5 de setembro de 2015

Professora usa Tribuna da Câmara solicitando reabertura de Sala

Professora Toinha Leite na Tribuna da Câmara Municipal de Altaneira (Foto: João Alves)
A professora Antonia Leite de Almeida Bezerra, popularmente conhecida por Toinha Leite, usou ontem (04/05) a Tribuna da Câmara Municipal de Altaneira, para solicitar aos vereadores que dessem uma contribuição para a reabertura da Sala de Recursos que atende aos alunos portadores de necessidades especiais. 

Toinha explicou os objetivos da Sala de Recursos, o seu funcionamento na Escola Municipal de Ensino Joaquim Rufino e citou que o atendimento diferenciado é um direito constitucional dos estudantes que existe a necessidade, mas em face da situação em que se encontra o Município a sala foi fechada e ela foi lotada em sala de aula do ensino regular.

A professora lembrou que tem curso específico para atuar na área e que na gestão anterior se afastou de uma coordenação para se dedicar ao projeto que funcionou até o final do primeiro semestre deste ano.

Os vereadores foram unânimes em apoiar o pleito da professora, mas apenas Flávio e Deza se posicionaram no sentido de que a resolução do problema está na aprovação do projeto que autorização contratação temporária de servidores até a realização do concurso.

O vereador Professor Adeilton rebateu dizendo que o problema foi causado pelo prefeito municipal, que tem buscado meios  para resolver outras necessidades que não são prioritárias.

“Não se justifica uma sala de atendimento de tamanha importância para nosso município está fechada. O prefeito deve buscar meios para reabrir essa sala, os educadores, pais e responsáveis devem entender que essas questões são meramente administrativas e são de iniciativa privativa do Prefeito”, disse o líder.

A professora Cicera Pereira também lamentável que esse e muitos outros programas importantíssimos para a educação estão interrompidos, fato reforçado pela gerente do PAIC local, professora Micirlandia Soares, que justificou a interrupção dos programas e projetos devido a falta de professores nas salas de aulas.

Micirlandia ressaltou a importância do trabalho que a professora Antonia Almeida desempenhava, elogiou sua atuação na sala e lamentável paralisação do programa.

Micirlandia Soares comentou ainda que espera a uma resolução do problema por parte da Câmara Municipal, para que os resultados da educação não sejam prejudicado.

“Esperamos que os nobres Vereadores se sensibilizem com a situação da Educação, esqueçam a política partidária e votem o projeto da contratação temporária e juntos tentarmos salvar os resultados do ano letivo”, comentou a Gerente do PAIC.

Após as explicações na Tribuna a professora Toinha Leite recebeu o apoio de alunos e mães de alunos que se encontrava no Plenários da Casa.

O projeto de lei da contratação temporária deve ser analisado na próxima sessão da Câmara Municipal de Altaneira.