15 de novembro de 2016

Altaneira aparece entre os principais municípios com suspeitas de fraudes no Bolsa Família

Com 16,71% de perfis suspeitos de beneficiários do Bolsa Família o Município de Altaneira aparece em 3º lugar entre os municípios cearense. Aurora com 22,16% e Solonópole com 18,02% lideram a listagem. 

Granjeiro (16,49%) e Aiuaba (15,99%) completam a lista dos cinco primeiros do Estado do Ceará no diagnóstico realizado pelo Ministério Público Federal (MPF). Fortaleza aparece na 15ª posição entre as capitais, com percentual de 4,04% de recursos destinados a perfis suspeitos.

Os dados do MPF apontam o Ceará apontam que 5,51% dos recursos do Bolsa Família destinados ao Ceará podem estar beneficiando pessoas que não cumprem os requisitos econômicos do programa. O estado aparece na quarta colocação num ranking nacional a partir da análise de valores pagos entre 2013 e maio de 2016.

De acordo com o levantamento, 99.729 beneficiários foram considerados suspeitos no Ceará, o que equivale a 6,38% do total de beneficiários no estado. Os valores pagos aos perfis suspeitos no período analisado no diagnóstico chega a R$ 368,8 milhões de um montante de R$ 6,7 bilhões que beneficiaram 1,5 milhão de cearenses desde 2013. 

O ranking é um dos resultados do Projeto Raio-X Bolsa Família, atuação coordenada pelas Câmaras Criminal e de Combate à Corrupção do MPF.

O diagnóstico sobre o maior programa de transferência de renda do governo federal, assim como as ações propostas e os resultados alcançados estão disponíveis no portal www.raioxbolsafamilia.mpf.mp.br, divulgado na última sexta-feira (11/11).

No portal o navegante poderá acessar a versão interativa da ferramenta de inteligência desenvolvida pelo MPF e filtrar os dados selecionando unidade da federação e município que desejar.