30 de julho de 2011

Pro-Cidadania cai no esquecimento popular em Altaneira

Viatura do Pro-Cidadania abrindo carreata
de Tasso Jereissati em setembro de 2010
O Prefeito em exercício, vereador Raimundim, decidiu pela não renovação o Convênio do Pro-Cidadania no final de abril deste ano após um ano de atividades dos Agentes. 

Segundo o Secretário de Governo Ariovaldo Soares nenhuma pessoa do povo reclamou junto aos órgãos públicos o retorno das atividades dos Agentes. A viatura do Programa foi entregue a Polícia Militar.

Por que será que o povo não reclamou da paralisação das atividades do pro-Cidadania?

O Professor José Evantui publicou matéria no seu Blog Mandíbula com o título  S.O.S PRO-CIDADANIA DE ALTANEIRA, a matéria foi reproduzida em outros blogs no Estado, no entanto não recebeu nenhum comentário dos internautas.

O Professor Blogueiro criticou a falta de indignação da população: “O que nos espanta é que a população ainda não está preparada para reagir contra ações que tragam prejuízos ao povo. Falta indignação. Sobra acomodação e indiferença. ENTÃO DEIXO O APELO: ALTANEIRA PRECISA DOS AGENTES PRO-CIDADANIA.”

O apelo não foi atendido. O povo manteve-se indiferente ao fim das atividades dos agentes de cidadania. A Câmara Municipal iniciou uma reação visando a renovação do Convênio, mas não encontrou respaldo popular.

A comunidade altaneirense não sente falta dos agentes por que estes nunca exerceram de fato as suas funções. A maioria viu no emprego a oportunidade para andar em carro de luxo e vez por outra exercer a função de “polícia militar”.

Alguém lembra uma grande ação de cidadania dos agentes de Altaneira?

O Programa é bom, deveria ser renovado, inclusive com nova seleção e novo treinamento para contratação de novos agentes.

Vale a pena ler de novo:

Pra que serve o Pro-Cidadania?


3 comentários:

  1. A PROVAÇÃO PARA RESSUSCITAR O TEMA(PRÓ-CIDADANIA)MERECE ATENÇÃO. A CONTATAÇÃO DOS AGENTES DE LONGE SE PARECEU COM APADRINHAMENTO, VISTO QUE HOUVE UMA SÉRIE DE TESTES E ELIMINAÇÃO DOS CANDIDATOS. A FRAGILIDADE DO PROGRAMA CONSISTE NA LEGISLAÇÃO QUE NÃO DETERNINOU QUE MUNICÍPIOS COM MENOS DE 50 MIL HABITANTES O TEVESSEM POR TEMPO INDETERMINADO. NENHUM MUNICIPIO DESPEDIU O RONDA DO QUARTEIRÃO. EM QUE NOSSO POVO ESTÁ REALMENTE APEGADO? A POLÍTICOS? A MANDATOS? A EMPREGO? E O FUTURO? A POPULAÇÃO TEM DEMONSTRADO QUE PRECISA DE UM TUTOR PARA REAGIR DIANTE DOS PROBLEMAS. HOJE, TEMOS OS MESMOS PROBLEMAS DE CIDADE GRANDE, PORÉM VISTO POR UMA POPULAÇÃO ACOMODADA, INERTE. ALTANEIRA PRECISA DE UM COMITÊ POPULAR PERMANENTE COM JOVENS INTELECTUAIS E PESSOAS CONSCIENTE.

    ResponderExcluir
  2. No dia 03 de abril de 2010, quando sopravam outros ventos, este Blog publicou uma matéria sobre a implantação do Pro-cidadania. Na redação sobravam ênfase na descrição dos objetivos do programa e qualificação dos agentes como “Os recrutas passaram por um criterioso processo de capacitação de 200 horas/aula com ênfase na valorização da cidadania, na segurança comunitária e na prevenção ao uso das drogas”; “Vale lembrar que o Comandante do Pro-Cidadania é o Prefeito Municipal, este deve orientar através de seus Assessores a conduta dos Agentes e proibir de forma enérgica ações daqueles que desvirtuem os objetivos do Programa”. Não a desvirtualização do Programa. O que está faltando para Tê-los de volta?

    ResponderExcluir
  3. A população de Altaneira perde muito com isso. Aqui no Municipio de Penaforte está sendo diferente, O prefeito Luis Celestina não esperou a Renovação do contrato com o Estado, enviou uma mensagem para Câmara Municipal pedindo a continuidade do trabalho dos Agentes.

    ResponderExcluir

A Administração do Blog de Altaneira recomenda:
Leia a postagem antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtuem os objetivos do Blog.