Igreja, sendo anterior até mesmo à comemoração do Natal. Já no século IV havia a tradição de, neste dia, celebrar três missas: a primeira na basílica de São Pedro, no Vaticano; a segunda na basílica de São Paulo Fora dos Muros e a terceira nas catacumbas de São Sebastião, onde as relíquias dos apóstolos ficaram escondidas para fugir da profanação nos tempos difíceis. 

E mais: depois da Virgem Santíssima e de são João Batista, Pedro e Paulo são os santos que têm mais datas comemorativas no ano litúrgico. Além do tradicional 29 de junho, há: 25 de janeiro, quando celebramos a conversão de São Paulo; 22 de fevereiro, quando temos a festa da cátedra de São Pedro; e 18 de novembro, reservado à dedicação das basílicas de São Pedro e São Paulo.

Antigamente, julgava-se que o martírio dos dois apóstolos tinha ocorrido no mesmo dia e ano e que seria a data que hoje comemoramos. Porém o martírio de ambos deve ter ocorrido em ocasiões diferentes, com são Pedro, crucificado de cabeça para baixo, na colina Vaticana e são Paulo, decapitado, nas chamadas Três Fontes. Mas não há certeza quanto ao dia, nem quanto ao ano desses martírios.

A morte de Pedro poderia ter ocorrido em 64, ano em que milhares de cristãos foram sacrificados após o incêndio de Roma, enquanto a de Paulo, no ano 67. Mas com certeza o martírio deles aconteceu em Roma, durante a perseguição de Nero.

Há outras raízes ainda envolvendo a data. A festa seria a cristianização de um culto pagão a Remo e Rômulo, os mitológicos fundadores pagãos de Roma. São Pedro e são Paulo não fundaram a cidade, mas são considerados os "Pais de Roma". Embora não tenham sido os primeiros a pregar na capital do império, com seu sangue "fundaram" a Roma cristã. Os dois são considerados os pilares que sustentam a Igreja tanto por sua fé e pregação como pelo ardor e zelo missionários, sendo glorificados com a coroa do martírio, no final, como testemunhas do Mestre.

São Pedro é o apóstolo que Jesus Cristo escolheu e investiu da dignidade de ser o primeiro papa da Igreja. A ele Jesus disse: "Tu és Pedro e sobre esta pedra fundarei a minha Igreja". São Pedro é o pastor do rebanho santo, é na sua pessoa e nos seus sucessores que temos o sinal visível da unidade e da comunhão na fé e na caridade.

São Paulo, que foi arrebatado para o colégio apostólico de Jesus Cristo na estrada de Damasco, como o instrumento eleito para levar o seu nome diante dos povos, é o maior missionário de todos os tempos, o advogado dos pagãos, o "Apóstolo dos Gentios".

São Pedro e são Paulo, juntos, fizeram ressoar a mensagem do Evangelho no mundo inteiro e o farão para todo o sempre, porque assim quer o Mestre.


Com informações Paulinas On line

28 de junho de 2011

Mais uma derrota do Prefeito de Altaneira na Justiça Eleitoral

Pleno do Tribunal Regional Eleitoral - TRE julgou ontem (27/06) o segundo Recurso do prefeito afastado de Altaneira. Por 4 votos a 1 o TRE negou provimento ao recurso e manteve a inelegibilidade aplicada pelo Juiz Eleitoral.

Votou pelo provimento do Recurso do Prefeito apenas o Jurista Cid Marconi que também havia votado pela procedência do primeiro Recurso em julgamento anterior.

Os demais membros do TRE votaram contrário ao Relator e mantiveram a inelegibilidade do prefeito, de seu vice e do chefe de almoxarifado da Prefeitura por oito anos. Na prática o Prefeito só poderia ser candidato em 2020.

Um fato que causou estranheza é que não apareceu nenhum advogado para sustentar a defesa no prefeito em Plenário.

O prefeito está afastado do cargo há quase cinco meses.

Entenda o caso:

O juiz da 53ª. Zona Eleitoral, Domingos José da Costa, em Sentença proferida  no dia 24 de fevereiro de 2010, julgou procedente representação do Ministério Público e declarou a inelegibilidade do prefeito, Antônio Dorival de Oliveira (PSDB), e seu vice, Francisco Fenelon Pereira (PSDB) e do Chefe do Almoxarifado da Prefeitura Lourival da Silva Bizerra.

O magistrado considerou que Prefeito e vice teriam se utilizado ilegalmente da máquina administrativa, durante a campanha eleitoral de 2008.

Prefeito e vice-prefeito foram acusados de fazer uso pessoal dos vales-combustível do Município, assinados Chefe do Almoxarifado da Prefeitura. O Magistrado entendeu que os automóveis teriam sido abastecidos com dinheiro público - por meio dos vales - para transportar eleitores até os comícios, na campanha eleitoral de 2008.

Os advogados do Prefeito apresentaram Recurso junto ao TRE sendo que o processo permaneceu parado até o inicio do mês de maio.

O Relator votou pelo provimento do Recurso e pelo afastamento da pecha de inelegibilidade, no entanto os demais juizes seguiram parecer do Ministério Público Eleitoral e confirmaram a sentença de primeiro grau, mantendo a inelegibilidade.

Recurso do Prefeito de Altaneira foi encaminhado ao TSE

Acompanhamento Processual do Recurso do Prefeito de Altaneira
A Presidência do Tribunal Regional Eleitoral – TRE-CE enviou na tarde de ontem, (27/06) o Agravo de Instrumento do Prefeito de Altaneira para análise do Tribunal Superior Eleitoral – TSE em Brasília.

Através desse novo Recurso pretende a defesa do prefeito afastado que o outro Recurso que não foi admitido pelo TRE-CE seja analisado pelo TSE.

Um dos argumentos usado pela Presidência do TRE foi de que o Prefeito pretende rediscutir prova o que é inviável em sede de Recurso Especial.

O recurso do Prefeito será  distribuído a um novo Ministro, uma vez que o Ministro passarinho que recebia os recursos de Altaneira foi aposentado no final de abril.

Dependendo do Ministro que receber o Recurso a tramitação será breve ou um pouco mais longa. O Ministro Marco Aurélio tem indeferido todos os recursos dessa espécie.

Nessa primeira fase não existe possibilidade de concessão de liminar para retorno do Prefeito afastado.

Acompanharemos a distribuição do processo em Brasília e informaremos aqui o nome do Ministro sorteado para analisar o recurso.

Santo do Dia: Santo Atílio


Santo Atílio
162-177

A Igreja sofreu, no início dos tempos, perseguições por parte dos imperadores. E era, ao mesmo tempo, dilacerada pelas heresias que proliferavam por todas as partes, que ameaçavam sua unidade na fé.

Os cristãos das comunidades cristãs de Viena e Lyon foram barbaramente atingidos por uma dessas perseguições. Ela foi decretada pelo imperador Marco Aurélio e atingiu o auge de sua violência em 177, quando chegou à diocese de Lyon, na França.

Os sobreviventes dessa comunidade, cuja maioria procedia da Ásia Menor dirigiram aos cristãos de lá uma circular relatando em detalhes tudo o que aconteceu e como muitos deles foram martirizados numa das mais terríveis matanças da história do cristianismo.

Perseguidos nas casas, nas praças e banhos públicos, os cristãos começaram a ser agredidos e encarcerados. Submetidos a julgamentos em praças públicas, eram condenados à morte. Algumas mortes foram imediatas, para acabar com a liderança. Mas muitos cristãos foram reservados aos espetáculos no anfiteatro, como ocorreu com Atílio.

Ele era um jovem diácono, pouco mais de quatorze anos. Sua família era de nobres da região do Lazio, na Itália. Aliás, o nome Atílio é o diminutivo de Átalo, originário do sabino antigo, muito freqüente na localidade.

Segundo consta, o presidente do tribunal decidiu reservar o jovem Atílio para ser julgado por último. Queria que ele renegasse a fé, servindo-lhe de troféu para ser enviado ao imperador. Por isso o suplício de Atílio foi longo. Ele teve de assistir a tudo, até quando o seu bispo, Fotino, já ancião, foi agredido e agonizou por dois dias até morrer, mas sem renegar a Cristo.

Depois, Atílio presenciou, no Circo, o martírio de outros companheiros, que foram açoitados com varas e depois entregues às feras. Foram quarenta e oito mártires, que morreram em dias diferentes. Até que, finalmente, no dia 28 de junho, ele também foi sentenciado à morte, porque não renegou a fé cristã.

Atílio morreu queimado sentado numa cadeira de ferro colocada no centro do Circo, num bárbaro espetáculo pagão. Durante a noite, cristãos ainda sobreviventes conseguiam recolher partes dos corpos que restavam e os enterravam secretamente, como fizeram com aquelas do jovem diácono Atílio.

Passada a perseguição, todos foram recolhidos e enterrados naquela que seria, mais tarde, a catedral de Lyon. O culto desses mártires começou logo após, numa solenidade grandiosa que se chamou "festa das Maravilhas". Com a reforma do Martirológio Romano, os mártires cuja identificação era precisa receberam celebração individual. No caso de santo Atílio, ele é festejado no dia 28 de junho.

Com informações Paulinas On line

27 de junho de 2011

Direto do Plenário do TRE: Recurso do Prefeito de Altaneira na pauta de Julgamentos

Acompanharemos a partir desse momento a Sessão do Tribunal Regional Eleitoral – TRE.

Consta na Pauta de Julgamento o Recurso do Prefeito de Altaneira no processo que decretou a sua inelegibilidade paras as próximas eleições. Faremos a transmissão dos fatos em tempo real.

Para atualizar a informação clique AQUI.



18:25 – O TRE, por maioria de votos (4x1), decidiu pela manutenção da Sentença de primeiro grau, vencido o Relator 0 Dr. Cid Marconi. Fica mantida a inelegibilidade do Prefeito de Altaneira.

18:13 – Mantendo posição dos recursos anteriores, 0 Dr. Cid Marconi vota pela procedência do recurso do Prefeito e pelo afastamento da inelegibilidade;


18:00 – O Dr. Cid Marconi inicia a leitura do seu voto, uma vez que não apareceu nenhum advogado do Prefeito para sustentação oral de defesa;


17:50 – O Procurador Eleitoral apresenta o Parecer oral, opinando pela confirmação da Sentença do Juiz Eleitoral;



17:40 – O Dr. Cid Marconi apresenta nesse momento o Relatório;

17:33 – Aberta a Sessão, o Pleno julga recurso do Ex-Prefeito de Assaré em que lhe foi aplicada multa por conduta vedada;



17:13 – Ainda aguardando o início da Sessão;


16:40 – A Sessão Plenária ainda não foi aberta. No Plenário apenas os Juízes Raimundo Nonato e Cid Marconi;


16:13 – Aguardando a abertura dos trabalhos;

Parada Pela Diversidade Sexual: festa para todos os públicos

A Parada pela Diversidade Sexual
em Fortaleza – foto Edimar Soares
Cerca de um milhão e duzentas mil pessoas prestigiavam o evento de ontem. O trio da Atrac era um dos seis que desfilaram – o público viu ainda o carro do Grupo de Resistência Asa Branca (Grab), um da Coordenadoria Estadual LGBT, o trenzinho do projeto Arte de Amar e dois trios de boates. 

“A parada é irreverente também, mas nosso objetivo é que ela seja um evento de visibilidade, que as bandeiras das lutas sejam mais visíveis”, frisou Francisco Pedrosa, presidente do Grab. E lembrou: o tema deste ano é Unidos e unidas somos mais fortes, pela aprovação do PLC 122/2006 Já!. 

Segundo o Grupo de Resistência Asa Branca, que organiza a Parada pela Diversidade Sexual desde a sua primeira edição, só em 2010 foram assassinados 260 lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais no Brasil, em crimes motivados pela orientação sexual ou identidade de gênero das vítimas.

O PLC 122 versa sobre a criminalização da homofobia, fazendo dela crime assim como o racismo. Além da festa, a parada é também um ato político. “Ah, eu acho que é tudo: festa, pra dizer que a gente é homossexual”, englobou Michelle Victor, 32. Cabeleireira, ela se traveste de dia e de noite, coragem que nem todo mundo tem. “Olha, eu fico indignada com quem discrimina a gente”, lamentou Suelle Victória, 29. “Alguns amigos meus queriam vir montado, mas foram influenciados por outros”. Já Michelle trocou a Parada de São Paulo por Fortaleza, que neste 2011 aconteceram, por coincidência, no mesmo dia. “Lá é mais gente, mais homem. Mas eu estou adorando porque gosto mesmo do babado”.

Pouco à frente dela, um rapaz magrinho se abaixava e protegia os cabelos. “Ai minha escova!”. Do outro lado, uma fileira de homens e mulheres de branco e rosas na mão: com elas jogavam água de cheiro nos passantes. “A água é para abrir os caminhos de todos aqueles que estão aqui”, explicou Emerson Caetano, umbandista. Este é o Ano Internacional dos Afro Descendentes, e por isso o convite. Aliás, não só: “Na umbanda, não tem preconceito. Somos humanos antes de sermos brancos, pretos, gays, heteros, baixos ou altos. Não vai ser eu que vou julgar”, explicou a Mãe Índia, responsável pela casa Cabocla Jurema, no bairro Itaperi. Do alto do trio elétrico da Atrac, a mestre de cerimônia gritava: “Um beijo no coração da cidade, enfim, de um modo geral”.

A Parada pela Diversidade Sexual acontece sempre no último domingo de junho, pela proximidade com o dia 28, Dia Mundial da Consciência Homossexual. A data foi motivada pela reação de um grupo norte-americanos de homossexuais contra a violência, no episódio conhecido como Levante de Stone Wall. Isso aconteceu há 42 anos.


Com informações O Povo Online

Santo do Dia: São Cirilo de Alexandria


São Cirilo de Alexandria
370-444

Cirilo nasceu no ano de 370, no Egito. Era sobrinho de Teófilo, bispo de Alexandria, e substituiu o tio na importante diocese do Oriente de 412 até 444, quando faleceu aos setenta e quatro anos de idade.

Foram trinta e dois anos de episcopado, durante os quais exerceu forte liderança na Igreja, devido à rara associação de um acurado e profundo conhecimento teológico e de uma humildade e simplicidade próprias do pastor de almas. Deixou muitos escritos e firmou a posição da Igreja no Oriente. Primeiro, resolveu o problema com os judeus que habitavam a cidade: ou deixavam de atacar a religião católica ou deviam mudar-se da cidade. Depois, foi fechando as igrejas onde não se professava o verdadeiro cristianismo.

Mas sua grande obra foi mesmo a defesa do dogma de Maria, como a Mãe de Deus. Ele se opôs e combateu Nestório, patriarca de Constantinopla, que professava ser Maria apenas a mãe do homem Jesus e não de Um que é Deus, da Santíssima Trindade, como está no Evangelho. Por esse erro de pregação, Cirilo escreveu ao papa Celestino, o qual organizou vários sínodos e concílios, onde o tema foi exaustivamente discutido. Em todos, esse papa se fez representar por Cirilo.

O mais importante deles talvez tenha sido o Concilio de Éfeso, em 431, no qual se concluiu o assunto com a condenação dos erros de Nestório e a proclamação da maternidade divina de Nossa Senhora. Além, é claro, de considerar hereges os bispos que não aceitavam a santidade de Maria.

Logo em seguida, todos eles, ainda liderados por Nestório, que continuaram pregando a tal heresia, foram excomungados. Contudo as idéias "nestorianas" ainda tiveram seguidores, até pouco tempo atrás, no Oriente. Somente nos tempos modernos elas deixaram de existir e todos acabaram voltando para o seio da Igreja Católica e para os braços de sua eterna rainha: Maria, a Santíssima Mãe de Deus.

Cultuado na mesma data por toda a Igreja Católica, do Oriente e do Ocidente, são Cirilo de Alexandria, célebre Padre da Igreja, bispo e confessor, recebeu o título de doutor da Igreja treze séculos após sua morte, durante o pontificado do papa Leão XIII.

Com informações Paulinas On line



26 de junho de 2011

O Comentário que virou Postagem

Recebi com tristeza comentário anônimo no Blog Ponto-Chave, o internauta levanta uma questão realmente interessante, pena que não tenha coragem de aparecer.

Considerando, ainda, que algumas pessoas não sabem logar para comentar decidi fazer uma análise daquele texto e tentar responder as indagações ali levantadas.

O comentário aprovado pelo administrador do Blog, foi feito em relação ao artigo do professor Carlos Tolovi  "A POLÍTICA DE ALTANEIRA: O QUE MUDOU?"

Diz o internauta: “...Uma coisa interessante, por que o blog de ALTANEIRA é só para uma pessoa postar o que ele quer? Postar o ponto de vista dele de Altaneira? Pois existem críticos em Altaneira que tem outro ponto de vista de Altaneira, Por que não tem mais pessoal para postarem seu ponto de vista de altaneira, Por quê? POR QUE NO BLOG É DA CIDADE ALTANEIRA, É NÃO DE FULANO.
OBS: NÃO SOU DE NENHUM PARTIDO, NÃO VOTO EM PARTIDO “A“ E NEM “B“, SOU UM INDIVÍDUO DENTRO DE ALTANEIRA.” (SIC)

Gostaria de deixar registrado que a definição de Blog ainda não é consensual, no entanto a mais aceita é a seguinte: "Blog é um registro cronológico e frequentemente atualizado de opiniões, emoções, fatos, imagens ou qualquer outro tipo de conteúdo que o autor queira disponibilizar".

Informo ao navegante anônimo e aos demais leitores que todas as mensagens e ou artigos encaminhadas ao Blog de Altaneira foram publicadas, exceção as anônimas e as de cunho ofensivo ou discriminatório.

Em relação ao artigo do professor Carlos Tolovi, não foi enviado ao nosso Blog e digo que concordo com quase tudo que ele escreveu, mas só tomei conhecimento do texto nesse momento.

Deixo registrado que o personalismo não nunca foi e nunca será nossa marca, tem pessoas mais personalistas e egoístas opinando sobre a política de Altaneira, sem que nenhuma atitude concreta seja adotada.

O artigo do Professor Carlos merece sim uma reflexão e uma análise mais aprofundada da situação, lembrando que o prefeito em exercício, não foi eleito pelo povo, é governo provisório, não se pode exigir mudança de uma estrutura de 50 anos em 5 meses, no entanto, alguns erros já se poderiam ser corrigidos.

Para quem não leu o Artigo do professor Tolovi clique no endereço abaixo:

http://ponto-chave.blogspot.com

Juazeiro do Norte é polo de desenvolvimento regional

Grandes redes estão se instalando como
o Atacadão - fotos: Elizângela Santos
O crescimento desta cidade tem sido o principal foco dos novos investidores. A "meca" dos nordestinos jamais experimentou em sua história, nos quase 100 anos de existência, tanta especulação imobiliária. O comércio emprega como nunca. Os setores de serviços dão uma nova cara a cidade. A construção civil avança, sendo colocada como reflexo e propulsora desse novo horizonte. A cidade se tornou referência em desenvolvimento e com características peculiares. A religiosidade e o trabalho são marcas contínuas, apregoadas pelo Padre Cícero, o grande mentor desse processo.

A localização geográfica é um dos motivos do Município ter se tornado polo de atração de novos investimentos. Juazeiro do Norte é uma metrópole de médio porte, com quase 250 mil habitantes. As romarias se instalam nas ruas. Todos os dias. E não são apenas de romeiros, mas de consumidores da macrorregião, que movimentam a cidade.

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio (Sindilojas), Francisco Alberto Bezerra, essa nova realidade vem acompanhada de um importante requisito para consolidar esse processo, que é o polo educacional, com universidades públicas e particulares. São mais de cinquenta cursos, inclusive voltados para o aperfeiçoamento de profissionais do comércio.

Hoje, as grandes redes atacadistas e do varejo no Brasil se instalam na cidade compondo o processo desenvolvimentista. Juazeiro, para o professor Micaelson Lacerda, do Departamento de Economia da Universidade Regional do Cariri (Urca), vivencia um momento de intenso crescimento econômico. Segundo ele, isso ocorre acima da média do Estado. Entre 2004 e 2008 tornou-se a terceira economia mais importante do Ceará, ultrapassando os Municípios de Caucaia e Sobral que estão mais próximas da Capital.

Entre os setores mais significativos, os serviços constituem-se em importante setor que impulsiona a atividade econômica. "É o Município do Ceará que possui maior participação do setor de serviços em sua economia, em torno de 80%", ressalta Micaelson. Ele cita também a consolidação de polo universitário, os serviços de saúde, com a criação do Hospital Regional do Cariri, e o comércio em geral, atacado e varejo. É também o setor que mais gera empregos diretos.

Já não se fala mais de um comércio pequeno, mas de grandes redes que se instalam. Esse exemplo vem sendo seguido por grandes nomes. Depois do Atacadão, da rede francesa Carrefour, agora é a vez do Hiperbompreço, do Grupo Walmart, que também trará outro empreendimento do varejo, o Maxx. As Lojas Americanas vieram na dianteira desse processo. Depois da inauguração da primeira unidade da rede no Cariri Shopping, passou a ser "case" nacional, pelo potencial de vendas. Em seguida, instalou mais duas lojas, uma em Crato e outra no Centro de Juazeiro.

Já o Atacadão atrai um público consumidor de várias cidades do Brasil. Segundo o diretor do Sindilojas do Crato, Duda Alencar, é uma das primeiras em destaque de vendas da rede, com mais de 50 lojas. O Hiperbompreço chega acompanhado de uma rede de pequenas lojas. O espaço em que se instala, Cariri Open Mall, ofertará serviços aos clientes da região. A inauguração acontece antes do centenário da cidade. Sem falar em novos investimentos em redes bem mais amplas, que envolvem desde a duplicação do Cariri Shopping, até a construção de novos centros de compras.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, a âncora desse processo veio de uma idealização do Padre Cícero. Hoje, segundo ele, esse espaço vem sendo disputado por investidores de grandes redes, com preços de áreas que se equiparam a espaços privilegiados da Capital. Para ele, esse é um crescimento irreversível.

O maior número de vagas ofertadas atualmente pelo Sine/IDT é de vendedor varejista e atacadista. O que mostra que com todo o processo de desenvolvimento das indústrias, este setor tem uma prevalência fundamental dentro da dinâmica da economia local.

Para o professor Micaelson, que estuda o processo econômico regional, Juazeiro do Norte funciona como polo de desenvolvimento para os Municípios do Sul do Estado do Ceará e regiões circunvizinhas, acompanhado por Crato e Barbalha. Ele explica que "é um polo atrator e irradiador de investimentos no sul do Ceará. Por essa característica foi um dos Municípios que mais absorveu investimentos dentro da política de atração de empresas do governo estadual fora da Região Metropolitana de Fortaleza, contribuindo para desconcentração econômica em relação à Capital do Estado", avalia.

Os reflexos do crescimento econômico de Juazeiro sobre os demais Municípios da Região Metropolitana do Cariri (RMC), conforme Micaelson, dependerão de planejamento, que envolve a condição do governo estadual em efetivar o Conselho de Desenvolvimento e Integração e o Fundo de Desenvolvimento e Integração da RMC. "Somente nessa perspectiva é que o governo estadual pode esperar pelo resultado desejado, de tornar esse espaço uma alternativa regional, capaz de compartilhar com Fortaleza a atração de população, equipamentos, serviços e investimentos públicos e privados", diz. Mas vem o alerta: caso contrário, podemos esperar por um crescimento bastante concentrado de Juazeiro em relação aos outros Municípios da região. Mas todo esse processo vem exigindo do mercado o que não é muito diferente das capitais: qualificação.

Segundo a gerente do Sine/IDT de Juazeiro do Norte, Conceição Araújo, para algumas vagas destinadas não há sequer cursos ainda na região, como o de Engenheiro do Trabalho. Para outros, falta mesmo profissional preparado e com disponibilidade para as vagas existentes. Em todo esse processo, Micaelson diz que o Padre Cícero é, sem dúvida, o responsável pela forma e conteúdo que caracterizam e singularizam Juazeiro. "Mais do que a qualquer poder público, municipal ou estadual, devemos a esse sacerdote o desenvolvimento e a visibilidade que a cidade conseguiu adquirir ao longo do tempo", destaca.

Os serviços constituem-se em importante setor que impulsiona a atividade econômica do Município. De forma específica, os setores de calçados, borracha e plástico, de máquinas de costura, de folheados, constituem-se também em setores que impulsionam a economia local. Sem esquecer a importância do turismo (religioso, ecológico e científico), com o Geopark Araripe.

Santo do Dia: São Vigílio


São Vigílio
Seculo IV

Vigílio nasceu em Roma e vivia com a família na belíssima região montanhosa trentina. Ele foi consagrado bispo de Trento por Ambrósio, que era bispo de Milão e tinha autoridade por todo o norte da Itália.

Quando de sua consagração, o papa era Sirício, um enérgico defensor do primado romano por toda a comunidade cristã. Vigílio já havia declarado em diversas correspondências que "o apóstolo Pedro em pessoa sobrevive no bispo de Roma". Mas mesmo assim o papa permitia que Ambrósio tivesse total autonomia de poder pelo norte da Itália, pois ali a estrutura cristã não estava muito bem consolidada. Ambrósio era o terceiro bispo de Trento e parte importante desse território ainda não estava evangelizada.

Vigílio engajou-se de corpo e alma, sob tutela de Ambrósio, a combater e erradicar o paganismo de sua região. Para auxiliá-lo, recebeu mais três sacerdotes missionários, Sisínio, Martiro e Alessandro, todos vindos do Oriente. Assim, os trabalhos avançavam, pois percorriam todas as localidades pregando e catequizando a população.

Ele se tornou respeitado pelo seu estilo humilde e servil, pelo caráter reto e justo, e por sua amizade e caridade sem distinção. Dessa forma, Vigílio conseguiu a conversão de muitas aldeias e cidades pagãs, fazendo, por outro lado, muitos inimigos também.

Depois de dez anos de trabalho missionário, uma tragédia ocorreu. Uma discórdia em Sanzeno, entre os seguidores dos antigos cultos pagãos e um cristão que se negava a venerar Saturno, acabou colocando parte da população contra os três missionários, auxiliares de Vigílio. Eles foram mortos e queimados.

Mesmo diante dessa fatalidade, Vigílio não mudou seu comportamento. Humildemente, perdoou as pessoas que cometeram tais atrocidades e recolheu as relíquias dos mártires missionários, enviando-as para Constantinopla e Milão. O seu lema sempre fora "vencer sucumbindo", por isso não esmoreceu, aplicando-o durante toda a sua vida sacerdotal.

O bispo Vigílio morreu no dia 26 de junho de 405. Segundo uma antiga tradição sobre seu martírio, ele teria sucumbido após ter recebido alguns coices de cavalo, no Vale Rendena. Como não foi socorrido, agonizou até a morte.

Suas relíquias mortais estão sob a guarda da catedral da diocese de Trento, onde são veneradas no dia do seu trânsito.

Com informações Paulinas On line



25 de junho de 2011

Quase 60% dos jovens brasileiros não se identificam com partidos


Marcha da Liberdade reuniu jovens em várias
cidades do país– foto Franklin de Freitas

Um levantamento divulgado na última semana pode acender uma “luz vermelha” nos partidos políticos do Brasil. De acordo com o estudo “Sonho Brasileiro”, realizado com cerca de 3.000 pessoas de 18 a 24 anos em 23 Estados, 59% dos brasileiros não têm preferência por uma legenda, embora a maioria dos jovens demonstre preocupação com causas coletivas.

Dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) obtidos pelo R7 mostram que o número de jovens ligados a partidos também não evoluiu nos últimos quatro anos. Em 2007, dos 11,6 milhões de eleitores filiados a partidos, 552,7 mil tinham idades entre 16 e 24 anos (4,5% do total). Já em 2011, entre 13,9 milhões de agremiados, apenas 442,1 mil declararam pertencer a essa faixa etária (3,1% do total) – os números, porém, podem variar, já que alguns eleitores deixaram de informar suas idades.

Para o pesquisador Gabriel Milanez, da agência Box1824, que fez o estudo em parceria com o instituto Datafolha, não é possível apontar apenas uma causa para essa falta de identificação com o sistema político atual, embora seja evidente que “os jovens se sentem cada vez menos representados pelos partidos existentes”.

O coordenador do Observatório Jovem, grupo de pesquisa da UFF (Universidade Federal Fluminense), Paulo Carrano, avalia que é difícil apontar uma mudança de comportamento, pois quase não há pesquisas das décadas passadas para se comparar. Para ele, é errado afirmar que os jovens não se interessam por política partidária, mas é possível entender porque muitos decidem defender suas bandeiras por conta própria.

- Os jovens se vinculam mais a causas e ideias, especialmente àquelas em eles podem participar diretamente, controlar de maneira mais ‘horizontal’ e menos hierarquizada que em instituições. A adesão a partidos significa um gasto de tempo, a tomada de uma posição em termos de adesão a um programa institucional que nem sempre se compreende, já que os partidos prometem uma coisa e fazem outra.


Do Portal R7

Ano com chuvas acima da média garante excelente safra


O açude Orós é um dos que sangraram com as boas
chuvas deste ano no Ceará – foto Rafael Cavalcante
Não se via tanto milho, feijão e arroz no interior cearense há, pelo menos, 15 anos. O balanço da quadra chuvosa de 2011 foi divulgado pela Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) ontem (24/11) e trouxe boas novas: no litoral Norte e de Fortaleza, no Cariri e no Sertão Central e dos Inhamuns, as chuvas entre fevereiro e maio deste ano ultrapassaram a média histórica. O resultado, além dos 29 açudes que sangraram, é a esperança do agricultor e do consumidor: a safra promete ser quase 25% maior do que o último recorde, em 2006.

A macrorregião com volume de chuvas mais surpreendente foi o Cariri, com desvio positivo de 11,9% em relação à média história. Quem ficou bem abaixo da média foi o Maciço de Baturité, com 14,3% negativos. Mas mesmo os menos agraciados foram salvos pelas chuvas de janeiro. Portanto o Maciço pode esperar boa colheita para este ano. O milho deverá contribuir com cerca de 70% da produção agrícola cearense.

Quando consideramos as chuvas-surpresa de janeiro, todas as macrorregiões cearenses apresentação números acima da média histórica. No Litoral de Fortaleza, em janeiro, choveu 383,4% acima do normal. O Cariri, em controverso, foi a localidade onde janeiro surpreendeu menos.

“As chuvas foram bem abundantes, bem distribuídas e com poucos veranicos (períodos de estiagem iguais ou superiores a quinze dias)”, esclarece Namir Mello, meteorologista da Funceme. Em algumas poucas localidades, no entanto, os escassos veranicos provocaram quebras de safra.

As chuvas regulares e bem servidas de janeiro a maio anunciam recorde em colheita de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2011 no Ceará. O último relatório elaborado pelo Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA) diz que a safra deve ser 22,7% maior que a de 2006, o último recorde. Milho, feijão e arroz encabeçam a lista dos cereais garantidos.

Pelos municípios afora, dos 134 açudes monitorados, 29 sangraram, inclusive o Orós, no Alto Jaguaribe, segundo maior reservatório de água do Estado. 40 estão com volume acima dos 90%. O Ceará reserva 84,7% da capacidade em açudes. As bacias Baixo Jaguaribe, Litoral, Coreaú, Acaraú, Alto Jaguaribe, Curu, Salgado, Banabuiú, Parnaíba e Médio Jaguaribe tiveram acréscimo no volume de água de 20,5% a 66,5%. Madeiro, Quixabinha e Atalho são os únicos açudes com menos de 30% da capacidade. No ano passado, apenas cinco açudes sangraram.

As consequências da quadra chuvosa cearense dão esperança e tranquilidade a agricultores e consumidores. Desde as precipitações surpresas em janeiro até o mês de maio, quando as chuvas começaram a arrefecer, os dias nublados trouxeram frutos.

BALANÇO DO ANO

Chuvas de janeiro a maio no Ceará:

Litoral Norte - 1.238,3 mm

Litoral do Pecém - 947,1 mm

Litoral de Fortaleza - 1.386,5 mm

Maciço de Baturité - 1.072 mm

Ibiapaba - 156 mm

Jaguaribana - 142,9 mm

Cariri - 141,5 mm

Sertão Central e Inhamuns - 157,2 mm

O Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA) é colegiado formado por instituições governamentais e não governamentais como a Universidade Federal do Ceará (UFC), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme).

Com informações o Povo Online

Santo do Dia: São Guilherme de Vercelli

São Guilherme de Vercelli
1085-1142
Guilherme nasceu em Vercelli, no ano de 1085, de uma rica família da nobreza francesa. Aos quinze anos, já vestia o hábito de monge e era um fervoroso peregrino. Percorreu toda a Europa visitando os santuários mais famosos e sagrados, pretendendo tornar-se um simples monge peregrino na Terra Santa. Foi dissuadido ao visitar, na Itália, João de Matera, hoje santo, que lhe disse, profeticamente, que Deus não desejava apenas isso dele. Contribuiu também, para sua desistência, o fato de ter sido assaltado por ladrões de estrada, que lhe aplicaram uma violenta surra.

O incidente acabou levando-o a procurar a solidão na região próxima de Avellino, na montanha de Montevergine. Era uma terra habitada apenas por animais selvagens, onde, segundo a tradição, um lobo teria matado o burro que lhe servia de transporte. Guilherme, então, teria domesticado toda a matilha, que passou a prestar-lhe todo tipo de auxílio.

Vivia como eremita, dedicando-se à oração e à penitência, mas isso durou pouco tempo. Logo começou a ser procurado por outros eremitas, religiosos e fiéis. Acabou fundando, em 1128, um mosteiro masculino, o qual colocou sob as regras beneditinas e dedicou a Maria, ficando conhecido como o Mosteiro de Montevergine.

Dele Guilherme se tornou o abade, todavia por pouco tempo, pois transmitiu o cargo para um monge sucessor e continuou peregrinando. Entretanto tal procedimento se tornou a rotina de sua vida monástica. Guilherme acabou fundando um outro mosteiro beneditino, dedicado a Maria, em Monte Cognato. Mais uma vez se encontrou na posição de abade e novamente transmitiu o posto ao monge que elegeu para ser seu sucessor.

Desejando imensamente a solidão, foi para a planície de Goleto, não muito distante dali, onde, por um ano inteiro, viveu dentro do buraco de uma árvore gigantesca. E eis que tornou a ser descoberto e mais outra comunidade se formou ao seu redor. Dessa vez teve de fundar um mosteiro "duplo", ou seja, masculino e feminino. Contudo criou duas unidades distintas, cada uma com sua sede e igreja própria.

E foi assim que muitíssimos mosteiros nasceram em Irpínia e em Puglia, como revelou a sua biografia datada do século XII. Desse modo, ele, que desejava apenas ser um monge peregrino na Terra Santa, fundou a Congregação Beneditina de Montevergine, que floresceu por muitos séculos. Somente em 1879 ela se fundiu à Congregação de Montecassino.

Guilherme morreu no dia 25 de junho de 1142, no mosteiro de Goleto. Teve os restos mortais transferidos, em 1807, para o santuário do Mosteiro de Maria de Montevergine, o primeiro que ele fundara, hoje um dos mais belos santuários marianos existentes. Em 1942, o papa Pio XII canonizou-o e declarou são Guilherme de Vercelli Padroeiro principal da Irpínia.

Com informações Paulinas On line



24 de junho de 2011

Câmara quer eleger Prefeito

Plenário da Câmara Municipal de Magé
A Câmara Municipal de Magé (RJ) entrou com mandado de segurança no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar suspender as eleições suplementares marcadas para o dia 17 de julho no Município.

A Casa Legislativa questiona decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro, que editou resolução para regulamentar as eleições suplementares para substituir o prefeito e o vice da cidade.

Na resolução, o TRE determinou a realização de eleições diretas, pois a cassação dos diplomas da prefeita Núbia Cozzolino (PMDB) e de seu vice ocorreu no primeiro biênio dos mandatos. Para a Câmara, no entanto, as eleições devem ser indiretas, realizadas pelos próprios vereadores.

“A realização de eleições diretas, no presente caso, viola direito líquido e certo do legislativo municipal, importando em usurpação de suas funções e ferindo a autonomia municipal, constitucionalmente assegurada”.

A Câmara pede ao TSE que seja observada a Lei Orgânica do Município.

Com informações da Folhapress

Santo do Dia: São João Batista

A Bíblia nos diz que Isabel era prima e muito amiga de Maria, e elas tinham o costume de visitarem-se. Uma dessas ocasiões foi quando já estava grávida: "Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança lhe estremeceu no ventre, e Isabel ficou repleta do Espírito Santo" (Lc 1,41). Ainda no ventre da mãe, João faz uma reverência e reconhece a presença do Cristo Jesus. Na despedida, as primas combinam que o nascimento de João seria sinalizado com uma fogueira, para que Maria pudesse ir ajudar a prima depois do parto.

Assim os evangelistas apresentam com todo rigor a figura de João como precursor do Messias, cujo dia do nascimento é também chamado de "Aurora da Salvação". É o único santo, além de Nossa Senhora, em que se festeja o nascimento, porque a Igreja vê nele a preanunciação do Natal de Cristo.

Ele era um filho muito desejado por seus pais, Isabel e Zacarias, ela estéril e ele mudo, ambos de estirpe sacerdotal e já com idade bem avançada. Isabel haveria de dar à luz um menino, o qual deveria receber o nome de João, que significa "Deus é propício". Assim foi avisado Zacarias pelo anjo Gabriel.

Conforme a indicação de Lucas, Isabel estava no sexto mês de gestação de João, que foi fixado pela Igreja três meses após a Anunciação de Maria e seis meses antes do Natal de Jesus. O sobrinho da Virgem Maria foi o último profeta e o primeiro apóstolo. "É mais que profeta, disse ainda Jesus. É dele que está escrito: eis que envio o meu mensageiro à tua frente; ele preparará o teu caminho diante de ti". Ou seja, o primo João inicia sua missão alguns anos antes de Jesus iniciar a sua própria missão terrestre.

Lucas também fala a respeito da infância de João: o menino foi crescendo e fortificando-se em espírito e viveu nos desertos até o dia em que se apresentou diante de Israel.

Com palavras firmes, pregava a conversão e a necessidade do batismo de penitência. Anunciava a vinda do messias prometido e esperado, enquanto de si mesmo deu este testemunho: "Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitarei o caminho do Senhor..." Aos que o confundiam com Jesus, afirmava com humildade: "Eu não sou o Cristo". e "Não sou digno de desatar a correia de sua sandália". Sua originalidade era o convite a receber a ablução com água no rio Jordão, prática chamada batismo. Por isso o seu apelido de Batista.

João Batista teve a grande missão de batizar o próprio Cristo. Ele apresentou oficialmente Cristo ao povo como Messias com estas palavras: "Eis o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo... Ele vos batizará com o Espírito Santo e com o fogo".

Jesus, falando de João Batista, tece-lhe o maior elogio registrado na Bíblia: "Jamais surgiu entre os nascidos de mulher alguém maior do que João Batista. Contudo o menor no Reino de Deus é maior do que ele".

Ele morreu degolado no governo do rei Herodes Antipas, por defender a moralidade e os bons costumes. O seu martírio é celebrado em 29 de agosto, com outra veneração litúrgica.

São João Batista é um dos santos mais populares em todo o mundo cristão. A sua festa é muito alegre e até folclórica. Com muita música e danças, o ponto central é a fogueira, lembrando aquela primeira feita por seus pais para comunicar o seu nascimento: anel de ligação entre a antiga e a nova aliança.

Com informações Paulinas On line