18 de outubro de 2015

Em Convenção Cid Gomes se filia ao PDT

Em convenção realizada ontem (17/10) em Fortaleza, o ex-governador Cid Ferreira Gomes confirmou sua filiação ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). 

Em discurso no evento, Cid não poupou críticas ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e ao vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB.


“O PMDB é um partido podre e fisiologista, e o Temer é o chefe da quadrilha que achaca o País”, disse. Cid disse ainda que Eduardo Cunha é “o que existe de mais podre, cínico e demoníaco” na política brasileira. 

Logo após o discurso, muito aplaudido por lideranças do PDT, Cid assinou ficha de filiação. O documento foi abonado pelo presidente nacional da legenda, o ex-ministro do Trabalho nos governos Lula e Dilma, Carlos Lupi. O ministro André Figueiredo (Comunicações), o ex-ministro Ciro Gomes e o prefeito Roberto Cláudio também acompanhavam o ato de filiação.

Os filiados do PDT confirmaram o prefeito Roberto Cláudio como novo presidente da sigla na Capital e André Figueiredo foi reconduzido ao comando do partido no Ceará. Filiação dos vereadores do partido, no entanto, deve ficar para março do ano que vem.

Antes esperado apenas para oficializar a filiação de Cid, ato acabou tendo ares de apoio à candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República. Em suas falas, lideranças do partido elogiaram Ciro e destacaram pretensões presidenciáveis da legenda.

“Vamos agora construir um projeto nacional de candidatura à Presidência da República (...) o PDT tem sido um partido que sempre esteve ao lado das grandes causas, queremos fortalecer a história do PDT”, disse Roberto Cláudio, pré-candidato à reeleição.

Os elogios foram subscritos por vários dos presentes. “Quero cumprimentar Ciro Gomes, nosso futuro presidente do Brasil”, disse o presidente da Câmara de Fortaleza, Salmito Filho (PDT).

Apesar do apoio a Ciro, André Figueiredo destacou que o partido irá trabalhar pela “governabilidade” de Dilma Rousseff. “Dilma pode ter vários defeitos, mas nunca fugiu à luta”, disse.

Com informações O Povo Online