11 de abril de 2010

PSDB faz festa para Serra


Depois de meses de incertezas e apreensão, a oposição fez uma grande festa ontem, em Brasília, para apresentar o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) como seu candidato à sucessão presidencial, apostando que essa é a grande chance de retomar o poder assumido pelo presidente Lula em 2003.

Com a pré-campanha nas ruas, a principal preocupação de PSDB, DEM e PPS, a partir de agora, é desmontar a estratégia proposta pelo PT e sua candidata, Dilma Rousseff, de centrar a campanha eleitoral deste ano na comparação das gestões do governo Lula e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A ordem é disseminar o lema de que a eleição será entre Serra e Dilma.

O PSDB também mostrou unidade, com o ex-governador Aécio Neves defendendo com veemência a candidatura do aliado e os avanços promovidos por governos tucanos.

Embora esse debate seja considerado inevitável, pelo menos num primeiro momento, a oposição planeja dar um novo rumo a ele, chamando o PT e seus aliados para uma outra comparação: entre as biografias e trajetórias políticas e administrativas de Serra e Dilma. A avaliação é a de que, assim como o PSDB não poderá renegar o legado deixado pelo governo FH, o PT terá dificuldades para esconder as fragilidades de sua candidata num confronto direto com Serra.

"Está claro que esta estratégia de discutir o passado só interessa àqueles que querem esconder seu próprio candidato. Nós teremos a nossa própria pauta. E se eles quiserem ficar falando só do passado, vão falar sozinhos", afirmou o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), entre uma conversa e outra para os últimos preparativos da festa para Serra.

"O eleitor está mais preocupado com o amanhã do que com o passado", emenda o presidente nacional do PPS, Roberto Freire. O clima de otimismo cresceu entre tucanos e aliados depois que pesquisas indicaram uma retomada de crescimento do ex-governador - e estagnação de sua principal adversária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Administração do Blog de Altaneira recomenda:
Leia a postagem antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtuem os objetivos do Blog.