5 de outubro de 2011

Santa Teresa D’Ávila e Santa Teresinha de Jesus

As imagens das duas “Doutoras da Igreja” adoradas pelos católicos
Ainda é o comum as pessoas confundirem a Padroeira de Altaneira, Santa Teresa D’Ávila, com a Padroeira das Missões, Santa Teresinha de Jesus, mas apesar da fisionomia, do vestuário e do fato de que ambas terem sido declaradas “Doutoras da Igreja”, mais de 350 anos separam a história das duas freiras carmelitas. 

Teresa de Cepeda e Ahumada (Santa Teresa D’Ávila) nasceu em 28 de março de 1.515, na província de Ávila, Espanha e Marie-Françoise-Thérèse Martin (Santa Teresinha de Jesus) nasceu no dia 2 de janeiro de 1873, Aleçon na França

Santa Teresa D’Ávila faleceu 4 de outubro de 1582, exatamente no dia seguinte efetuou-se a mudança para o calendário gregoriano, que suprimiu dez dias, de modo que a festa da Santa foi fixada, mais tarde, para o dia 15 de outubro. A santa padroeira de Altaneira foi canonizada em 1622. No dia 27 de setembro de 1970, o papa Paulo VI conferiu-lhe o título de “Doutora da Igreja”.

Santa Teresinha de Jesus morreu em 1° de outubro de 1897 e no dia 17 de maio de 1925, o Papa Pio XI, a eleva a honra dos altares como Santa Teresinha do Menino Jesus, e no ano de 1927, o mesmo Papa Pio XI a declara padroeira das Missões. No ano do centenário de sua morte em 1997, o Santo Padre, João Paulo II também a declara “Doutora da Igreja”.

Vale ainda registrar que Santa Teresinha era devota de Santa Teresa D’Ávila.

Clique nos títulos abaixo e conheça mais sobre a histórias das duas santas, “Doutoras da Igreja”.


4 comentários:

  1. Eu era uma dessas pessoas que confundia, agora não mais. Obrigada pelo esclarecimento.

    ResponderExcluir
  2. Excelente e explanação! Aprendi bastante sobre a vida destas grandes santas de Nossa Igreja. Contudo peço ao administrador do blog que retire a declaração: "adoradas pelos católicos"; frase postada sob as imagens desta postagem. Sugiro que a colocação "amadas ou veneradas" é a forma mais correta e coerente. Pois o termo adorar é específico e próprio de Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Então, como eu acredito na Boa índole desse blog, que tem o interesse de bem informar seus leitores. Deus abençoe a todos nós! Paz e bem!

    ResponderExcluir

A Administração do Blog de Altaneira recomenda:
Leia a postagem antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtuem os objetivos do Blog.