8 de setembro de 2015

Desfile de 7 de setembro atrai grande público e protestos contra Dilma e PT

Palaque oficial montado para as autoridades (Fotos Marcos Studart)
O clima nas ruas que dão acesso à avenida Beira Mar, em Fortaleza, remontou, na manhã de ontem, aos tempos de Copa do Mundo no Brasil. Desde cedo até por volta do meio-dia, vendedores ambulantes anunciavam bandeiras, bonés e até brinquedos em verde, amarelo e azul. Pelo calçadão, muitos trajavam a camisa da seleção brasileira de futebol. O motivo, dessa vez, foi para prestigiar o tradicional desfile cívico-militar pela Independência do Brasil que, anualmente, acontece ali. 

Paralelo ao evento, que reuniu público estimado pela Polícia Militar em cerca de 40 mil pessoas, ocorreu movimentação de pessoas insatisfeitas com o governo Dilma Rousseff (PT).

Pelo cortejo passaram cerca de oito mil pessoas, entre militares e civis, segundo informou a assessoria de imprensa da 10ª Região Militar (Região Martim Soares Moreno), que organiza o desfile.

Com orquestras específicas para cada entidade, representantes da segurança estadual vivenciaram momentos de tietagem da plateia. Uma das performances mais ovacionadas pelo público foi a da Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio).

Prestigiando o desfile cívico-militar estiveram o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), e a governadora do Ceará em exercício, Izolda Cela (Pros). No palanque, montado em frente ao Náutico, outras autoridades como o comandante da 10ª Região Militar, Marco Antônio Freire Gomes, e o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB).
 
Protestantes tentaram tomar a Beira Mar e foi impedido pela PM (Fotos: Evilazio Bezerra)
Minutos antes do encerramento do desfile motorizado, manifestantes contrários ao Governo Federal tentaram tomar a avenida Beira Mar, mas foram impedidos pelo Grupamento de Ações Especiais (GOE). Somente após o final do cortejo, o Batalhão liberou, aos poucos, a passagem. O protesto pedia a renúncia da presidente Dilma Rousseff e uma intervenção militar.

O evento terminou com a tomada da avenida Beira Mar pelos manifestantes contrários ao Governo Federal.

Com informações O Povo Online