17 de dezembro de 2010

"Interpretação do Hino de Altaneira" por Zé Mariano

Zé Mariano o Poeta Cordelista
O que expressa com clareza
nessa terra brasileira
é bem significativo
o símbolo de uma Bandeira
e um horizonte que cresce
revela o que acontece
com a cidade de Altaneira.

Altaneira denomina-se
altitude do lugar
é um ponto muito alto
do estado ceará
um castelo de concreto
640 metros
acima do nível do mar.

Terra adorada mostra
princípios e tradição
exemplo e forma de vida
amor e dedicação
é as formas que o povo adora
e ninguém quer ir embora
para outra região.

Edificou-se nas montanhas
por não ser bem conhecida
e nos vales e montes do ciclo
com coragem foi erguida
dos homens em plena luta
foi um sonho que desfruta
altaneira construida.

Nos vales e montes existem
os mais ricos minerais
o calcário das rochas maciças
pra obras fundamentais
granito, brita e meio fio
que todo o tempo existiu
pra ruas municipais.

E as artes culturais
conjunto de conhecimentos
adquirido em vários campos
padrões de muitos eventos
instituições artísticas
faz a cidade turística
e diversão cem por cento.

Um classe social
é quem esfrauda o pavilhão
a desigualdade que tem
desmorona a construção
desse edifício moderno
um lugar rico e paterno
da nossa população.

Denomina-se a bandeira
armas de uma nação
que apresenta uma cidade
a uma corporação
figura e ornamento
dá todo depoimento
do conjunto de um brasão.

O branco representa paz
é o que tem no lugar
mundo das drogas, jamais...
Em linguagem popular
sequestro, assalto e agressão
furto e prostituição
não tem como associar.

O azul são os planetas
revestindo a amplidão
colaborando com o clima
o inverno tem a gestão
as riquezas naturais
das obras celestiais
e a terra não nega o pão.

E tem as áreas agrícolas
que nos oferta a produção
milho, fava, amendoim
abobra, cana e feijão
mandioca, algodão, mamona
que o comércio congestiona
nessa forte região.

Te saudamos com mor
é quando homenageamos
agradecendo por tudo
também parabenizamos
saudoso, humilde e contente
o passado e o presente
e muito alegre cantamos.

O teu porte altaneira
cheio de raro esplendor
porque nem um gestor da terra
lhe dedica muito amor
pra juntar todos os talentos
levar o conhecimento
em objeção se opor.

Orgulho da terra alencarina
pelo escritor Zé de Alencar
autor da literatura
pra o nordestino admirar
pra toda a sociedade
do fundamental a faculdade
foi um herói exemplar.

Brilho do lago que fascina
reserva muito importante
Lagoa de Santa Tereza
ela é muito fascinante
herdeira da verde mata
que as aves fazem serenata
com a forma deslumbrante.

Olhar de Santa Tereza
uma imagem deslumbrante
faz atrair os fiéis
numa admiração constante
escultura que simboliza
o que o povo precisa
permanecer confiante.

Se foi ela que herdou
da mãe de Cristo a nobreza
também fez chegar
num altar de fortaleza
e nela o povo – encanta
com o brilho dessa santa
e viva Santa Tereza.

A paz é quem faz erguer
do trono a branca bandeira
sob a soberania
e a população inteira
foi edificada a construção
a sublime redenção
que enobrece Altaneira.

Quando estamos felizes
agradecendo a melhora
por ironia do tempo
vem a seca que apavora
ficamos todos malucos
vendemos o que temos lucro
partimos de mundo a fora.

Um pobre pai de família
abandona seu lugar
torna-se um exílio ferido
sem possuir mais um lar
a pobreza é o que existe
ficando saudoso e triste
por não poder mais voltar.

Longe dessa terra amada
sem afeto e sem o lar querido
dar expressão que está falando
do Hino do ilustre Quido
que ergueu uma Bandeira
e lutou por Altaneira
nunca será esquecido.

Um comentário:

  1. Pedi que fizesse essa poesia a mais de um poeta da terra. Só Zé Mariano consegui fazê-la. Escrevi um pequeno esboço da História e ele fez com propriedade. Parabens ao "Primo"

    ResponderExcluir

A Administração do Blog de Altaneira recomenda:
Leia a postagem antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtuem os objetivos do Blog.