22 de setembro de 2015

Seduc promove Formação sobre Ensino de História e Cultura Afro-indígena Cearense

A Secretaria da Educação do Estado do Ceará (SEDUC-CE) está promovendo a I Edição do Curso de Formação Continuada para Professores em Ensino de História e Cultura Afro-indígena Cearense, na modalidade à distância (EAD), como parte integrante da I Etapa desta formação. 

O Curso gratuito é desenvolvido em parceria com as vinte Coordenadoria Regionais de Desenvolvimento da Educação (CREDES) sob a responsabilidade desta secretaria por intermédio da Plataforma Moodle neste portal.

A CREDE 18 tem como gerente do curso supracitado o professor Odécio Sales e todos os professores das escolas públicas do ensino médio e do ensino médio integrado a educação profissional, principalmente os que atuam na área das ciências humanas foram inscritos na plataforma pela docente Maria Edma da Silva, uma das organizadoras da I Etapa da Formação em Ensino de História e Cultura Afro-Indígena Cearense, de forma presencial, promovida por esta CREDE 18 entre dias 20 e 21 de agosto no auditório da Escola Estadual de Educação Profissional Violeta Arraes Alencar Gervaiseau, em Crato.

O programa visa capacitar professores da rede pública de ensino em alguns temas concernentes à História da várias Áfricas, assim como das populações afrodescendentes, vindo a contribuir para a implementação dos fundamentos e princípios que perpassam pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais, e para o Ensino de História e Cultura Africana, Afro-brasileira e afro-indígenas. Além de ser umas das formas de se dar passos largos em direção às Leis nº 10.639/03 e nº 11.645/08, que discorrem que é obrigatório o ensino dessas temáticas e sua inclusão em toda a extensão do currículo escolar, respectivamente.

O curso Formação em Ensino de História e Cultura Afro-Indígena Cearense está estruturado em cinco eixos, a saber:
Eixo I: Percebendo a Identidade (Índios no Ceará; O Negro no Ceará e Censo Etnico-Racial);

Eixo II:  Reconhecendo o Contexto (Os Tabebas em suas Terras; A Presença do Negro no Ceará e Negros e Índios, Eles Existem no Ceará?);
Eixo III: Pensando o Cotidiano (O Negro e o Índio na Educação; O Conhecimento Sobre o Negro e o Índio e sua Representação Sócio-Educacional; Gestão Pedagógica das Leis nº 10.639/03 e nº 11.645/08 e Gestão Pedagógica do Ensino Afro-Indígena Cearense na Escola);
Eixo IV: Refletindo o Currículo Escolar (A Educação Afro-brasileira e o currículo escolar; Matrizes Curriculares do Ensino Médio e Ensino de História e Cultura Afro-Indígena Cearense e sua relação nas Áreas do Conhecimento);
Eixo V: Vivências e Práticas (A Visão do Negro no Livro Didático e Ciência em Ação – o museu virtual de imagem e cultura africana e afrodescendentes).

Com informações Blog Informações em Foco