25 de dezembro de 2013

Primeira alta estação com mais de um milhão de turistas

Nos próximos meses, praias, centros de compras, bares, restaurantes e diversos outros estabelecimentos comerciais do Ceará vão ser “invadidos” por uma multidão de turistas. Tudo isto porque esta deve ser a primeira alta estação com mais de um milhão de turistas: 1,02 milhão de visitantes devem vir ao Ceará entre dezembro de 2013 e o carnaval de 2014, no início de março, tendo Fortaleza como portão de entrada.

O crescimento de 5,87% em relação à temporada de férias 2012/13 é atribuído, pelo secretário do Turismo, Bismarck Maia, “ao processo de consolidação do Ceará como destino turístico de alto nível, fazendo com que não tenhamos mais baixa estação, apenas alta e altíssima estações”.

Para Bismarck, os fatores que levaram a este resultado foram “a priorização pelo Governo do Estado da atividade turística como vetor de desenvolvimento, fortes investimentos em qualificação de espaços e pessoas, promoção direta ao público em mercados estratégicos e a entrada no segmento de Turismo de Negócios, com o Centro de Eventos”.

O impacto gerado na economia deve saltar de R$ 2,765 bilhões para R$ 3,088 bilhões, enquanto a renda direta vai R$ 1,580 bilhão para R$ 1,764 bilhão – ambos com crescimento de 11,68%.

Outros indicadores que devem crescer são: gasto per capita (de R$ 1.640 para R$ 1.730, uma alta de 5,49%); e a ocupação média da rede hoteleira (que deve passar de 74,4% para 78%), tendo um ápice na semana do Réveillon, com uma média entre 93% e 95%.
Uma pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo (MTur) feita no maior mercado emissor de turistas do Brasil, São Paulo, sondou quais os destinos mais procurados nas agências do Estado. E, com sol e praia abundantes, muitas opções de lazer, gastronomia e cultura, não podia dar outra: Fortaleza foi a cidade mais procurada.

Com 23,6% da demanda de vendas, a capital cearense ficou à frente do Rio de Janeiro (16,6%), Natal (11,5%), Maceió (10,9%) e Salvador (9,9%). A pesquisa foi realizada pelo Sindicato das Empresas de Turismo de São Paulo (Sindetur SP) em 368 agências.

Com informações Assessoria de Comunicação da Setur