19 de fevereiro de 2015

Eunício: "Iremos questionar a maneira de governar de Dilma"

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (PMDB), disse que nos próximos dias, durante programas na TV, o seu partido irá questionar fortemente a presidente Dilma Rousseff (PT) e a forma de governar da petista.

À coluna “Sobe e desce da economia” na rádio O POVO/CBN, Eunício garantiu uma ofensiva peemedebista à forma de governar de Dilma e à sua maneira de conduzir a economia do País. 

Ao jornalista Nazareno Albuquerque, o líder do PMDB declarou: “O Brasil está em clara recessão, inflação fora de controle e investimentos públicos parados. A economia está muito complicada. Iremos questionar a maneira de governar de Dilma”, criticou senador cearense, que ainda compõe a base governista.

Eunício Oliveira, que chegou a pedir votos à presidente Dilma Rousseff em outubro, durante a campanha para a reeleição da petista, confirmou que a ofensiva irá ao ar durante apresentação do programa de trabalho do PMDB, programado para quinta-feira, 26, da próxima semana. As críticas à Dilma e ao Planalto serão disparadas principalmente no setor econômico.

Em Dubai durante o recesso parlamentar para o Carnaval, o senador Eunício Oliveira, ainda à coluna “Sobe e desce da economia”, criticou o que chamou de “calote aos cearenses” o episódio do cancelamento do projeto da refinaria do Ceará. Desta vez, o peemedebista pôs a culpa no ex-governador - e atual ministro da Educação - Cid Gomes (Pros) por saber do insucesso da refinaria.

“Cid sabia do fim do projeto e se manteve em silêncio político e cujo preço foi o enterro da refinaria”, disparou.

Durante o programa peemedebista da próxima semana, Eunício será o único político representante do Nordeste a falar. Entre as duras críticas estarão ainda o atraso na execução de obras no Nordeste brasileiro.

“Vamos falar sobre investimentos federais que estão parados”, disse ele, “como a Transnordestina e a transposição do Rio São Francisco, por falta de recursos”.

Com informações O Povo Online