21 de agosto de 2017

Alunos e professores de escolas públicas participam de corrida de rua

A corrida uniu alunos e professores e lembrou que a atividade física pode ser aliada do conhecimento (Foto Tatiana Fortes)
Realizou-se na manhã de ontem (20/08) segunda edição da Corrida das Escolas Públicas do Ceará. A  competição de cinco quilômetros concentrou cerca de oito mil alunos e professores no aterro da Praia de Iracema. Os escolhidos para competir na orla de Fortaleza representaram todas as 715 escolas da rede estadual. Venceram, antes, corridas nos próprios municípios. 

Os primeiros colocados no percurso ganharam medalhas, troféus e viagens para competir fora do Estado, além de fotos e parabéns do governador Camilo Santana (PT), da vice-governadora Izolda Cela, da primeira-dama Onélia Leite e do secretário da Educação, Idilvan Alencar. 

Professores que participaram da prova também foram contemplados com medalhas e troféus. Para Brenda Maria da Silva Sousa, 15, que cursa massoterapia na Escola de Ensino Profissional (EEP) Juarez Távora, no Bairro de Fátima, a corrida estimula a autoconfiança. “Vai despertando a vontade de você querer ser não melhor do que os outros, mas melhor que você mesmo”.

A corrida integrou um conjunto de atividades de lazer oferecidas pela Secretaria da Educação (Seduc) aos alunos da rede pública estadual neste mês. “A escola é espaço pra tudo. Não só pra passar conteúdo, mas pra preparar pra vida”, reconheceu Idilvan, que participou da prova ao lado dos estudantes. 

No pique do secretário, Camilo disse que a ideia é enriquecer o conhecimento de mundo dos jovens e mostrar a eles a importância da educação aliada à atividade física para a melhoria do desenvolvimento intelectual. “São iniciativas que a gente quer ampliar”, afirmou.

Heloísa Farias Freitas, 17 anos, estudante de Itapipoca (Foto: Tatiana Fortes)
Heloísa concluiu a corrida em primeiro lugar na categoria feminina. Ela diz que treina o básico: duas vezes por semana. Embora a escola não ofereça atletismo como opção de atividade física, ela diz que quer melhorar a performance para competir em Salvador — como prêmio pelo resultado. “Vai ser minha primeira vez lá. Tô ansiosa!”.

Com informações portal O Povo Online