26 de outubro de 2016

Professor Carlos Tolovi também critica subsídios dos vereadores

Assim como fez sua esposa, a professora Mirian Tolovi, professor Carlos Alberto Tolovi também usou a rede social Facebook ontem (25/10) para criticar os novos valores dos subsídios dos vereadores em Altaneira. 

Tolovi afirma que de forma isolada pode se dizer que a decisão dos vereadores está dentro da lei, mas indaga “a quem favorecem as leis?” e apresenta outros questionamento que na sua opinião em um contexto maior aparecem as contradições.

a) Qual categoria possui o poder de decisão sobre o aumento de seu próprio salário?
b) Em 2016, qual foi a porcentagem de aumento do salário mínimo?
c) Nos últimos anos, tirando as brigas e agressões interpessoais, quais foram as leis importantes para o município que os vereadores de Altaneira elaboraram e votaram?
d) Quantas horas por ano um vereador trabalha em Altaneira?
e) Quantos vereadores Altaneira precisaria para resolver os problemas no campo do legislativo?”.

O professor resgata a afirmação de um amigo afirmando que enquanto permanecer a cultura de venda de votos em Altaneira os vereadores precisam mesmo ganhar bem. Eles gastam muito para se eleger.

Seguindo a linha de raciocínio o professor Tolovi segue com suas indagações:
“Colocando o salário do vereador próximo ao teto máximo estabelecido por lei, em que se colabora para mudar essa cultura?
Será que esta atitude não está fortalecendo a ideia de que ele possa gastar na compra de voto porque recupera isso posteriormente dos cofres públicos?

Tolovi afirma categoricamente: “O que está acontecendo em Altaneira é uma vergonha”, cita que o Município passou quatro anos afirmando que não havia dinheiro para investimento em cultura e terá que destinar uma grande quantia para os agentes públicos porque os vereadores decidiram aumentar os seus próprios salários em um momento em que o governo federal propõe o corte de gastos em saúde e educação, sacrificando ainda mais os mais pobres de nossa nação.

Apesar de não abordar o tema na sua crítica, pessoas ligadas ao professor Carlos Tolovi defendem a apresentação de um projeto de lei de iniciativa popular para reduzir os valores dos subsídios dos vereadores em Altaneira.

Até o fechamento desta postagem nenhum parlamentar havia se manifestado sobre as críticas do casal Tolovi e de vários navegantes na rede social Facebook.