21 de dezembro de 2013

Cid Gomes quer manter alianças em 2014

Segundo Ibope 52% dos cearenses aprovam a gestão do governador - foto Edmar Soares
O governador Cid Gomes pretende manter as alianças para as eleições de 2014. O governador fez a afirmação na última quinta-feira (19/12), durante visita a comunidade Aldacy Barbosa - uma das que irá ser desapropriada para a construção de trecho do VLT. O desejo do governador é a manutenção da coligação com o PMDB, PT, PCdoB e outros partidos da base. No mês de novembro, Cid, juntamente com o líder do PT na Câmara e deputado federal José Guimarães, e o senador Eunício Oliveira (PMDB), se encontraram para conversa sobre a manutenção da aliança. Mas segundo Cid, ainda não há nenhuma definição para 2014. 

O grande impasse é saber se realmente o atual governador irá apoiar a tão desejada candidatura ao governo do Estado de Eunício Oliveira. Em meio a incertezas, o governador afirmou que deseja participar ativamente na campanha do seu sucessor. “Eu desejo participar do processo eleitoral da minha sucessão. É natural, e essa minha sucessão será mais bem vista se meu governo tiver melhor avaliado. Quanto mais o governo trabalhar, melhor as pessoas vão reconhecer o esforço e o candidato que irei apoiar terá uma força maior”, enfatizou. Na semana passada o Ibope divulgou pesquisa onde 52% dos cearenses aprovam a gestão do governador.

Sobre o desentendimento com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, Cid Gomes disse acreditar que não haja retaliação por conta de suas declarações. “Eu não creio que ele seja capaz disso. A minha reação foi pelo risco de um ato dele causar prejuízo ao Estado. Mesmo ele querendo prejudicar o Ceará eu tenho o recurso da presidente Dimal Rousseff (PT) para evitar isso”

Com informações O Povo Online