19 de novembro de 2017

"A linha da brandura" por Mauricio Dias

Dilma na Alemanha: "Quem bateu panela acabou por se dar conta de que não estava salvando o Brasil" Roberto Stuckert Filho
Ao encerrar a caravana de sete dias de viagem por Minas Gerais, Lula desceu do palanque na capital do estado, Belo Horizonte, e deixou para trás uma bomba política para explodir dentro do PT, ao propor o perdão para os que apoiaram o golpe, o impeachment e destituíram a presidenta Dilma Rousseff. 

“Não foi só para derrubar Dilma Rousseff” por José Cláudio dos Santos

Temer e Cunha os mentores do golpe em foto de Antonio Cruz
Hoje no Brasil, após a deposição ilegal da presidenta Dilma Rousseff, podemos comemorar a vitória significativa do golpe contra a democracia. Parece, porém, pouco. Não basta a simples deposição da Dilma, é preciso acabar com a CLT por meio da reforma trabalhista, aumentar o tempo de trabalho e da contribuição com a reforma da Previdência, fim da partilha do Pré-Sal, privatizar a Eletrobrás e Petrobras, criminalizar o aborto (mesmo em caso de estupro), vender a Amazônia, diminuir o salário mínimo, extinguir o direito de defesa (na dúvida é melhor condenar o acusado), “combater” a corrupção (exclusivamente do PT).

18 de novembro de 2017

Altaneira ganha mais um Mestre

O professor altaneirense Francisco Adeilton usou a rede social Facebook na tarde de ontem (17/11) para anunciar o recebimento do diploma do curso de Mestrado pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

O professor Adeilton é graduado em Ciências pela Universidade Regional do Cariri (URCA), especialista em Matemática do Ensino Médio também pela URCA e Gestão Escolar pela FJN. Professor efetivo licenciado da rede municipal de ensino de Altaneira e professor de matemática na Escola Estadual de Ensino Médio Santa Tereza.

Mais um Município cearense firma acordo para rateio do precatório do Fundef

Professores em manifestação pelo rateio do Fundef em Paracuru (Foto: Divulgação)
O Município de Paracuru, localizado no litoral norte cearense firmou com Sindicato APEOC para a liberação e rateio do precatório do Fundef, no valor total de R$ 29.900.000 com professores e servidores da rede municipal de ensino.

Coerência é coisa rara, diz Capitão Wagner sobre aliança Camilo-Eunício

O deputado Capitão Wagner (PR) criticou ontem (17/11) reaproximação entre a base do governador Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB) no Ceará. Em vídeo publicado em sua página no Facebook, o deputado comenta, ao lado do vereador Soldado Noélio (PR), a questão e dispara: “Infelizmente coerência na política é coisa rara de se ver”.

Alvo de especulação há meses, reaproximação entre os ex-aliados teve nova mostra pública nesta sexta. 

"A aliança já aconteceu" por Érico Firmo

Eunício Oliveira, Camilo Santana e o prefeito Roberto Cláudio momentos antes do ato “Juntos por Fortaleza”, no Palácio da Abolição (Foto – Cláudio Barata)
Quando Cid Gomes (PDT) falou pela primeira vez sobre a possibilidade de seu grupo retomar aliança com Eunício Oliveira (PMDB), deu a senha de como isso poderia acontecer: “Não vou dizer que sim nem que não, mas se tiver de acontecer, eu acho que essa coisa tem de ser conversada e tem de ser construída. Como é que um dia desses aí a gente estava falando uma coisa e no dia seguinte a gente muda completamente de opinião? Eu acho que não pode ser assim, tem de haver aí um processo de compartilhamento de informações”. A frase foi publicada no O POVO de 18 de setembro. Ontem, foi oferecido um dos sinais mais contundentes de que isto já está em curso. A construção está a todo vapor.

Pela primeira vez, Eunício admite aliança com Camilo

A descontração dos antigos adversários após reunião (Foto: Aurélio Alves)
O presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB) admitiu possibilidade de aliança com o governador Camilo Santana (PT) para as eleições de 2018. “A aliança é administrativa em prol do Ceará. Se essa aliança se estender para um outro tipo de processo desde que não seja para beneficiar eleição de A ou de B e, sim, para que o Ceará possa continuar avançando e se desenvolvendo, ela é possível”, disse em evento no Palácio da Abolição na manhã de ontem (17/11).

17 de novembro de 2017

Mais um altaneirense aprovado para Mestrado na Federal

O altaneirense Victor Oliveira usou a rede social Facebook na noite de ontem (16/11) para comunicar a sua aprovação em seleção para Mestrado Profissional em Matemática na Universidade Federal do Cariri (UFCA)

“Tudo que faço na minha vida é esperando o pior, porque o que vier será lucro. Nessa prova não foi diferente, não criei expectativa. Só que me preparei, dei o meu melhor nas condições que tinha e foi essa a sensação que tive ao término do exame” escreveu Victor compartilhando imagens do resultado da seleção.

Ernesto Saboia é escolhido para vaga de conselheiro do TCE-CE

A Assembleia Legislativa aprovou ontem (16/11) a indicação de Ernesto Saboia para o cargo de conselheiro no Tribunal de Contas do Ceará (TCE). O ex-conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), extinto em agosto, recebeu 33 votos favoráveis e três contrários, em votação secreta no Plenário da Casa.

Agora, a decisão segue para o governador Camilo Santana (PT) oficializar a nomeação. Ernesto Saboia assumirá a vaga deixada pelo conselheiro aposentado Teodorico Menezes.

16 de novembro de 2017

"O futuro da relação entre Camilo e os Ferreira Gomes" por Érico Firmo

Zezinho, Camilo e Roberto Cláudio em evento na Capital (Foto: Evilázio Bezerra)
O senador Tasso Jereissati (PSDB) disse que Camilo Santana (PT) é mandado pelos Ferreira Gomes. O governador não gostou, claro. Pela afirmação de que Camilo não tem autoridade sobre o próprio governo e pela indelicadeza: dias antes, Tasso estivera na residência oficial do Executivo estadual e fez elogios ao anfitrião. A fala tem sua razão de ser, mas não é de todo verdade.

“Os liberais do Bolsonaro” por Plínio Bortolotti

Semana passada, com o artigo “À procura de um personagem”, falei da dificuldade da elite em lançar um candidato para representá-la nas eleições presidenciais de 2018, vistas as dificuldades de seus escolhidos de sempre. Destaquei dois personagens em fase de teste: primeiro, Henrique Meirelles; depois, um rostinho novo em política, Luciano Huck.

Mas esqueci que à elite financeira e empresarial faltam escrúpulos quando se trata de defender seus interesses. Pois a manchete de primeira página da Folha de S. Paulo veio lembrar-me: “Mercado já vê Bolsonaro como opção contra Lula” (12/11/2017).

15 de novembro de 2017

"Eleição virou corrida de cavalos?" por Fernando Brito

Leonel Brizola sempre repetia que eleição “não é corrida de cavalos”, onde se coloca competidores e se aposta de acordo com as conveniências. Ou, como dizem os gaúchos sobre as corridas “de cancha reta” que se faz por lá, não é a simples vontade de “pôr o petiço na penca”.

Mas está virando isso, no Brasil, infelizmente. Candidatos de si mesmos, partido escolhido no cardápio de siglas que não representam nada – a redução de um ano para seis meses do prazo de filiação foi feita, deliberadamente, para esta loteria.

PMDB pode lançar candidato caso ninguém defenda 'legado' de Temer

O presidente do PMDB e líder do governo no Senado, Romero Jucá (RR), declarou que a sigla pode lançar candidato à Presidência da República na eleição de 2018. Segundo ele, o presidente Michel Temer vai deixar um legado que será "uma das espinhas dorsais" das discussões do pleito do próximo ano. 

"Se não tiver ninguém para defender esse legado, o PMDB não vai ficar órfão e vai lançar um candidato à presidência da República para defender esse legado. Michel Temer fez mágica, ele fez mais do que Mister M e David Copperfield juntos", diz.

"As vísceras expostas do mudancismo" por Érico Firmo

Tasso liderou o projeto mudancista que governou o Ceará entre 1987 e 2006 com Ciro de coadjuvante (Foto: Arquivo do jornal O Povo)
No bate-boca público do fim de semana entre Tasso Jereissati (PSDB) e Ciro Gomes (PDT), são remexidos alguns esqueletos no armário do projeto mudancista - que governou o Ceará entre 1987 e 2006, liderado por Tasso, com Ciro de coadjuvante de luxo. O tucano questionou o que considera tutela da família Ferreira Gomes sobre o atual governador.

14 de novembro de 2017

"Na terra das oligarquias" por Érico Firmo

Os ex-governadores Cid, Ciro e Tasso em foto de arquivo do jornal O Povo
Na guerra retórica que se instalou na política desde a semana passada, sobre quem é mais oligarquia no Ceará, se o grupo comandado pelo senador Tasso Jereissati ou se a turma liderada pelos irmãos Ferreira Gomes (Ciro e Cid), um argumento parece se sobressair com algum fundamento a ser considerado. É do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), e O POVO publicou na edição de ontem. O que ele diz: “Há um grupo político que dá oportunidade e espaço para que novas lideranças políticas surjam e deem voz ao que pensam”. Traduzindo, no núcleo que se organiza em torno de Ciro e Cid há chances de nomes novos surgirem, crescerem e conquistarem espaço de protagonismo. Ele próprio, um jovem de 42 anos à frente de uma das maiores cidades do Brasil desde 2013, apresenta-se como exemplo. Camilo Santana (PT), governador do Estado desde janeiro de 2015, pode ser outro. É inegável, pelo que nos mostra a realidade dos fatos, que há chance maior de crescer sob a sombra dos irmãos sobralenses do que se vinculando ao senador tucano, por três vezes governador. A questão, porém, é que este fato, isolado, não descaracteriza o sentido oligárquico de como as coisas acontecem no dia a dia político de cada segmento.

Juristas cearenses divulgam moção contra Sergio Moro

Coletivo Juristas pela Legalidade e pela Democracia do Ceará divulgaram no último domingo, 12, moção de repúdio contra a participação de Sergio Moro, juiz 13ª Vara Federal de Curitiba, no XIV Congresso Brasileiro dos Procuradores Municipais (CBPM), que acontecerá na próxima terça-feira (21/11), em Curitiba, no Paraná.

Segundo manifesto, o juiz responsável pelos julgamentos dos casos da Operação Lava Jato em 1ª instância é “amplamente conhecido por seu desapreço ao direito de defesa e ao trabalho do advogado” e é “inconcebível” que participe de “evento de advogados para advogados” após “todos os episódios de violação profissional de colegas”.

Bruno Araújo deixa o Ministério das Cidades

A saída de Bruno Araújo acontece em meio a rumores de uma possível reforma ministerial (Foto: Pedro Kirilos)
O ministro das Cidades, Bruno Araújo, entregou o cargo ontem (13/11) ao presidente Michel Temer. Em carta entregue ao presidente, Araújo agradece a confiança durante seu período à frente da pasta e diz que não há mais apoio dentro do seu partido, o PSDB, para se manter no cargo.“Agradeço a confiança do meu partido, no qual exerci toda a minha vida pública, e já não há mais nele apoio no tamanho que permita seguir essa tarefa”, afirmou.

13 de novembro de 2017

Ailton Lopes diz que concorda Ciro e Tasso sobre oligarquia

Ailton Lopes é pré-candidato do Psol ao governo (Foto: Tatiana Fortes)
Pré-candidato do Psol ao governo do Ceará, o bancário Ailton Lopes comentou recente troca de acusações entre Ciro Gomes (PDT) e seu antigo padrinho, Tasso Jereissati (PSDB). Na semana passada, os dois ex-aliados se acusaram mutuamente de comandarem “oligarquias” políticas no Ceará.

Justiça determina repasse de 60% do Precatório do FUNDEF aos professores de Acopiara

Professores de Acopiara em manifestação pelo rateio do Precatório do Fundef (Foto: Divulgação)
O Juiz Federal Ciro Benigno Porto titular da 25ª Vara da Justiça Federal em Iguatu determinou ao Município de Acopiara, no centro Sul do Ceará adoção, no prazo de 180 dias das medidas político-administrativas necessárias para, em rigorosa observâncias às normas financeiras e orçamentárias, aplicar os valores do precatório do Fundef recebido pelo Municipio na proporção de 60% na remuneração dos profissionais do magistério em efetivo exercício de suas atividades no ensino fundamental, e de 40% (quarenta por cento) à manutenção e ao desenvolvimento do ensino fundamental, vedado o emprego das verbas em qualquer outra finalidade.

Roberto Cláudio responde Tasso e diz que grupo tem renovação

O prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT) se juntou aos aliados políticos e respondeu ontem (10/11) as críticas do senador Tasso Jereissati dirigidas ao grupo liderado pelos ex-ministros Cid e Ciro Gomes. 

Fruto da aliança com os dois irmãos, Roberto Cláudio se disse “orgulhoso” de participar de um grupo que dá “oportunidade” para o surgimento de “novas lideranças”, em crítica velada ao bloco opositor liderado pelo senador tucano.

12 de novembro de 2017

Para Camilo, críticas de Tasso ao governo são absurdas

O governador Camilo Santana (PT) reagiu ontem (11/11) às acusações do senador Tasso Jereissati, que declarou que o petista é “mandado” pelos Ferreira Gomes. O tucano classificou o grupo liderado pelos irmão Cid e Ciro Gomes (PDT) como “oligarquia”. Para Santana, a crítica é um “absurdo”.

“Lamento muito que esse absurdo venha de alguém que há poucos dias me fazia elogios. Minha resposta é continuar trabalhando firme pelo povo do Ceará, como tenho feito todos os dias”, respondeu Camilo. “Não tenho tempo a perder com esse tipo de discussão”, continuou.

11 de novembro de 2017

Comissão apresenta relatório parcial dos beneficiários do Precatório do Fundef

Lúcia Lucena e José Evantuil com Paulinho na Radio Altaneira FM (Foto: João Alves) 
A presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Altaneira (SINSEMA), professora Lúcia Lucena, acompanhada do diretor professor José Evantuil concederam entrevista ao programa Noticias em Destaque da Radio Altaneira FM para apresentar um relatório parcial com as informações de beneficiários Precatório do Fundef que o prefeito municipal Dariomar Rodrigues (PT) se recusa a ratear com os professores.

"Essa oligarquia precisa ser banida do Ceará", diz Ciro contra Tasso

Em tom de ironia, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) devolveu o “afago” do ex-aliado, senador Tasso Jereissati (PSDB), e partiu para o contra-ataque a menos de um ano da eleição estadual. O ex-ministro respondeu ontem a fala do tucano ao dizer que “essa oligarquia precisa ser banida do Ceará”.

A referência do pedetista, no entanto, não era em relação à sua família, como apontou o parlamentar do PSDB, e sim à “oligarquia” que seria liderada pelo ex-governador.

Camilo Santana é mandado pelos Ferreira Gomes, diz Tasso

Tasso Jereissati fez duras críticas ao governador Camilo Santana na convenção do PSDB (Foto: Aurélio Alves)
O senador tucano Tasso Jereissati acusou o governador Camilo Santana (PT) de ser “mandado” pelo grupo dos Ferreira Gomes, comandado pelos ex-governadores Cid e Ciro Gomes (PDT). “Depois dos Accioly, nós voltamos a ter oligarquia no Ceará. Um é candidato aqui, outro é candidato ali, a irmã também é candidata, e o governador é mandado por eles. Assim não dá”, afirmou durante convenção do PSDB Ceará na manhã de ontem (10/11) em Fortaleza.

Eunício diz que PMDB na oposição não depende da candidatura de Tasso

Senador Eunício Oliveira desconversa sobre quem apoiará na disputa pelo Governo do Ceará (Foto: Aurélio Alves)
O presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, afirmou ontem (10/11) que a permanência do PMDB na oposição no Estado não depende da candidatura de Tasso Jereissati ao Palácio da Abolição. “Isso não é condicionante”, disse o senador ao jornal O POVO, após almoço com representantes de lojistas cearenses.

O anúncio fúnebre do PSDB por Fernando Brito

Olhar para as capas dos jornais de hoje é ver que o mais importante pilar do tucanato ruiu. A grande mídia mostra o seu antigo grande amor enlameado, roto, histérico. A massa cheirosa, onde Aécio já fedia, agora estiola-se em praça pública.

10 de novembro de 2017

Destituído, Tasso acusa Aécio de ceder à pressão de Temer

Em meio a pressões da ala governista do partido tucano, Aécio Neves (MG) destitui Tasso Jereissati do cargo de presidente interino do PSDB na tarde de ontem. O caso agrava e expõe, ainda mais, a crise que vive a sigla desde a denúncia envolvendo o senador mineiro em caso de corrupção, em maio.

Aécio alega que a decisão é para garantir a “isonomia” entre os candidatos que disputarão o comando da sigla, em dezembro. Usando do estatuto da legenda, ele indicou para o cargo o ex-governador de São Paulo Alberto Goldman, que é o mais velho entre os vice-presidentes da sigla.

Aécio afasta Tasso da presidência do PSDB

Aécio diz que afastamento de Tasso foi para garantir isonomia entre os postulantes (Foto: Ailton Freitas)
Afastado da presidência do PSDB desde maio, quando foi acusado de pedir R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS, em troca de favores, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) reassumiu o cargo ontem (10/11). Na sequência, o senador indicou o vice-governador de São Paulo, Alberto Goldman, para assumir interinamente a presidência da legenda.

Palácio do Planalto divulga foto oficial do presidente Michel Temer

O Palácio do Planalto divulgou ontem (09/11) a foto oficial do presidente Michel Temer. O retrato foi tirado na biblioteca do Palácio da Alvorada, pelo fotógrafo Beto Barata.

Na foto, Temer veste terno preto e gravata azul, está em pé e não usa a faixa presidencial. Em janeiro, um retrato de Temer usando a faixa chegou a ser divulgado pelo Palácio do Planalto como uma "versão preliminar" da foto oficial do presidente.

Com informações portal Agência Brasil

9 de novembro de 2017

Câmara realiza Audiência Pública para debater PPA e LOA

Participantes da Audiência Pública realizada na Câmara Municipal (Foto: Junior Carvalho) 
Na manhã de ontem (08/11), a Comissão Permanente da Câmara, realizou, no plenário da Casa Legislativa, Audiência Pública, para apresentação e discussão do Plano Plurianual do Município de Altaneira para o quadriênio 2018-2021 e da Lei Orçamentária para o exercício financeiro de 2018.

Vereador denuncia demissão e redução salarial em Altaneira

O vereador Professor Adeilton (PSD) denunciou na Sessão Ordinária da Câmara Municipal realizada ontem (03/11) que servidores temporários serão demitidos e os ocupantes de cargos comissionados e funções gratificadas exonerados pelo prefeito Dariomar Rodrigues (PT) como corte de despesas.

No seu blog o parlamentar publicou que alguns servidores receberam a informação de maneira serena e se prontificaram apoiar e ajudar o prefeito, mas que  outros questionam o início do corte de despesas pelos servidores, tendo em vista que existem outros gastos com setores menos prioritários.

Pagamento do décimo terceiro deve injetar R$ 200 bilhões na economia

O pagamento do décimo terceiro salário deve injetar cerca de R$ 200 bilhões na economia brasileira este ano, um crescimento de 4,7% na comparação ao ano passado. O valor previsto corresponde a cerca de 3,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do país e foi divulgado ontem (08/11) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O levantamento não considera trabalhadores autônomos e assalariados sem carteira que devem receber algum tipo de abono de fim de ano.

"O primeiro bom efeito do fim do TCM" por Érico Firmo

Fachada da sede do extinto TCM no Cambeba (Fotode arquivo)
A extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) do Ceará foi motivada por interesses políticos, como resultado da disputa de poder. Conceitualmente, faz sentido. Na prática, deixa muitas interrogações. Por exemplo: será que a economia vai acontecer de verdade? O Estado vai gastar menos com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), agora com atribuições que eram do TCM? Vamos conferir pelos próximos anos. Outra: não irá o agora único Tribunal de Contas ter a tentação de mostrar serviço sendo rigoroso com prefeitos de pequenos municípios, enquanto alivia com o Governo do Estado, cujo orçamento é muito maior? O tempo responderá.

#Manu2018 viraliza e é assunto mais comentado nas Redes Sociais

A coletiva de imprensa que apresentou a candidatura de Manuela D´Ávila à presidência da república em 2018 foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais hoje. Candidata pelo PCdoB, Manuela teve a pré-candidatura lançada oficialmente no último domingo (05/11).

Na coletiva de imprensa realizada ontem (08/11) em Brasília, cercada por deputados e senadores, Manuela falou sobre as linhas programáticas de sua campanha e sobre o conjunto de forças sociais e políticas que pretende agregar.

“À procura de um personagem” por Plínio Bortolotti

As elites mobilizam-se à procura de um candidato para representá-la nas eleições de 2018. Isso porque os primeiros personagens escalados para o papel estão sendo alvejados por desvio de caráter, como Aécio Neves (PSDB); vendo a candidatura embicar, como João Doria, ou sofrendo desgaste, como Alckmim, cuja popularidade restringe-se às divisas paulistas.

O negócio, então, é fazer experiência para achar um candidato que caia no agrado popular. Dois experimentos estão na praça: Henrique Meirelles e Luciano Huck, antípodas, do ponto de vista pessoal. O primeiro é businessman, banqueiro internacional; o segundo é showman, popular apresentador de TV. Mas o perfil pouco interessa: a questão da banca, dos grandes empresários e dos fazendeiros é ter alguém para chamar de seu.

8 de novembro de 2017

TCE-CE anula prescrição de 2.230 processos contra gestores municipais

Por unanimidade, TCE mudou entendimento sobre PEC que prevê prescrição da processos municipais (Foto: Divulgação)
O pleno do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE) alterou o entendimento sobre a regra de prescrição de processos que beneficiava políticos enquadrados na Lei da Ficha Limpa, antes aplicada pelo extinto Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). A decisão unânime dos conselheiros foi tomada na sessão de ontem (08/11).

7 de novembro de 2017

Altaneira volta a ser contemplada na Mostra Sesc Cariri de Culturas

Cartaz digital divulgado pela secretaria municipal de Cultura de Altaneira
A Mostra Sesc Cariri de Culturas é realizada pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), no Ceará, através de edital público. Consiste em um dos maiores eventos de cultura do Brasil e acontece durante seis dias ininterruptos, com integração das linguagens artísticas e culturais nas mais diferenciadas áreas da criação e produção, promovendo o intercâmbio, o desenvolvimento e a cooperação entre artistas.

Líderes políticos tentam eleger filhos no Ceará

Rodrigo Prando, cientista político da Mackenzie, avalia que essas ações remontam à base tradicionalista e patriarcal da política brasileira (Foto: Divulgação)
Mantendo “tradição” histórica no Estado, três das principais lideranças políticas do Ceará foram buscar em casa os sucessores de seus legados eleitorais. Nos últimos dias, o presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB), tem comunicado a aliados que irá lançar o filho, o engenheiro civil Rodrigo Oliveira, candidato a deputado federal no próximo ano.

6 de novembro de 2017

3 milhões de acessos do Blog de Altaneira

Imagem capturada pelo servidor Italo Duarte
Na manhã de hoje (06/11) o Blog de Altaneira superou a marca de 3.000.000 de acessos. Uma grande marca. Ao lançar o Blog em 21 de fevereiro de 2010 visava-se apenas o público altaneirense. O ano de 2010 foi encerrado com pouco mais de 62 mil visualizações, o que fez vislumbrar-se a possibilidade de 100.000 acessos por ano.

Higor e Ravi são Campeões do DUATHLON - CIDADE DO CRATO

Pódio do Campeões da dupla masculina (Foto: Divulgação)
Os altaneirenses Higor Gomes e Ravi Timóteo são os primeiros campeões do DUATHLON - CIDADE DO CRATO, realizado na manhã de ontem (17/09) na princesa do Cariri. O Duathlon é um esporte de origem grego composto por duas modalidades, neste caso ciclismo e corrida.

Indefinição sobre Lula faz PCdoB lançar Manuela D'Ávila para 2018

O PCdoB lançou ontem (05/11) a pré-candidatura da deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila à Presidência da República. É a primeira vez desde a redemocratização do País, em 1985, que o partido pretende lançar um nome na disputa pelo Palácio do Planalto.

Apesar do anúncio, a presidente do partido, Luciana Santos, comunicou que a pré-candidatura não afasta o PCdoB do PT, seu aliado histórico. Segundo ela, a decisão de lançar Manuela D’Ávila foi tomada diante da instabilidade política do País, “sem comprometer a aliança política que possa haver com o PT”.

FHC volta a defender saída dos tucanos do governo

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso defendeu que o PSDB faça “mea culpa” e desembarque do governo do Michel Temer (PMDB) para não se tornar “coadjuvante” nas eleições do próximo ano. 

Declaração fortalece tese do senador Tasso Jereissati, presidente interino da sigla, e vai de encontro com posição do também senador Aécio Neves, licenciado do comando tucano.

5 de novembro de 2017

"Relatório confirma colaboração ativa da Volks com ditadura no Brasil" por Deutsche Welle

Fábrica da Volkswagen em São Paulo, em 1953 (Foto: Arquivo da Volks)
Um relatório da investigação realizada pelo Ministério Público Federal (MPF) confirma que a montadora alemã Volkswagen colaborou de maneira sistemática e ativa com o regime militar no Brasil, noticiaram o jornal alemão Süddeutsche Zeitung e a emissora NDR nesta quarta-feira (15/11), após terem acesso ao documento de 406 páginas.

Aliança entre PT e PMDB divide lideranças no Ceará

Na semana em que o senador Tasso Jereissati (PSDB) rejeitou possibilidade de disputar Governo do Estado em 2018, lideranças do PMDB e PT sinalizam aproximação entre as siglas em diversos estados, o Ceará entre eles.

Por aqui, dirigentes, apesar de admitirem que conjuntura atual fortalece possibilidade de aliança, divergem sobre “preferência” dos partidos para a disputa.

As contas não estão fechando nos municípios cearenses

Com as contas na ponta do lápis, a maioria das prefeituras cearenses sinaliza dificuldades para honrar pagamentos de fornecedores e funcionários. Como consequência, a a manutenção de serviços públicos básicos, como saúde e educação, passa por cortes.
Sobre o assunto

A justificativa dos gestores é de que os gastos dos municípios têm aumentado ao longo dos anos e a receita, quase sempre baseada nos repasses federais, continua sem alteração. A conta não fecha. A corda está apertando o pescoço dos prefeitos este ano.

4 de novembro de 2017

Mossoró, a cidade que resistiu ao bando de Lampião

O Palácio da Resistência, antiga residência  Rodolfo Fernandes, atual sede da Prefeitura de Mossoró (Foto: Raimundo Soares Filho)
Em 1927 a cidade de Mossoró vivia um período de expansionismo comercial e industrial. Possuía o maior parque salineiro do país, três firmas comprando, descaroçando e prensando algodão, casas compradoras de peles e cera de carnaúba, contando com um porto por onde exportava seus produtos e sendo, por assim dizer, um verdadeiro empório comercial, que atendia não só a região oeste do Estado, como também algumas cidades da Paraíba e Ceará.

Base cobra saída de secretários candidatos

Base aliada de Camilo Santana (PT) na Assembleia vive hoje descontentamento geral com secretários do governo que disputarão eleições em 2018. Cobrando exoneração dos gestores até dezembro, os deputados acusam titulares de pastas estaduais de usarem a máquina para “invadir” suas bases eleitorais no interior do Estado.

“Sei que a decisão é do governador, mas defendo que os candidatos saiam até dezembro, assim como o governo Cid Gomes fez”, defende Osmar Baquit (PSD). 

3 de novembro de 2017

Mais uma Mostra Sesc Cariri de Culturas

Idealizado pelo Departamento Regional do Sesc Ceará, a Mostra Sesc Cariri de Culturas, palco de difusão das mais diversificadas manifestações artísticas e culturais, chega com sucesso a sua 19ª edição que acontece de 10 a 14 de novembro. A mostra cultural acontece no Cariri, que se transforma em cenário para apresentações de espetáculos de teatro, dança, exposições, shows, rodas literárias, performances poéticas e mostras de cinema e vídeo.

2 de novembro de 2017

Servidores terão feriado prolongado por causa de ponto facultativo

Vista parcial de Altaneira (Foto: João Alves)
O feriado de Finados vai ser prolongado para servidores públicos do Estado do Ceará e do Município de Altaneira, que terão a sexta-feira (03/11) como ponto facultativo, decretado tanto pelo governador Camilo Santana e o prefeito Dariomar Rodrigues, ambos do PT.

Oposição reage; cresce pressão sobre líderes

Em dia de mobilizações em Brasília e no Ceará, a oposição a Camilo Santana (PT) reagiu ontem (30/11) e aumentou pressão sobre Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB). 

Crítico do “silêncio” dos senadores sobre 2018, o deputado Capitão Wagner (PR) foi à capital federal cobrar definição de rumos da oposição e reforçar interesse de entrar na disputa.