28 de fevereiro de 2015

Secretários discutem Plano Estadual de convivência com a Seca com parlamentares

Plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Foto: Divulgação)
Representantes do Governo do Estado discutiram ontem (27/02) com parlamentares e representantes da sociedade civil o 'Plano Estadual de Convivência com a Seca', apresentado pelo governador Camilo Santana na última quarta-feira, na Assembleia. O secretário de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração, Irani Braga Ribeiro, representou o Governo Federal no debate e destacou a importância de se planejar as ações contra a estiagem.

“Estamos integrados com o Estado do Ceará e vamos atender as demandas apresentadas para garantir a convivência do povo do Estado com a estiagem”, afirmou Irani, que veio a Fortaleza para participar do debate na Assembleia. Ele destacou também que o Governo Federal está definindo uma política pública permanente para garantir ações efetivas de convivência com a seca em parceria com os estados. 

Na tarde de ontem, o governador apresentou o plano ao ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, em reunião em Brasília.

O secretário do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, informou que as ações foram elaboradas em conjunto desde o dia primeiro de janeiro, coordenadas pela Seplag, e que as ações em andamento terão plena continuidade. “O governador Camilo Santana orientou os secretários e manter as ações que já estão acontecendo com foco no abastecimento d’água e assistência técnica ao homem do campo”. O secretário ressaltou ainda que a pasta está intensificando as obras de abastecimento d’água do Programa Água para Todos e São José III para garantir a segurança hídrica nas comunidades que mais precisam.

O secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, destacou as obras em andamento das adutoras de montagem rápida (AMR) para atender aos municípios cearenses. Emergencialmente será atendido o Vale do Jaguaribe.

“Vamos fazer uma pequena adutora interligando o Eixão das Águas à estação de tratamento de Morada Nova, o que vai normalizar o abastecimento no município e estamos preparando a dispensa de licitação para iniciar as obras da adutora de Jaguaretama, para garantir o abastecimento no município em no máximo 60 dias”, concluiu.

Teixeira ressaltou ainda que as obras de adutoras dos demais municípios também já estão em andamento e deverão ser concluídas até o final de setembro, para garantir o abastecimento às sedes municipais. “O recurso foi negociado diretamente pelo governador Camilo Santana com o ministro Gilberto Occhi e o secretário de Desenvolvimento Regional, Irani Braga Nunes, confirmou o pleito do Ceará”, disse o secretário.

Com informações Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado