11 de julho de 2015

Governador reúne bancada federal e faz acordo para destinação de emendas para saúde e recursos hídricos

Camilo confirmou a adesão da bancada na garantia de recursos das emendas, fortalecendo as ações de Estado (Foto: Marcos Studart)
O governador Camilo Santana fechou acordo com os deputados federais cearenses para destinação de emendas para recursos hídricos e saúde, incluindo apoio à Universidade Federal do Ceará na reforma do Hospital Walter Cantídio. Em reunião realizada na manhã de ontem (10/07), no Palácio da Abolição, o governador confirmou a adesão da bancada na garantia de recursos das emendas, fortalecendo as ações de Estado.

 “Essa reunião com os deputados federais é justamente para fortalecer ainda mais nossa luta para conseguir novos recursos para a saúde e recursos hídricos do Estado. Também puxar a discussão de um novo financiamento público para a saúde brasileira, pois esse problema que não atinge só o Ceará. Fiz um pedido direto a bancada para um apoio das emendas impositivas que cada deputados federal tem para a ajuda no custeio da saúde pública do Ceará”, ressaltou.

Foram discutidas propostas referentes aos equipamentos para convivência com a seca, entre eles a aquisição de um conjunto de perfuratrizes de poços. Outro tópico discutido foi a reforma estrutural do Hospital Universitário Walter Cantídio, equipamento vinculado à Universidade Federal do Ceará (UFC). “Precisamos deixar todas essas questões alinhadas, pois a situação dessas duas diretrizes de Governo – saúde e recursos hídricos – são de fundamental importância para o desenvolvimento econômico e social do Estado”, destacou Nelson Martins, secretário de Relações Institucionais.

Para a garantia desses recursos, o Governador solicitou aos deputados metade dos custeios com as obras de recursos hídricos, por meio de emendas individuais do orçamento da União destinados aos deputados. Já para a reestruturação do Hospital Universitário, foi proposto o valor de R$ 40 milhões para a reforma, dos quais a bancada federal também asseguraria metade dos recursos. Em contrapartida, o Governo do Estado garante o retorno do valor arrecadado em outras emendas do orçamento do Estado para obras estruturais solicitadas pelos membros do legislativo federal.

O governador destacou ainda a articulação que tem mantido com o Governo Federal para a adesão de novos recursos para o Estado. “Estive em Brasília com os ministros da Fazenda, Planejamento, Saúde e Casa Civil para a discussão – entre diversos outros pontos -, principalmente, sobre a situação da saúde pública do nosso Estado. Sinalizei para que o Governo Federal possa rever o volume de recurso repassado para o Ceará. Tenho feito, inclusive, a comparação desses repasses e dos números de leitos dos hospitais públicos dos estados do Nordeste com o nosso. Por isso, a discussão desses recursos e da garantia deles se faz urgente devido situação da saúde pública no Brasil”, reforçou do governador.

Estiveram presentes na reunião os secretários Élcio Batista (Chefe de Gabinete), Alexandre Landin (Casa Civil), Mauro Filho (Fazenda), Francisco Teixeira (Recursos Hídricos), Henrique Javi (Saúde), Osmar Baquit (Agricultura, Pesca e Aquicultura), Dedé Teixeira (Desenvolvimento Agrário) e o assessor especial Acrísio Sena (Acolhimento aos Movimentos Sociais). Dentre os membros do legislativo federal, estiveram os deputados José Guimarães, José Airton, Aníbal Gomes, Antônio Balhmann, Domingos Neto, Leônidas Cristino, Chico Lopes, Odorico Monteiro, Raimundo Gomes de Matos, Adahil Carneiro e Genecias Noronha e Antônio Carlos (representado a deputada Luizianne Lins). 

Compareceram, ainda, o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, e os deputados estaduais Evandro Leitão, Odilon Aguiar, Carlos Matos, Leonardo Pinheiro e Carlos Felipe.

Com informações Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado