30 de novembro de 2010

Chico Preto, o cidadão mais velho de Altaneira

Seu Chico Preto era conhecido de todos em Altaneira, trabalhador rural, nascido na Serra Grande no Município do Crato, fixou residência na cidade de Altaneira no início da década de 60, quando sua esposa decidiu montar no recém criado município um pequeno “café” onde servia lanches e refeições.

Em seus documentos consta como data de nascimento 06 de março de 1910, mas sua esposa D. Maria conta que a data de nascimento de seu Chico Preto foi alterada porque o Bispo não aceitava o casamento deles em face da grande diferença de idade. Na época D. Maria tinha 15 anos e seu Chico tinha 47, daí foi sugerido por seu patrão tirar novos documentos com alteração na data.

29 de novembro de 2010

IBGE divulga hoje resultados do Censo 2010

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulga nesta segunda-feira (29) os dados do Censo 2010. O órgão apresenta os números em relação à população total - anúncio será feito à tarde, no Rio de Janeiro. 

Serão divulgados os números da população em relação ao sexo, e situação de moradia de cada um dos 5.565 municípios do Brasil.

Os dados refletem as entrevistas feitas em 67.275.459 domicílios, entre 1º de agosto e 31 de outubro. Todas as 5.565 cidades do país foram visitadas.

De acordo com dados preliminares divulgados este mês, a população ultrapassa 185 milhões de habitantes. O último Censo realizado no país, em 2000, registrou 169.799.170 habitantes.

Os dados sobre a população são importantes para os Municípios porque são a base para o cálculo de repasses de recursos federais e estaduais.

28 de novembro de 2010

JS Cerâmica gerando emprego e renda em Altaneira

Instalações da JS Cerâmica em Altaneira
Uma iniciativa do empresário Delvamberto Soares é a maior geradora de emprego em Altaneira, a JS Cerâmica, instalada no Sítio Poças no KM 26 da CE 388. Um investimento de R$ 700.000,00, com recursos próprios, a JS Cerâmica iniciou suas atividades em agosto de 2006 e atualmente gera 16 empregos diretos e outros de forma indireta.

27 de novembro de 2010

Julgamento do recurso do Prefeito foi marcado para o dia 01 dezembro

Foi publicada ontem (26/11) no Diário da Justiça Eletrônico a pauta de julgamento do Recurso do Prefeito de Altaneira.

Os mandatos do Prefeito de Altaneira e seu Vice foram cassados por decisão do Juiz Eleitoral de Santana do Cariri em face de representação do Ministério por prática de conduta vedada, no caso a distribuição de vales de combustível.

Os autos deste Recurso Eleitoral foram distribuídos originariamente no TRE ao Juiz Tarcísio Brilhante de Holanda, cujo mandato expirou no dia 7.10.2010.

O recurso foi redistribuído e será relatado pelo Juiz Federal Jorge Luís Girão Barreto, que sanando todas as falhas do processo pediu pauta de julgamento no último dia 18, sendo publicada na tarde de ontem.

O julgamento está previsto para o dia 01 de dezembro, conforme se vê no sistema de acompanhamento processual do Tribunal Superior Eleitoral.

As Sessões de Julgamento do TRE iniciam sempre às 19h., o Blog de Altaneira acompanhará o julgamento com transmissão em tempo real.

Confira a publicação da Pauta de Julgamento no DJE:

26 de novembro de 2010

Enquete sobre Projeto de Revitalização da Lagoa Santa Teresa por José Nicolau

O programa Notícias em Destaque da Altaneira FM está desenvolvendo durante todo este mês de novembro uma enquete no qual estará aludindo o papel, a importância sobre as ações desenvolvidas por as instituições de caráter público e Social. Nunca é demais lembrar que, o agente principal desse processo é você que participa, dando assim a sua opinião sobre o funcionamento desses órgãos de Altaneira.

Assim sendo e, lembrando a você que o objetivo desse projeto é sem dúvida, provocar a participação dos altaneirenses, na perspectiva do exercício da cidadania, gerando reflexão e debate acerca do funcionamento das instituições municipais de caráter público e social.
Já tivemos, inclusive, a oportunidade de relata que essa nova enquete é diferente. Não por que ela seja mais importante do que as demais já feitas, absolutamente. No entanto e, isso é bom que se diga que ela terá mais repercussão do que todas as já realizadas e, foi exatamente pensando nisso que entendemos a forma de você participar. Agora, além da forma tradicional, ou seja, da maneira impressa com todas as perguntas, você tem ainda uma segunda forma de votar. 

Essa se dá através da Internet. Para isso, necessita apenas que você seja membro da Comunidade de Altaneira no Orkut.
Vale lembrar também que terá mais repercussão em virtude de outro fator determinante. Essa enquete, ao estendermos a forma de votação será para que consigamos atingir muito mais pessoas, pois o resultado dela que, sairá no primeiro dia do mês de Dezembro servirá de base, de subsídios para o processo que está em fase de desenvolvimento e, claro também, para uma audiência pública a ser realizada na sede do Poder Legislativo de Altaneira.
Nesse sentido e, nunca é mais lembrar a você que estamos com três perguntas sobre esse projeto de revitalização, quais sejam: Como Você considera o Projeto de Revitalização da Lagoa Santa Tereza? Para essa pergunta e, para as demais, você possui três opções de respostas, quais sejam: PrioritárioSecundário ou Insignificante.
Segunda pergunta: Onde estaria o principal obstáculo para a realização desse Projeto de Revitalização da Lagoa Santa Teresa? Estaria na Falta de Mobilização Social ou de Participação Popular, na falta de apoio da Justiça ou estaria na falta de empenho da Administração Pública.
Terceira pergunta: Por que a Administração de Altaneira nunca Apoiou o Projeto de Revitalização da Lagoa Santa Tereza? A exemplo das outras duas, aqui você tem também três opções de respostas, quais sejam: Em virtude da Família ter posse de parte das terras, porque o Projeto tem aderência ou apoio da oposição local ou estará na falta de visão dessa administração quanto a importância dessa projeto para Altaneira.
Por tanto, queremos reforçar o nosso pedido e, lhe convidar uma vez mais, principalmente os que ainda não votaram a participar de mais uma enquete que estará fazendo alusão há mais uma instituição e por que não dizer também, sobre a ação dessas Instituições em relação a algo que venha a beneficiar a população de Altaneira. Sendo assim, o Projeto de Revitalização da Lagoa Santa Tereza continua em votação a partir da sua avaliação e, diferentemente das outras enquetes, esta foi estendida para a internet.
Ainda aqui, é importante lembrar que quem votar pela internet não poderá votar na segundo forma de votação, que se dá a partir dessas mesmas perguntas impressas. Queremos inclusive, aproveitar essa oportunidade para afirmar que estaremos com a folha de votação nas escolas, tanto as de ensino fundamental quanto a do ensino médio.

25 de novembro de 2010

Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Anualmente o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue é celebrado em 25 de novembro, instituído através do Decreto Presidencial nº 53.988 de 30 de junho de 1964. A Semana do Doador Voluntário de Sangue, comemorada na última semana do mês de novembro, foi instituída por um decreto publicado no Diário Oficial da União em 21 de novembro de 2003, assinado pelo Presidente da República Sr. Luiz Inácio Lula da Silva. E a data é festejada pelos Serviços de Hemoterapia públicos de todo o país.

O Ministério da Saúde, em comemoração a semana, que este ano será de 21 a 27 de novembro, reforçará a campanha Doe Sangue e Faça Alguém Nascer de Novo com a veiculação do filme nas redes de TVs, hotsite faça alguém nascer de novospots e email marketing.

Dados sobre doação

No Brasil, 1,9% da população doa sangue. A Organização Mundial de Saúde preconiza que 3 a 5% da população doe sangue, conforme necessidades regionais, estaduais e municipais.

Em reforço ao aumento de nº. de doadores voluntários, as hemorredes estaduais desenvolvem programas de multiplicadores como o “Programa Doador do Futuro” e “Clube 25”, que trazem o significativo aumento do número de doadores jovens, entre 18 a 29 anos.


Há também, um significativo crescimento das doações fidelizadas na faixa etária entre 29 e 49 anos, o que demonstra um período de busca da determinação de conceitos e questões sociais que permeiem suas ações de saúde neste grupo; e, temos um número mais reduzido de doadores com mais de 50 anos, faixa etária que predispõe a consciência plena de valores e, sobretudo a multiplicação destes em ampla escala social. 


A legislação atual recomenda que o candidato a doação deva estar entre a faixa etária de 18 a 65 anos.

Mesmo com estas ações de captação de doadores, a hemoterapia brasileira enfrenta o desafio de suprir a crescente demanda de sangue provocada, até mesmo pelo próprio setor saúde, como: o incentivo e aumento efetivo do número de transplante; uso do sangue como suporte terapêutico em patologias hematológicas, propiciadas pelo aumento da atenção integral as pacientes; endemias recorrentes (dengue); imunizações em maior escala (candidatos tornam-se inaptos por pelo menos trinta dias); e, especialmente, a redução de doadores em média de 30% em períodos comemorativos (natal) e festivos (carnaval), paralelo ao aumento de transfusões nas unidades de emergência nestes períodos.

Enviado por Fernanda Oliveira - Núcleo de Comunicação Interativa - ASCOM - Ministério da Saúde

24 de novembro de 2010

"Altaneira terá Novo Partido" por José Nicolau

O Município de Altaneira, situado na Micro-região Serrana de Caririaçu, com uma população em torno de 6.821 habitantes segundo o último levantamento do IBGE através do Censo 2010 realizado nesta cidade no mês de Agosto, com pouco mais de 40 dias de pesquisa conta hoje com uma composição partidária em torno de 07 siglas, ou seja, 06 partidos políticos.

Deste número, dois formam a base de sustentação do Poder Local, ou seja, PSDB e o DEMOCRATA, antigo PFL. Os outros Quatro, PMDB, PT, PSB e PCdoB, estão enquadrados na base que formão oposição a Administração Local.

Nos últimos meses, um conjunto de Jovens deste Município vem se reunindo com o intuito de participar de forma mais efetiva das ações políticas locais. Os Encontros vêm acontecendo uma vez ao Mês, mais especificamente aos sábados. Ainda aqui, é bom lembrar que as duas primeiras reuniões foram realizadas na sede da Fundação ARCA, contando com a participação de 14 componentes. Devido a visões e interpretações erradas desses encontros e, por conseguinte da própria finalidade destras reuniões por parte de algumas pessoas da Comunidade Local, os encontros seguinte não mais foram realizados no espaço dito.

É sabido que, antes e durante o período dos encontros, algumas pessoas afirmavam que a ARCA, a Entidade ARCA estava Formando um Partido. Na realidade, e isso é bom que fique claro, Altaneira poderá sim, nos próximos meses ter uma nova composição partidária, mas não é o Partido da ARCA, como se pregou por ai. Nuca é demais lembrar que, esta entidade não defende bandeiras partidárias. O que não significa dizer que ela esteja a margem desse processo político, ou que ela estejas isenta disso. A Política da ARCA, como costuma dizer, o Diretor-Presidente, Carlos Alberto Tolovi e sua Esposa e Coordenadora dos Projetos desta Entidade e, não sem razão uma Política Social.

O fato de a maioria dos Jovens que busca a partir da política partidária se inserir de forma mais intensa e efetiva na superação dos entraves sociais, dos principais problemas que afligem a comunidade de Altaneira serem e fazerem parte da ARCA, não significa dizer que o Partido vindouro seja da ARCA.

Diante disso e a partir disso, os encontros passaram a não mais serem realizados na sede da Fundação. Assim sendo, os jovens, da qual faço parte ficaram sem Espaços para realizarem os encontros. O último foi realizado na Residência de um dos integrantes desse grupo.

Ainda aqui, um dos principais objetivos desse novo Partido, o Partido Socialismo e Liberdade é comungar teria e prática. Não ficar apenas limitado a meros discursos. É não sem razão, não ser apenas mais uma alternativa, mas nos tornarmos essa alternativa.

Acreditamos que um dos caminhos para isso é a inserção social, dentro das comunidades que formam esse Município, conhecendo de perto a realidade, as dificuldades de cada uma.

E foi exatamente pensando assim que nasceu esse desejo de nos tornar sujeitos ativos e conscientes do que queremos. E, um dos primeiros passos já foi dado, pois teve início no sábado a noite um Curso de Formação Política através do Mini-Curso divulgado durante a semana Passada.

No próximo sábado, dia 27, alguns membros do PSOL da Região do Cariri estarão aqui em Altaneira para discutir o desenrolar da formação do Partido Socialismo e Liberdade no nosso Município.

23 de novembro de 2010

Vereador Deza representa contra Juiz Substituto de Altaneira

O Vereador Deza Soares apresentou na manhã de ontem (22/09) reclamação disciplinar na Corregedoria Geral da Justiça do Ceará em face do Juiz Substituto Matheus Pereira Junior, que responde pela Comarca Vinculada de Altaneira.

A representação ataca duas decisões recentes do Magistrado em desfavor da Câmara Municipal, a primeira atendendo reivindicação verbal de quatro vereadores da base de apoio do Prefeito onde determinou, através de ofício, a abertura dos trabalhos do Legislativo e a segunda determina, via liminar em ação ordinária, o pagamento de valores descontados pelos dias não trabalhados aos parlamentares da base do Prefeito.

O parlamentar ressaltou ainda o tempo recorde para concessão da liminar e que outras ações não merecem a mesma atenção e celeridade ao despachar.

Outro ponto atacado é a questão da justiça gratuita, uma vez que o Magistrado vem indeferindo pedido de pessoas simples, mas no caso dos vereadores deferiu a liminar sem o recolhimento das custas processuais.

Na peça apresentada ao Corregedor o Vereador cita que “a situação concreta ora em análise as decisões do Magistrado representado atentam contra o princípio da harmonia e independência dos poderes, estabelecido na Constituição Federal.”

Registra-se que a Magistratura deve ser exercida com ética e imparcialidade, em nome da grandeza moral da Justiça como um todo. Não podem os fatos, como os relatados e comprovados nesta representação, ser deixados de lado, sob pena de cair este Poder no descrédito. 

“É absolutamente fundamental que o Poder Judiciário fique protegido do assédio de interesses de pessoas e poderes. Afinal de contas, compete-lhe cumprir com zelo e rigor suas funções institucionais, especialmente a guarda, em última instância, da Constituição da República” conclui o Vereador.

Ao final o parlamentar requer a Corregedoria Geral da Justiça do Ceará apuração os fatos, instaurando-se o competente processo legal administrativo disciplinar para aplicação da penalidade cabível ao magistrado.

Requer, ainda, o afastamento do magistrado de suas funções ou em ordem sucessiva, o afastamento do Magistrado do feito, haja vista a violação ao princípio da imparcialidade.


Nova totalização dos votos pode gerar dança das cadeiras

Fachada do TRE - Ceará
No próximo dia 30, mudanças podem ocorrer na nova bancada cearense tanto na Câmara Federal e como na Assembleia Legislativa. Para esta data, está agendada uma nova totalização dos votos das eleições deste ano pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), em que serão considerados os votos obtidos por candidatos antes barrados pela Justiça Eleitoral, mas que depois conseguiram ter suas candidaturas validadas por decisões judiciais.

Enquanto o dia não chega, cresce a ansiedade e a incerteza sobre o destino dos candidatos eleitos, dos classificados como suplentes e, principalmente, dos que tiveram uma votação expressiva e poderão “tomar” uma vaga previamente ocupada por outros que tiveram menos votos, mas que foram considerados eleitos por não estarem com a candidatura barrada.

A nova totalização pode gerar mudanças porque os votos até então desconsiderados podem ajudar as coligações a garantir novas vagas. Isso porque pode haver mudanças no chamado quociente eleitoral, é que é a quantidade de votos que cada coligação precisa obter para eleger um deputado.

Segundo o advogado Vicente Aquino, não é possível prever o que vai mudar na composição das casas, devido a incerteza sobre resultado dos julgamentos ainda pendentes. “Quem sai e quem entra eu não sei. Somente quando o TRE computar é que nós vamos saber. O que eu sei é que, certamente, se forem computados os votos de Neto Nunes (PMDB), Carlos Macedo (PSB) e Dedé Teixeira (PT), a coligação fará mais uma vaga”.

A coligação proporcional citada por ele é composta por PSB, PT, PMDB e PRB e pode ganhar mais 112.027 votos, já que Neto Nunes obteve 45.843 votos, Macedo, 13.505, e Teixeira, 52.679. Os três postulantes ficaram de fora da primeira contagem porque foram atingidos pela Lei da Ficha Limpa.

Na maioria dos casos de incidência da Ficha Limpa, os questionamentos contra as candidaturas apresentados ao TRE-CE pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) são referentes à reprovação de contas dos candidatos pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), de um período em que estes ocupavam algum cargo público.

Para o TRE-CE, a reprovação de contas de governo pelo TCM resulta em inelegibilidade. Por outro lado, os candidatos estão revertendo a situação no TSE, que considera ser competência das Câmaras de Vereadores o julgamento das contas de governo, e não do TCM, o que constituiu o impasse atual.

Votos que não foram computados pelo TRE:


Candidatos a deputado federal



- Eugênio Rabelo (PP) – Seus 82.028


- Marcelo Teixeira (PR) –  81.074


- Ilário Marques (PT) –  58.156


- Adler Girão (PR) -  30.875 

- José Gerardo Arruda (PMDB) – 2.119 votos


Candidatos a deputado estadual

- Perboyre Silva Diógenes (PSL) – 29.443


- Francisco José Cunha (PTC) – 17.094


- Carlos Macedo Tavares (PSB) - 13.505


- Ronaldo César Feitosa (PR) – 13.193

- José João Alves (PTN) – 3.593


- Francisco das Chagas (PSB) – 322 


- Felipe Mota (PR) – 185 

SAIBA MAIS:

Para entender o quociente eleitoral


O cálculo é feito a partir da divisão do número de votos válidos da eleição (dados aos candidatos deferidos e às legendas) pela quantidade de vagas de cada Casa. Exemplo: se o quociente eleitoral de uma eleição for igual a 100 mil e se uma coligação conseguir atingir uma votação de 100 a 190 mil, ela elegerá um deputado. Se a coligação obtiver 200 mil votos, elegerá dois deputados. 




Com informações O POVO

22 de novembro de 2010

Humberto do PT será candidato a Presidente da AEA

O desportista Humberto Silva será candidato a Presidente da Associação Esportiva Altaneirense - AEA.

A eleição para renovação da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal da AEA será realizada no próximo dia 05 de dezembro na sede da entidade.

Humberto do PT, como é mais conhecido é suplente de Vereador e tem longo histórico de apoio ao esporte local, tem suas origens na Serra do Valério, onde por longo período organizou o time do Serrano Futebol Club.

Humberto atualmente é Diretor de Esportes da AEA e tem total apoio do atual Presidente José Devanilton Soares, o Palito e de outros Ex-Presidentes da entidade.

Uma das principais propostas de Humberto se eleito Presidente será na infra-estrutura, pretende lutar pela construção da murada do campo da AEA e consequentemente o desvio da estrada do Sítio Estévão.

Para votar nas eleições da AEA o associado deve está em dia com suas contribuições sociais. 

21 de novembro de 2010

Papa Bento XVI defende uso de camisinha em caso de prostituição

“Num livro de entrevistas que será lançado na terça-feira (23), o papa Bento 16 afirma que o uso de preservativos por prostitutas pode ser aceito para evitar a disseminação do vírus da Aids, marcando assim o primeiro sinal de abertura ao tema na história do Vaticano.
Na série de entrevistas que será publicada na Alemanha, país natal do pontífice de 83 anos, Bento 16 é questionado quando a Igreja Católica não é fundamentalmente contrária ao uso da camisinha.
“Com certeza (a Igreja) não vê (o preservativo) como uma solução real e moral”, respondeu o papa, que celebrou neste sábado uma cerimônia para oficializar 24 novos cardeais no Vaticano.
“Em certos casos, quando a intenção é reduzir o risco de infecção, pode ser, no entanto, um primeiro passo para abrir o caminho a uma sexualidade mais humana”, completou o líder de 1,1 bilhão de católicos do planeta.
O livro, que tem como título “Luz do Mundo: O Papa, a Igreja e os Sinais do Tempo”, é baseado em 20 horas de entrevistas conduzidas pelo jornalista alemão “Peter Seewald”. Trechos da obra foram publicados na edição deste sábado do “Observatório Romano”, o jornal da Santa Sé.
Até o momento, o Vaticano tinha como orientação padrão a proibição ao uso de qualquer forma de contracepção, mesmo como forma de evitar doenças sexualmente transmissíveis, posição que vinha atraindo fortes críticas da comunidade internacional, em vista da situação alarmante de contágio por HIV no mundo.
Bento 16 provocou revolta internacional em março de 2009 durante uma visita à África, continente devastado pela Aids, ao afirmar à imprensa que a doença era uma tragédia que não podia ser combatida com a distribuição de preservativos, que na opinião dele até agravava o problema.
A declaração foi fortemente criticada por países como a Alemanha e a França, além da agência da ONU (Organização das Nações Unidas) encarregada de lutar contra a propagação da Aids no mundo.
POLÊMICA
Ainda em 2009, durante sua primeira visita à África, Bento 16 disse a bordo do avião que o levava ao continente que a Aids “é uma tragédia que não pode ser superada com o dinheiro e nem com a distribuição de preservativos, os quais podem aumentar os problemas”.
A declaração foi feita em resposta a uma pergunta sobre se os ensinamentos da Igreja Católica não eram “irrealistas e ineficazes” em relação à Aids.
O papa defendeu que a epidemia só pode ser impedida com uma renovação moral no comportamento, a “humanização da sexualidade”.
A declaração atraiu o repúdio da França, país tradicionalmente católico mas relativamente liberal em questões sociais.
Paris “manifesta a sua forte preocupação com as consequências das declarações de Bento 16″, disse na época o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Eric Chevallier.
“Embora não caiba a nós julgar a doutrina da igreja, consideramos que essas declarações põem em perigo as políticas públicas de saúde e o imperativo de proteger a vida humana”, disse Chevallier.
Ainda em 2009, a então ministra da Saúde da França, Roselyne Bachelot, falou de forma mais emocional contra a posição do papa, dizendo à rádio RTL que Bento 16 “proferiu uma monstruosa mentira científica” que foi um desserviço para as mulheres africanas que, segundo ela, “encontram dificuldade em fazer aceitável o uso do preservativo, que pode protegê-las “.
O ex-primeiro-ministro francês Alain Juppé foi mais longe, afirmando que “este papa começa a ser um verdadeiro problema, dado que ele vive em uma situação de total autismo”.
PEDOFILIA
Ainda na sexta-feira (19), cardeais católicos de todo o mundo foram convocados pelo papa a Roma para uma reunião extraordinária no Vaticano para discutir liberdade religiosa, a aceitação de convertidos da Igreja Anglicana, e principalmente, a crise de pedofilia que assola a Igreja em todo o mundo desde meados de abril deste ano.
Nos últimos anos, o Vaticano tem intensificado seus apelos por liberdade religiosa para os cristãos em países de maioria islâmica, principalmente a Arábia Saudita. Lá, não pode haver cultos públicos não-islâmicos, e converter muçulmanos a outras religiões pode acarretar a pena de morte.
O Vaticano também tem manifestado preocupação com os cristãos do Iraque, onde neste mês 52 pessoas – entre fiéis e policiais – foram mortos durante a ocupação de uma igreja por militantes da Al Qaeda.
Os atuais e os novos cardeais também ouvirão relatos sobre o escândalo de pedofilia no clero, que tem abalado a Igreja em diversos países. Vítimas de abusos sexuais organizaram protestos em Roma para coincidir com a reunião. Elas acusam o Vaticano de não se empenhar suficientemente para proteger os menores de futuros abusos do clero.
“Queremos que os bispos entreguem à polícia e aos promotores os prontuários pessoais de clérigos que sejam acusados de forma comprovada, admitida ou crível de terem molestado crianças”, disse Barbara Blaine, líder da entidade norte-americana Rede de Sobreviventes dos Abusados por Padres.”
Com informações Folha Online


20 de novembro de 2010

Dia Nacional da Consciência Negra

Zumbi dos Palmares: um herói brasileiro

Esta data foi estabelecida pela Lei 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

A homenagem a Zumbi foi mais do que justa, pois este personagem histórico representou a luta do negro contra a escravidão, no período do Brasil Colonial. Ele morreu em combate, defendendo seu povo e sua comunidade. Os quilombos representavam uma resistência ao sistema escravista e também um forma coletiva de manutenção da cultura africana aqui no Brasil. Zumbi lutou até a morte por esta cultura e pela liberdade do seu povo.

A criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira.

A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em 1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão.

Vale dizer também que sempre ocorreu uma valorização dos personagens históricos de cor branca. Como se a história do Brasil tivesse sido construída somente pelos europeus e seus descendentes. Imperadores, navegadores, bandeirantes, líderes militares entre outros foram sempre considerados hérois nacionais. Agora temos a valorização de um líder negro em nossa história e, esperamos, que em breve outros personagens históricos de origem africana sejam valorizados por nosso povo e por nossa história. Passos importantes estão sendo tomados neste sentido, pois nas escolas brasileiras já é obrigatória a inclusão de disciplinas e conteúdos que visam estudar a história da África e a cultura afro-brasileira.

Fundação ARCA promove Curso de Formação Política em Altaneira

Radialista José Nicolau
da Altaneira FM

A Fundação Educativa e Cultural ARCA em parceria com a Rádio Comunitária Altaneira FM, inicia hoje curso de Formação Política com o tema Análise dos Discursos dos Movimentos Esquerdistas na Ditadura Militar: Ensaios e Desafios na Contemporaneidade que tem como proponente o radialista José Nicolau.

O curso será ministrado quatro etapas sempre aos sábados distribuído em uma carga horária de 16horas/aulas. A aula inaugural será ministrada hoje a partir das 19h00 na sede da Fundação ARCA.

O jovem universitário e radialista da Rádio Comunitária Altaneira FM informa que público alvo do curso é estudantes maiores de 16 anos e outras pessoas que desejam ter maiores aprofundamentos no que toca as questões políticas e como podemos contribuir para uma sociedade justa e com opção pela igualdade nas três dimensões, na esfera Econômica, Social e Política.

“É importante lembrar a você que estejas interessado em participar que, na oportunidade serão discutidas questões como o Poder, o Discurso, as ações das esquerdas Brasileiras no Período Militar e claro, as ações que deveriam ser colocadas na pauta de discussão das esquerdas brasileiras revestidas em partidos políticos atualmente e, que, não são. O Diálogo e, ou a conexão Presente/Passado e passado/presente será uma das metas do mini-curso” afirma o radialista.

Lembra, ainda, que um dos objetivos do mini-curso é propiciar o Debate sobre os movimentos esquerdistas sem esquecer os desafios impostos pelo sistema político atual e econômico.

“Nesse diapasão é que o nosso curso tem como intuito e buscará mostrar as permanências em termos de construções discursivas das esquerdas brasileiras e, principalmente as mudanças que ocorreram e, claro, as que ainda precisam ser colocadas no debate com a pretensão de contribuir para decifrar os enigmas sociais e podermos dessa forma fazer parte também desse conglomerado de lutadores em busca de atingir e refletir mediante uma maior interação com a comunidade sobre os caminhos da superação dos entraves sociais”. Conclui José Nicolau.

Atendendo a pedidos a coordenação do curso estendeu as inscrições para todo o dia de hoje na sede da Fundação ARCA com Luana ou o próprio José Nicolau. A inscrição tem um valor simbólico de R$ 5,00 para custear o material a ser utilizado no mini-curso, bem como também os certificados.

PSOL planeja reestruturação para 2012

Ver. João Alfredo em campanha pra
Deputado Estadual em set/2010

Apesar das sucessivas derrotas nestas eleições, o Partido Socialismo e Liberdade (Psol) no Ceará e no Brasil ainda respira. É o que garante o vereador de Fortaleza João Alfredo (Psol), que, mesmo admitindo as fragilidades do partido, afirmou que a sigla vai “continuar a ideia de projetar novos quadros na política cearense”. “Antes só existia o meu nome, depois apareceu o do (Renato) Roseno e nessas últimas eleições tivemos a Soraya e a Marilene”, disse.

O insucesso nas urnas para o cargo de deputado estadual disputado pelo vereador nestas eleições e a derrota de Renato Roseno, que obteve mais de 113 mil votos como candidato a deputado federal, fizeram com que o partido enxergasse o momento, segundo Alfredo, como propício para “organização e reestruturação”. “Vamos abrir processos de filiações com critério, estruturar o partido no interior e consolidá-lo na Capital”.

Conforme o vereador, um dos principais fatores que “dificultou” os resultados foi o “alto gasto das campanhas, com as máquinas poderosas empresarias à frente do processo eleitoral”, associado ao fato de que a legislação eleitoral vigente não contribui com o desenvolvimento de partidos pequenos, especialmente os “ideológicos”.

Além disso, outra dificuldade apontada por Alfredo é a de fazer oposição de esquerda no Ceará, onde há uma aceitação muito grande do Governo Lula. “Enfrentamos uma tripla condição, em que aturam juntos os governos federal, estadual e municipal. Foi muito difícil”.. No entanto, o parlamentar preferiu negar a derrota e disse acreditar que o partido “não saiu quebrado” deste pleito.

Com vistas às eleições de 2012, o Psol deve priorizar a definição de candidaturas com antecedência, para que sejam evitadas convocações de última hora. De acordo com o presidente do Psol no Ceará, Moésio Mota, a escolha dos candidatos poderá ocorrer ainda em 2011.

Cenário nacional

A saída da vereadora e ex-senadora Heloísa Helena (AL) da presidência nacional do partido, a não reeleição da deputada federal Luciana Genro (RS) e a votação inexpressiva de Plínio de Arruda Sampaio (SP) para presidente da República refletem que o partido ainda tem muitos desafios pela frente, segundo Mota.

 ''O momento não é favorável, mas há uma parcela da sociedade que não está satisfeita com o que está posto aí”, contrapõe o presidente, que, assim como Alfredo, concorda que, por meio de uma análise mais contextualizada do cenário nacional, o resultado nas urnas não foi tão negativo assim.

“A gente ficou muito feliz com a performance dos nossos candidatos. O resultado eleitoral não foi expressivo, mas a condução da nossa identidade ideológica foi bem”. Para ele, o mais importante é a conscientização da sociedade para as lutas de cunho sociais.

Com informações O POVO

Seis anos de Firefox, 400 milhões de usuários

Nesse mês de novembro, o Firefox comemora seis anos de criação. No blog oficial do Mozilla, responsável pelo desenvolvimento do navegador, a fundação comemora a marca de mais de 400 milhões de usuários que utilizam o programa em todo o mundo.

Infelizmente, o Firefox 4, cujo lançamento fora marcado para outubro deste ano, e que faria parte das comemorações, ficou para o início de 2011.

Atualmente o Firefox é o segundo navegador mais usado no mundo, estando em 23% dos computadores, segundo a Net Applications. À sua frente está o Internet Explorer (59,7%). Nos últimos meses, no entanto, quem mais vem crescendo é o Chrome: lançado há dois anos, já tem 8% do mercado.

O Firefox é também o segundo navegador mais para visualizações de página do Blog de Altaneira, no entanto com um percentual maior (37%) à sua frente também está o Internet Explorer (41%) e em terceiro Chrome é usado por 18% dos internautas que visualizam o Blog de Altaneira.

19 de novembro de 2010

O Recurso do Prefeito de Altaneira pronto para julgamento no TRE

O Recurso do Prefeito de Altaneira, Antônio Dorival de Oliveira (PSDB), apresentado em face da Sentença da Justiça Eleitoral que cassou o seu mandato está pronto para julgamento pelo Plenário do Tribunal Regional Eleitoral - TRE.

A informação foi disponibilizada sítio do TRE, na manhã de ontem. O Recurso foi enviado para SEREP - Seção de Registros e Publicação para inclusão em pauta.

Vários outros processos aguardam julgamento no TRE, desse modo não existe data certa para o julgamento do Recurso do Prefeito de Altaneira, oq eu pode acontecer a qualquer momento.

O Recurso foi protocolado em 25/02/2010, no entanto vários entraves burocráticos atrasaram o início do julgamento.

Para maiores informações clique no endereço a seguir:  www.tse.gov.br/sadJudSadpPush

Leia Mais:











18 de novembro de 2010

A História do Xadrez

Jogo de Xadrez com tabuleiro, peças no modelo Staunton
em suas casas iniciais e um relógio de competição.
O Xadrez é um jogo de tabuleiro de natureza recreativa e competitiva para dois jogadores ou mais, sendo também conhecido como Xadrez Ocidental ou Xadrez Internacional para distingui-lo dos seus predecessores e de outras variantes da atualidade. A forma atual do jogo surgiu no Sudoeste da Europa na segunda metade do Século XV, durante o Renascimento, depois de ter evoluído de suas antigas origens persas e indianas. O Xadrez pertence à mesma família do Xiangqi e do Shogi e, segundo os historiadores do enxadrismo, todos eles se originaram do Chaturanga, que se praticava na Índia no Século VI d.C.


O xadrez é um dos jogos mais populares do mundo, sendo praticado por milhões de pessoas em torneios (amadores e profissionais), clubes, escolas, pela Internet, por correspondência e informalmente. Há uma estimativa de cerca de 605 milhões de pessoas em todo o mundo que sabem jogar xadrez e destas, 7,5 milhões são filiadas a uma das federações nacionais que existem em 160 países em todo o mundo.

Características de arte e ciência são encontradas nas composições enxadrísticas e em sua teoria que abrange aberturas, meio-jogo e finais, as fases em que subdividem o transcorrer do jogo. Na terminologia enxadrística, os jogadores de xadrez são conhecidos como enxadristas. O xadrez, por ser um jogo de estratégia e tática, não envolve o elemento sorte. A única exceção, nesse caso, é o sorteio das cores no início do jogo, já que as brancas sempre fazem o primeiro movimento e teriam, em tese, uma pequena vantagem por isso. Essa teoria é suportada por um grande número de estatísticas, embora alguns especialistas não aceitem a existência de tal vantagem.

A partida de xadrez é disputada em um tabuleiro de casas claras e escuras, sendo que, no início, cada enxadrista controla dezesseis peças com diferentes formatos e características. O objetivo da partida é dar xeque-mate (também chamado de mate) no adversário. Teóricos do enxadrismo desenvolveram uma grande variedade de estratégias e táticas para se atingir este objetivo, muito embora, na prática, ele não seja um fato muito comum, já que os jogadores em grande desvantagem ou iminência de derrota têm a opção de abandonar (desistir) a partida, antes de receberem o mate.

As competições enxadrísticas oficiais tiveram início ainda no Século XIX, sendo Wilhelm Steinitz considerado o primeiro campeão mundial de xadrez. Existe ainda o campeonato internacional por equipes realizado a cada dois anos, a Olimpíada de Xadrez. Desde o início do Século XX, duas organizações de caráter mundial, a Federação Internacional de Xadrez e a Federação Internacional de Xadrez Postal vêm organizando eventos que congregam os melhores enxadristas do mundo. O atual campeão do mundo (2007) é o indiano Vishy Anand e a campeã mundial (2008) é a russa Alexandra Kosteniuk.

O enxadrismo foi reconhecido como esporte pelo Comitê Olímpico Internacional em 2001, tendo sua olimpíada específica e campeonatos mundiais em todas as suas categorias.

Comemora-se hoje (19/11) o Dia Internacional do Enxadrismo um homenagem a data de nascimento de José Raúl Capablanca, considerado um dos maiores enxadristas de todos os tempos e o único hispano-americano a se sagrar campeão mundial.

Vamos agora conhecer a História do xadrez:

O brâmane indiano Lahur Sessa 
criando o Chaturanga, predecessor do 
Jogo de Xadrez (na concepção do
 artista brasileiro Thiago Cruz)
Existem diversas mitologias associadas à criação do xadrez, sendo uma das mais famosas aquela que a atribui a um jovem brâmane indiano chamado Lahur Sessa. 


Segundo a lenda, contada em O Homem que Calculava, do escritor e matemático brasileiro Malba Tahan, numa província indiana chamada Taligana havia um poderoso rajá que havia perdido o filho em batalha. O rajá estava em constante depressão e passou a descuidar-se de si e do reino.

Certo dia o rajá foi visitado por Sessa, que apresentou ao rajá um tabuleiro com 64 casas brancas e negras com diversas peças que representava a infantaria, a cavalaria, os carros de combate, os condutores de elefantes, o principal vizir e o próprio rajá. Sessa explicou que a prática do jogo daria conforto espiritual ao rajá, que finalmente encontraria a cura para a sua depressão, o que realmente ocorreu.

O rajá, agradecido, insistiu para que Sessa aceitasse uma recompensa por sua invenção e o brâmane pediu simplesmente um grão de trigo para a primeira casa do tabuleiro, dois para a segunda, quatro para a terceira, oito para a quarta e assim sucessivamente até a última casa. Espantado com a modéstia do pedido, o rajá ordenou que fosse pago imediatamente a quantia em grãos que fora pedida

Depois que foram feitos os cálculos, os sábios do rajá ficaram atônitos com o resultado que a quantidade grãos havia atingido, pois, segundo eles, toda a safra do reino durante 2.000 anos não seriam suficientes para cobri-la. Impressionado com a inteligência do brâmane, o rajá o convidou para ser o principal vizir do reino, sendo perdoado por Sessa de sua grande dívida em trigo.

Diz uma outra lenda que a criação do xadrez deve-se ao grego Palamedes, que teria inventado o jogo de xadrez como um passatempo para distrair os príncipes e seus soldados durante o longo período que durou o cerco imposto pelos gregos a cidade-estado de Tróia. Os gregos foram os primeiros a documentar a existência do jogo. O poeta Homero descreve no primeiro livro da Odisséia uma partida de xadrez entre os pretendentes da rainha Penélope, às portas da casa do esposo Ulisses, em Ítaca. Já o dramaturgo Eurípedes, em sua tragédia Ifigênia em Áulis, apresenta dois personagens, Ajax e Protesilau, disputando uma partida de xadrez.

Já uma terceira lenda atribui a invenção do jogo ao deus Marte(Mitologia Romana) ou Ares(Mitologia Grega) que foi inspirado pela dríade Caissa. Trata-se de uma lenda contemporânea, tendo sido criada em 1763 por Sir William Jones, um famoso orientalista britânico, que publicou durante a juventude, quando ainda estudava na Universidade de Oxford, um longo poema[15] intitulado Caíssa sobre uma encantadora ninfa dos carvalhos que habitava nos bosques da antiga Trácia. Caíssa e sua associação à criação do jogo de xadrez adquiriu enorme popularidade nos países anglófonos após as citações de Petter Pratt em seu livro Studies of Chess (Londres, 1803) e George Walker em Chess and Chessplayers (Londres, 1950). Posteriormente, na França, a musa foi citada por La Bourdonnais, Mery, Saint Aimant, dentros outros, em artigos escritos na La Palamède, a primeira revista do mundo dedicada ao xadrez. Desta forma, o jogo de xadrez também veio a ser conhecido poeticamente como a Arte de Caíssa.

Origens históricas

Nobres egípcios jogando uma forma primitiva de xadrez,
segundo a concepção artística de Sir Lawrence Alma-Tadema
Muito embora diversas civilizações antigas tenham sido apontadas como o berço do xadrez, tais como o Antigo Egito e a China dinástica, na atualidade a maioria dos pesquisadores concorda que o jogo tenha se originado na Índia por volta do Século VI d.C., na forma de uma antiga forma de xadrez com regras diferentes das atuais e denominado Chaturanga em sânscrito.

Posteriormente o Chaturanga difundiu-se na Pérsia durante o Século VII, recebendo o nome persa Shatranj, provavelmente com regras diferenciadas em relação ao jogo indiano. O Shatranj, por sua vez, foi assimilado pelo Mundo Islâmico após a conquista da Pérsia pelos muçulmanos, porém as peças se mantiveram durante muito tempo com os seus nomes persas originais. Dentre os praticantes de Shatranj à época, aqueles que mais se notabilizaram foram al-Razi, al-Adli e o historiador al-Suli e seu discípulo e sucessor al-Lajlaj. Diversos estudos foram feitos por al-Suli com o objetivo de compreender os princípios das aberturas e os finais de partida, além de classificar os praticantes de Shatranj em cinco categorias em razão de sua força de jogo.

Na passagem do primeiro milênio da nossa era, o jogo já tinha se difundido por toda a Europa e atingido a Península Ibérica no Século X, sendo citado no manuscrito do Século XIII, o Libro de los juegos, que discorria sobre o Shatranj, dentre outros jogos.

Origens do xadrez moderno (1450-1850)

Enxadristas árabes disputando
uma partida de xadrez, na
concepção de Ludwig Deutsch.
As peças no jogo antecessor ao xadrez eram muito limitadas em seus movimentos: o elefante (o antecessor do moderno bispo) somente podia mover-se em saltos por duas casas nas diagonais, o vizir (o antecessor da dama) somente uma casa nas diagonais, os peões não podiam andar duas casas em seu primeiro movimento e não existia ainda o roque. Os peões somente podiam ser promovidos a vizir que era a peça mais fraca, depois do peão, em razão da sua limitada mobilidade.

Por volta do ano de 1200, as regras do xadrez começaram a sofrer modificações na Europa e aproximadamente em 1475, deram origem ao jogo assim como o conhecemos nos dias de hoje. As regras modernas foram adotadas primeiramente na Itália (ou, segundo outras fontes, na Espanha): os peões adquiriram a capacidade de mover-se por duas casas no seu primeiro movimento e de tomar outros peões en passant, enquanto bispos e damas obtiveram sua mobilidade atual. 


A dama tornou-se a peça mais poderosa do jogo. Estas mudanças rapidamente se difundiram por toda a Europa Ocidental, com exceção das regras sobre o empate, cuja diversidade de local para local somente se consolidou em regras únicas no início do Século XIX.

Por esta época iniciou-se o desenvolvimento da teoria enxadrística. A mais antiga obra impressa sobre o xadrez, Repetición de Amores y Arte de Ajedrez, escrito pelo sacerdote espanhol Luís de Lucena, foi publicado em Salamanca no ano de 1497[21]. Lucena e outros antigos mestres do Séculos XVI e XVII, como o português Pedro Damiano de Odemira, os italianos Giovanni Leonardo Di Bonna, Giulio Cesare Polerio, Gioacchino Greco e o bispo espanhol Ruy López de Segura, desenvolveram elementos de aberturas e defesas, tais como Abertura Italiana, Ruy López e o Gambito do Rei, além de terem feito as primeiras análises sobre os finais.
Templários disputando uma partida de xadrez numa
iluminura do Libro de los juegos
No Século XVIII, a França passou a ocupar o centro dos acontecimentos enxadrísticos. Os mais importantes mestres eram o músico André Philidor, que descobriu a importância dos peões na estratégia do xadrez, e Louis de la Bourdonnais que venceu uma famosa série de matches contra o mais forte enxadrista britânico da época, Alexander McDonnell, em 1834. O centro da vida enxadrística nesse período eram as coffee houses nas maiores cidades européias, dentre elas o Café de la Régence em Paris e o Simpson’s Divan em Londres.

Durante todo o Século XIX, as entidades enxadrísticas se desenvolveram rapidamente. Diversos clubes de xadrez e vários livros sobre enxadrismo foram publicados. Passaram a ocorrer matches por correspondência entre cidades, tais como o ocorrido entre o London Chess Club contra o Edinburgh Chess Club em 1824[23]. As composições de xadrez tornaram-se comuns nos jornais, nos quais Bernhard Horwitz, Josef Kling e Samuel Loyd compuseram alguns dos mais famosos problemas de xadrez daquela época. No ano de 1843, a primeira edição do Handbuch des Schachspiels foi publicada, escrita pelos mestres germânicos Paul Rudolf von Bilguer e Tassilo von Heydebrand, sendo considerada a primeira obra completa sobre a teoria enxadrística.

O nascimento de um esporte

Benjamin Franklin disputando uma
partida de xadrez, quadro do artista
Edward Harrison May (1824-1887)
O primeiro torneio moderno de enxadrismo ocorreu em Londres em 1851. O campeão foi o alemão Adolf Anderssen, relativamente desconhecido à época, sendo aclamado como o melhor enxadrista do mundo. O seu estilo enérgico e brilhante, tornou-se muito popular, sendo imitado pelos outros praticantes. Suas partidas repletas de sacrifícios, tais como a Imortal ou a Sempreviva, foram consideradas como as mais altas realizações da arte enxadrística. A Imortal é citada por alguns autores como a mais famosa partida da história do enxadrismo.

Uma visão mais profunda sobre a estratégia enxadrística veio com dois jovens enxadristas: Paul Morphy e Wilhelm Steinitz.

O Imperador Germânico Oto II
jogando xadrez com uma cortesã
 numa iluminura de 1320
O norte-americano Morphy, um extraordinário prodígio, venceu todos os seus mais fortes oponentes, incluindo o próprio Anderssen, durante sua curta carreira entre os anos de 1857 e 1863. O sucesso de Morphy originou-se de uma combinação de ataque fulminante e profunda estratégia.

Este esquema foi mais tarde reinventado e descrito pelo outro mestre e teórico, o alemão Wilhelm Steinitz. Steinitz iniciou uma outra importante tradição: após o seu triunfo sobre o proeminente mestre alemão Johannes Zukertort, em 1886, foi considerado como o primeiro campeão mundial de xadrez]. Steinitz veio perder a coroa somente em 1894 para um jovem filósofo e matemático alemão, Emanuel Lasker, que manteve o seu título por 27 anos, a mais longa permanência como campeão do mundo de todos os tempos. Lasker foi o primeiro enxadrista a utilizar métodos psicológicos contra seus adversários.

Mas foi o prodígio cubano, o diplomata José Raúl Capablanca, campeão do mundo no período compreendido entre 1921 e 1927, que colocou um fim no reinado germânico do mundo do xadrez. Capablanca amava posições simples e os finais de jogo; permaneceu imbatível nos torneios por oito anos até 1924. Capablanca é considerado nos dias atuais como o maior talento natural da história do enxadrismo e o maior enxadrista hispânico de todos os tempos. Seu sucessor foi Alexander Alekhine, um forte atacante, que faleceu como campeão do mundo em 1946, tendo perdido seu título por um breve período de tempo para o enxadrista holandês Max Euwe em 1935, conquistando-o novamente dois anos depois.

No período compreendido entre as duas grandes guerras mundiais, a teoria enxadrística foi revolucionada por uma nova escola de pensamento conhecida como Hipermodernismo, liderada por Aaron Nimzowitsch e Richard Réti. Eles negavam a validade absoluta dos princípios da escola posicional que tinha sido estabelecida por Steinitz e Tarrasch. Os hipermodernistas defendiam o controle à distância do centro do tabuleiro por meio de peças, em lugar de ocupar as casas centrais com peões, convidando os adversários a ocupar o centro com seus peões que logo se tornariam alvos de ataque.

Desde o final do Século XIX, o número de torneios e matches entre mestres vem rapidamente crescendo. Em 1914, o título de grande mestre foi pela primeira vez conferido oficialmente pelo czar russo Nicolau II aos cinco finalistas do torneio de São Petersburgo: Capablanca, Lasker, Alekhine, Tarrasch e Marshall. Esta tradição continua sendo seguida pela FIDE, fundada em 1924, até os dias de hoje.

Era pós-guerra

Após a morte de Alekhine, o novo campeão do mundo foi selecionado em um torneio de enxadristas de elite, organizado pela FIDE que, desde então, vem conferindo o título. O vencedor do torneio de 1948, o soviético Mikhail Botvinnik, iniciou um era de hegemonia soviética no mundo do xadrez. Até a dissolução da União Soviética, houve somente um campeão do mundo não-soviético, o norte-americano Robert Fischer.

No sistema informal que era adotado anteriormente, o campeão do mundo tinha o direito de decidir com qual desafiante disputaria o título mundial, ficando a cargo do desafiante a busca por patrocinadores para o match. A FIDE veio então a estabelecer um novo e moderno sistema de torneios de classificação e matches que substituía este sistema arcaico. Os melhores enxadristas do mundo passaram a ser selecionados primeiramente nos Torneios Zonais, sendo seguidos pelos Torneios Interzonais. Os melhores finalistas dos Torneios Interzonais participam do Torneio de Candidatos que, por sua vez, definirá quem será o desafiante que poderá então disputar a coroa com o campeão do mundo. Um campeão derrotado neste match final tinha o direito de jogar um rematch no ano seguinte. O sistema funcionava em um ciclo de três anos.

Botvinnik venceu o campeonato mundial em 1948 e reteve a coroa nos anos de 1951 e 1954. Em 1957, a perdeu para Vasily Smyslov, mas recuperou o título pelo rematch em 1958. Em 1960, ele perdeu novamente para Mikhail Tal. Botvinnik recuperou o título novamente em 1961.

Entretanto, a partir de 1961, a FIDE aboliu a cláusula do rematch, e o campeão seguinte, Tigran Petrosian, um gênio da defesa e um fortíssimo jogador posicional, manteve a coroa no período de 1963 a 1969. Seu sucessor, Boris Spassky, foi campeão do mundo entre os anos de 1969 e 1972, sendo um formidável enxadrista tanto no jogo posicional quanto em agudas situações táticas.

Garry Kasparov ganhou títulos
mundiais  consecutivos
de 1985 a 2000.
O campeonato seguinte, disputado entre Spassky e o jovem norte-americano Robert Fischer, foi aclamado como o Match do Século. O match foi vencido por Fischer que, em 1975, se recusou a defendê-lo contra o soviético Anatoly Karpov. A FIDE concedeu o título a Karpov que o defendeu duas vezes contra Viktor Korchnoi e dominou o mundo do xadrez nas décadas de 70 e 80 com uma longa série de vitórias.

A supremacia de Karpov terminou em 1985 pelas mãos de um outro enxadrista soviético, Garry Kasparov. Kasparov e Karpov disputaram ainda o título mundial cinco vezes entre os anos de 1984 e 1990.

Em 1993, Kasparov e Nigel Short romperam com a FIDE e organizaram o seu próprio match pelo título mundial, fundando a Professional Chess Association. 


Vladimir Kramnik derrotou Kasparov 
em 2000  e unificou as duas coroas 
mundiais em 2006
Como conseqüência naquele período passaram a existir dois campeões mundiais, representando entidades distintas, a FIDE e a PCA. Logo depois do campeonato de 1995 a PCA faliu, e Kasparov não tinha nenhuma organização de onde escolher seu desafiante. Em 1998, ele então fundou o Conselho Mundial de Xadrez e organizou o Campeonato Mundial de Xadrez Clássico. Uma reunificação dos títulos somente veio a ocorrer em 2006, quando o russo Vladimir Kramnik derrotou o campeão FIDE Veselin Topalov e tornou-se o campeão do mundo das duas coroas.


Em 2007, o título mundial pela FIDE foi conquistado pelo indiano Vishy Anand durante o evento denominado Campeonato Mundial de Ajedrez México 2007, onde Kramnik foi um dos finalistas.

Vishy Anand, campeão mundial
de xadrez pela FIDE em 2008.
Em 2008, Anand confirmou o título mundial de xadrez durante o match em Bonn, realizado nos dias 26 de outubro a 1 de novembro. O resultado do match foi definido no dia 29, com o empate de Kramnik e Anand, com ampla vantagem do indiano (6,5 a 4,5), tornando desnecessária a 12ª. partida do match.

Com esta vitória, Anand também se torna o primeiro campeão de xadrez nas três modalidades: knockout, torneio, e match.

No Brasil, os campeonatos nacionais ocorrem desde 1927, sendo que o primeiro campeão foi Souza Mendes em campeonato disputado no Rio de Janeiro. O primeiro campeonato brasileiro feminino ocorreu em 1960 na cidade de Brusque e a primeira campeã foi Dora Rúbio.

O brasileiro Henrique Mecking é o mais
importante enxadrista brasileiro.
No ano de 1977 foi considerado o terceiro
 melhor jogador do mundo
Na literatura enxadrística, o Xadrez Básico, escrito pelo médico e mestre nacional Orfeu D’Agostini, influenciou gerações de enxadristas brasileiros, assim como o Manual de Xadrez, de Idel Becker e publicado em 1948. 


O Xadrez Básico tornou-se um best-seller no Brasil, tendo sido publicado pela primeira vez no ano de 1954. Na atualidade, um dos autores mais importantes é o MI Rubens Filguth que escreveu uma biografia de um dos mais importantes enxadristas brasileiros, intitulada Mequinho, o perfil de um gênio, a obra de referência Xadrez de A a Z e organizado a coletânea de ensaios A Importância do Xadrez, dentre outras obras.

Henrique Mecking, mais conhecido como Mequinho, é considerado o mais importante enxadrista brasileiro, tendo alcançado o seu auge no ano de 1977, quando foi considerado o terceiro melhor jogador do mundo, superado apenas por Anatoly Karpov e Viktor Korchnoi. Todavia, uma doença grave, a miastenia, que compromete seriamente o sistema nervoso e os músculos, fez Mequinho abandonar as competições em 1978. No estágio mais grave da doença passou a frequentar os cultos da Renovação Carismática Católica.

Ao se recuperar, passou a dedicar-se integralmente à religião, mas sempre alimentou a esperança de voltar a jogar xadrez. Finalmente voltou a jogar em 1991, num match de seis partidas contra o grande mestre Pedrag Nikolic. 


Em 2001, venceu Judit Polgar, a maior enxadrista do mundo. Mequinho vem participando de diversos torneios pela Internet e é atualmente um Grande Mestre Internacional, com uma pontuação no rating FIDE. 

Com Informações  Wikipédia, a enciclopédia livre