3 de julho de 2014

Altaneira tem duas comunidades beneficiadas pelo Projeto Paulo Freire

O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Ceza Cristóvão, usou a rede social Facebook para informar que as comunidades da Chapada dos Romeiros e Sítio Córrego foram beneficiadas pelo Projeto Paulo Freire.

O Projeto Paulo Freire é um projeto que apresenta investimentos de US$ 80 milhões, sendo metade dos recursos concedidos pelo FIDA e a outra metade com recursos oriundos do Estado. O objetivo do projeto é atender com capacitações 60 mil famílias e com projetos produtivos 30 mil famílias. 

Segundo Ceza a divulgação da relação das primeiras comunidades a serem beneficiadas pelo Projeto se deu ontem (02/02) no Parque de Exposições Cesar Cals, em Fortaleza, por meio da Unidade de Gerenciamento do Projeto Paulo Freire da Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

“Inicialmente, essas comunidades/organizações produtivas serão envolvidas em ações de formação e capacitação como as oficinas de acesso às políticas públicas, no âmbito da agricultura familiar. De forma paralela, todas terão oportunidade de realizar um auto-diagnóstico para fazer uma leitura crítica da realidade, com foco nos temas centrais do Projeto de modo a conhecer, com mais detalhes a sua realidade a partir das dimensões econômica, ambiental, sociocultural, de organização e gestão”.

Os temas centrais do Projeto são produção, renda, manejo e conservação de recursos naturais, equidade de gênero, geração e etnia dentre outros.

Ceza esclareceu ainda, que essas são as primeiras comunidades a serem beneficiadas, e que, no transcorrer do Projeto, outras serão incorporadas ao plano de trabalho estabelecido no Acordo de Empréstimo com o FIDA.

Em nome da UGP Paulo Freire o secretário agradeceu a todos os parceiros envolvidos no processo de seleção e ressalta que o projeto tem o propósito de “reduzir a pobreza e elevar o padrão de vida da população rural cearense”.