31 de agosto de 2017

Lula é aclamado pelos cearenses e desafia adversários a visitarem o Nordeste

Na cidade de Cedro Lula, mais uma vez,discursou ao lado de Camilo (Foto: Ricardo Stuckert)
Em segundo dia de viagens pelo Ceará, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desafiou ontem seus adversários políticos a visitarem o Nordeste brasileiro. Em discurso no Cedro, na Região do Cariri, o petista acusou a elite política do País de não se preocupar com a região e disse que ela “tem muito a explicar” aos nordestinos.

“Eles têm que vir explicar por que nós, em 12 anos, fizemos mais escolas técnicas que eles em um século. Mais faculdades, hospitais, programas sociais”, diz. “A verdade é que a elite política nunca se preocupou com o Nordeste”, conclui.

O ex-presidente também rebateu acusações de que estaria fazendo campanha eleitoral antecipada em suas recentes viagens a estados do Nordeste. “Não estou campanha para mim, estou me defendendo”, disse, à tarde, durante passagem por Iguatu.

“Todo santo dia a televisão, as rádios, me atacam. É uma campanha mentirosa, me chamam de ladrão. Eu não tenho TV, não tenho rádio, então viajo para me defender”, disse.
 
Lula em rápido ato por Banabuiú (Foto: Fábio Lima)
“Eu, sinceramente, não posso acreditar que este País esteja vivendo este momento que está vivendo, e é por isso que estou aqui nessa caravana, estou aqui para dizer para vocês que ninguém tem o direito de desanimar. Eu sei que a situação está ficando ruim”, acrescentou.

Mais cedo, em ato públicos no município de Quixelô, o ex-presidente Lula afirmou que não vai adiantar, para seus opositores, tentarem “acabar” com ele. “Não se preocupem com o que eles querem fazer comigo, porque eu sou apenas um”, discursou.

“Eles acham que acabando com o Lula, acabam com o PT (…), o que eles não sabem é que esse País criou milhões de mulheres, milhões de homens e milhões de jovens que podem lutar.(…) Se eles não têm a solução para o Brasil, eles têm que saber que nós temos”, continuou.

Na ocasião, Lula também falou sobre a importância da economia rural para a economia do País e reclamou que, “no auge da crise”, queiram mexer nela.

Viagem à Região do Cariri marcou segundo dia da passagem de Lula pelo Ceará. O ex-presidente realiza, desde a última segunda quinzena de agosto, caravana de ônibus por todos os estados do Nordeste.

Saindo pela manhã de Quixadá, Lula visitou hoje os municípios de Banabuiú, Solonópole, Quixelô, Iguatu, Cedro e Crato. Em ato político, ele também visitou a usina de biodiesel de Quixadá, desativada no ano passado. “Esse governo fechou a usina porque, quando olha o pobre, só vê número”, disse.

A viagem foi acompanhada de perto pelo governador Camilo Santana (PT) e por lideranças do PT do Ceará. Em seus discursos, Camilo focou mais no histórico de Lula do que em uma possível candidatura do ex-presidente em 2018.

O ex-presidente Lula recebeu ontem o título de honoris causa da Urca (Foto: Fábio Lima)
Em Crato foi entregue a Lula o título de doutor honoris causa da Universidade Regional do Cariri (Urca).

Inicialmente com previsão de chegada no Crato para as 16 horas de ontem, a caravana acabou chegando no município só depois das 20 horas. O atraso ocorreu após Lula quebrar o protocolo diversas vezes para falar com eleitores.

Com informações portal O Povo Online