12 de fevereiro de 2016

Secretária de Saúde propõe multar domicílios com focos do mosquito aedes aegypti em Altaneira

Em comentário a uma postagem do presidente municipal do PMDB, Luiz Pedro Bezerra, em que sugere uma campanha para se combater o mosquito aedes aegypti em Altaneira envolvendo autoridades políticas, religiosas, profissionais da saúde, educação, pais, alunos, associações, sindicatos, comerciantes, blogueiros, internautas e rádio comunitária.

A secretária municipal de Saúde, Ivanna Alcântara, considera válida todo e qualquer tipo de manifestação, mas lembra que se a consciência não partir de cada um, o combate ao mosquito será ineficaz.

“Não adianta a mobilização de todas a entidades, entramos em uma casa, notificamos o foco do mosquito, orientamos e na semana seguinte se formos para aquele domicílio, o mesmo descaso perante as orientações são notados. Se cada um fizesse a sua parte, nem mobilização precisaríamos fazer, os índices das doenças seriam erradicados e viveríamos em uma comunidade onde não existiria focos transmissores”, escreveu a secretária.

Ivanna disse ainda que o principal papel que a população seria voltar-se a si mesmo e enxergar as medidas que estão sendo tomadas dentro dos domicílios de cada um. Sobre o lixo nos terrenos baldios: “quem joga lixo é a própria população então voltamos aquela história novamente de olharmos para si mesmos”.

A secretária afirma que os órgãos competentes irão adotar todas as medidas cabíveis, embora acredite, não surtirão efeitos desejados e propõe penalizar com multa pecuniária os proprietários dos domicílios que forem encontrados focos.

“O que eu acho é que deveriam existir multas para os donos dos domicílios que forem encontrados focos, porque quando mexe com o bolso em um instante as providências são tomadas” propõe.

Ivanna avisa também que o plano anual de combate ao mosquito está pronto e estão aguardando a aprovação do Conselho Municipal de Saúde para que na próxima semana possa ser divulgado e pede o engajamento de todos nas ações.