16 de dezembro de 2013

Arquivo Público recebe manuscrito do Ceará colonial

Um manuscrito datado de 6 de maio de 1823. No texto, a requisição feita pelo Quartel da Villa do Crato ao Capitão Regente José Ferreira da Silva pedindo armas para “pacificar a vila de povos ignorantes do Crato”. O documento histórico, que estava sob guarda do Arquivo Nacional, acaba de ser integrado ao acervo do Arquivo Público do Estado do Ceará.


“O documento exemplifica como era a vida política na Província, em 1823, período de grande ebulição”, destaca o diretor do Arquivo Público do Ceará, Márcio Porto, responsável pelo requerimento, ao Arquivo Nacional, que garantiu a cessão do documento à instituição cearense, mantida pelo Governo do Estado através da Secretaria da Cultura.

O manuscrito traz as assinaturas de José Pereira Filgueiras e de Tristão Gonçalves Pereira de Alencar. “Esse documento foi apreendido pela Polícia Federal, entre outros que iriam a leilão por colecionistas, e foi encaminhando ao Arquivo Nacional. Como diz respeito a um episódio da história cearense, requeremos a posse do documento e fomos atendidos”, destaca Márcio.

O documento já se encontra à disposição de pesquisadores, historiadores, estudantes e demais interessados, na sede do Arquivo Público.

Com informações O Povo Online