28 de outubro de 2016

Gladyson Pontes é eleito novo presidente do Tribunal de Justiça do Ceará

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) elegeu ontem (27/10), por unanimidade, o desembargador Gladyson Pontes para a presidência do órgão no próximo biênio 2017-2019. 

A posse  está marcada para o final de janeiro de 2017. “Estamos iniciando um trabalho de diagnóstico primeiro, fazendo um levantamento de dados para que a gente tenha uma posição de como está o Tribunal, o Poder Judiciário como um todo. Levantando esses dados, a gente já tem algumas ideias do que a gente vai aplicar”, declarou o presidente eleito.

Glaydson, que declarou precisar de muita “energia” para a condução do mandato, assume o cargo em meio à continuidade das investigações de desembargadores e juízes cearenses acusados de vender liminares em plantões judiciais por R$ 150 mil. O caso veio à tona ainda na presidência do desembargador Gerardo Brígido, quando as suspeitas de irregularidades começaram a ser investigadas internamente pelo magistrado.

Eleita por aclamação em outubro de 2014 para o biênio 2015-2017, pouco tempo depois das denúncias, Iracema Vale adotou um discurso de “diálogo e união da Corte” para a continuidade dos trabalhos após as denúncias de irregularidades.

Durante o biênio que esteve à frente da presidência do TJ-CE, porém, a presidente administrou momentos críticos de diálogo, como quando, por exemplo, enfrentou uma greve de quase sete meses de oficiais de Justiça que exigiam reajustes e melhores condições de trabalho. Na época, o TJ-CE publicou nota alegando não haver “margem” para “investimentos” e “novas despesas”.

“Estou muito feliz passando o bastão. Tenho convicção do dever cumprido. Honrei a toga que visto há 11 anos”, disse Iracema Vale após a eleição de seu sucessor na tarde de ontem.

Gladyson Pontes é integrante da 3ª Câmara de Direito Público do Tribunal, e supervisor do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos desde fevereiro de 2015.

Natural de Jaguaruana, distante 173 km de Fortaleza, é bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Possui MBA em Finanças Corporativas e é pós-graduado em Processo Civil. É desembargador do TJ-CE desde 10 de janeiro de 2011, ingressando pelo quinto constitucional, em vaga destinada aos advogados.

Com informações O Povo Online