24 de novembro de 2012

Ainda indefinida a sucessão da Presidência da Câmara Municipal de Altaneira

Raimundo Rufino, Raimundo Soares e João Gualberto pertenceram a uma geração que cumpria os acordos na Câmara de Altaneira - foto de Arquivo - Nagela Pereira
Em meio ao cenário de incertezas que paira sobre o Legislativo Municipal, nada menos que quatro nomes estão entre os cotados para ser o próximo Presidente da Câmara Municipal de Altaneira. Embora as conversas ainda preguem cautela e a maioria dos vereadores evite falar sobre a própria postulação, os bastidores estão agitados já há alguns dias.

Na última Sessão Ordinária da Câmara Municipal o presidente Raimundim, que desistiu da candidatura, disse em pronunciamento no Plenário que “morreria no dia 31 de dezembro, mas ressuscitaria no dia primeiro de janeiro”. A frase foi interpretada como um recado direto de que sua esposa, a vereadora eleita Alice Gonçalves, poderia entrar na disputa por sua cadeira.

Os nomes cotados na base do prefeito reeleito são os estreantes na Câmara Antonio Leite e Edezyo Jalled, ambos do PRB e o veterano Deza Soares (PCdoB), que assumiu o comando da Casa após o afastamento do prefeito Antonio Dorival (PSDB).

Antonio Leite disse que colocou seu nome a disposição do grupo porque entende que a Câmara merece uma administração pautada na moralidade e no zelo pela coisa pública e sua história de vida o credencia para o cargo.

Já Edezyo Jalled disse que a Câmara precisa de um comando dinâmico e moderno e que leve o Legislativo para mais próximo dos diversos segmentos da sociedade em especial da juventude que pode contribuir com uma melhora significativa da imagem do órgão.

O vereador Deza Soares afirma que o pequeno espaço de tempo que ocupou o exercício da Presidência da Casa, pois moralizou a aplicação dos recursos, implementou uma assessoria séria e competente, adquiriu equipamentos moderno e melhorou as instalações da Casa do Povo.

As vereadores Lélia de Oliveira e Alice Goncalves ainda não demonstraram interesse na disputa, em relação a Alice fica apenas os comentários e insinuações de seu marido o atual Presidente da Casa.

A eleição da Mesa Diretora de Altaneira tem um vasto histórico de traições, conchaves e articulações de última hora. Na década de 80 não houve consenso entre os parlamentares, o Presidente foi escolhido por sorteio. No caso o contemplado foi o vereador João Gualberto da Silva, mais conhecido por Caboquinho do São Romão.

Na eleição da Mesa Diretora em 2005 houve um empate, mas o Regimento Interno da Casa determina nessa caso a realização de nova votação, sendo eleito o vereador Raimundo Rufino.

As últimas eleições da Mesa Diretora foram marcadas por quebras de acordo de ambos os grupos políticos. O último acordo mantido do primeiro biênio para o segundo se deu na Legislatura 1989/2002. Em 1989 foi eleito o vereador Raimundo Soares e ficou acertado que o próximo presidente seria o vereador Raimundo Rufino que foi eleito dois anos depois com apenas um voto contrário.

Quatro anos depois (1995) acordo semelhante não foi mantido e a oposição elegeu pela primeira vez um Presidente da Câmara Municipal em Altaneira.

De 1995 até a última eleição em 2009 foram vários acordos quebrados e uma série de administrações desastrosas na Câmara Municipal de Altaneira especialmente naqueles casos em que o Presidente foi eleito pelo grupo rival.

O prefeito Delvamberto Soares (PSB) ainda não se pronunciou sobre nomes de sua preferência, mas adiantou que o presidente da Câmara deve ser eleito dentre os membros da base aliada com o apoio de seus colegas, aos mais próximo o prefeito demonstra o interesse de apontar a vereadora para apaziguar os animos.

Outro ponto muito desrespeitado na eleição da Mesa é o princípio da proporcionalidade previsto na Lei orgânica do Municipal e no Regimento Interno da Câmara Municipal. Se observado esta regra a Mesa Diretora deveria ser formada por dois membros da base aliada e um membro do grupo de oposição, algo impensável para o momento atual.

O vereador Professor Adeilton, líder da atual bancada de oposição, disse que seu grupo ainda não discutiu a sucessão, mas em breve os vereadores eleitos se reunirão com líderes partidários para uma análise da situação.

Já o grupo da base aliada do Prefeito tinha uma reunião agendada para a noite de ontem (23/11), mas foi adiada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Administração do Blog de Altaneira recomenda:
Leia a postagem antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtuem os objetivos do Blog.