5 de novembro de 2018

Presidente eleito muda o tom e faz apelo à unidade


Às vésperas de se reunir com autoridades federais em Brasília, o presidente eleito Jair Bolsonaro apelou ontem para a unidade no país. Nas redes sociais, ele disse todos estão "no mesmo barco".

A viagem de Bolsonaro para Brasília está programada para amanhã e há previsão de conversas com representantes dos três Poderes - Executivo, Legislativo e Judiciário. 


"Para colocarmos o Brasil no caminho da prosperidade é preciso compreender que todos estamos no mesmo barco, e que trabalhar para prejudicá-lo é prejudicar a si próprio. Se cada um levar consigo estes valores, certamente chegaremos em posição destaque no mundo. Conto com vocês."

Mais cedo, Bolsonaro destacou que seu governo vai marcar um novo momento do País. "Surge um novo momento, onde o Estado servirá à população e não o historicamente destrutivo oposto", afirmou o presidente eleito na sua conta no Twitter. 

Pela manhã, o presidente eleito participou de um culto na Igreja Batista Atitude, no Recreio, zona oeste do Rio de Janeiro, com a mulher Michelle.

Durante o culto, com a presença de cerca de 4 mil pessoas, o presidente eleito escolheu os provérbios 4 de 25 a 26 para definir a escolha da sua equipe de governo. No culto, ele prometeu governar para todos.

Ao retornar do culto o comboio com carros e agentes da Polícia Federal parou. Bolsonaro desceu do automóvel, acenou e sorriu para simpatizantes, que aproveitaram para fazer selfies.

Antes, um grupo de dez agentes do Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM) do Rio homenageou Bolsonaro. Os policiais, que são do pelotão de escolta presidencial, foram à casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio, e o presentearam com um capacete branco e a camiseta preta que é uniforme do "Choque".

Bem-humorado, Bolsonaro agradeceu e fez uma confissão. "Quero um dia pilotar uma moto", disse ele, que posou para fotografia com o grupo de policiais. Os homens fazem parte do grupo de batedores do comboio do presidente eleito.

Com informações portal O Povo Online

Leia também: