8 de junho de 2014

Maioria dos partidos mantém indefinição sobre data de convenções

O Psol será o primeiro partido a realizar convenção
A indefinição das alianças e a negociação com possíveis aliados prometem deixar as convenções estaduais para o fim do prazo. A escolha oficial dos nomes dos candidatos deve ocorrer de 10 a 30 de junho do ano eleitoral, segundo a legislação. Porém, a maioria dos partidos deve realizar suas convenções no final do mês. Os principais partidos na disputa pelo governo do Estado, o Pros e o PMDB, seguem com a data indeterminada. 

O secretário-geral do PMDB, João Alves de Melo, ressaltou que o partido ainda está em fase de preparação de alianças, em torno do nome de Eunício Oliveira para governador. Por isso, a convenção deve acontecer no final do período a fim de se “aumentar o leque de partidos na coligação”. Segundo João Alves, a data da convenção do partido será definida após a convenção nacional, que acontece dia 10.

A convenção do Pros ainda não tem data definida, apesar de indicações oficiosas de que deverá acontecer mais próximo à data limite, oferecendo mais tempo às articulações em busca de um nome de consenso na base aliada. O partido trabalha em torno de cinco pré-candidatos ao governo: Zezinho Albuquerque (presidente da Assembleia Legislativa), Domingos Filho (vice-governador), Izolda Cela (ex-secretária de Educação), Mauro Filho (ex-secretário da Fazenda) e Leônidas Cristino (ex-ministro de Portos).

Por sua vez, a convenção do PT está marcada para o dia 29 e deve ocorrer em conjunto com partidos da base aliada da presidente Dilma, segundo Diassis Diniz, presidente estadual do partido. Ele ressaltou, contudo, que “se houver racha na base”, haverá uma reunião para deliberar a posição do diretório antes da convenção, no dia 27. O PMDB e o PROS compõem a base nacional do PT, mas estão em disputa no Ceará.

Membro da base da presidente Dilma, o PC do B, marcou a convenção para o dia 28. O presidente do partido, Luiz Carlos Paes, disse que o PC do B apoia o governador Cid, mas “não há ainda uma posição fechada”. Ele ressaltou que o partido tem suas reivindicações, sendo a principal a candidatura de Inácio Arruda ao senado, que é uma “contrapartida mínima que o partido pode exigir”. “Estamos abertos para outras alternativas”, disse.

Outro partido que vai realizar a convenção no fim do prazo, dia 30, a fim de angariar mais aliados é o PSB, ex-partido do governador Cid. De acordo com Sérgio Novaes, presidente da legenda, o partido tenta montar coligação com quatro partidos pequenos. Ele preferiu não informar os nomes. O PSB trabalha com o nome de Nicole Barbosa, ex-presidente do Centro Industrial do Ceará (CIC), para candidata a governadora.

Confira as datas definidas
15/06 – Psol;
22/06 – PDT;
28/06 – PCdoB;
29/06 – PT, PSDB e PSB;
30/06 – Solidariedade e PPS.

Não foi possível o contato com os demais partidos com representantes no legislativo cearense.

Com informações O Povo Online