26 de dezembro de 2013

A batalha da TV por André Barrocal

A onipresente Rede Globo já não exibe como antes o dom da ubiquidade, a capacidade de estar ao mesmo tempo em todos os lugares. 

A emissora ainda lidera a audiência de maneira folgada, mas seu alcance tem diminuído ano a ano. 

A média caiu de 56% em 2004 para perto de 42% neste ano. 

Há muitas causas para o declínio, todas elas relacionadas aos avanços econômicos do País e a um componente tecnológico fundamental. O aumento da renda provocou mudanças nos hábitos de consumo. 

As emissoras concorrentes, diante desse quadro, querem mudar a medição da audiência. O que está em jogo? Bilhões da publicidade.