2 de setembro de 2017

"Ninguém se elege no Ceará sem o apoio de Lula" diz Guimarães

Deputado José Guimarães observa o ex-presidente Lula e o governador Camilo Santana em ato no Quixadá (Foto: Fábio Lima)
Em balanço dos três dias de caravana de Luiz Inácio Lula da Silva pelo Ceará, o deputado federal José Guimarães (PT) afirma que passagem do ex-presidente “derruba mito” da perda de base popular do PT no País. Destacando comoção que acompanhou Lula no Estado, o líder petista antecipou 2018 e disse que “ninguém se elege no Ceará sem o Lula”.


“As pesquisas que temos apontam que a intenção de voto para o Lula já passa de 76% no Ceará. Acho que a caravana, a espontaneidade que acompanhou, faz todo mundo ter que pensar nisso, porque ninguém se elege no Ceará sem o Lula. E a imagem do Lula é a imagem nossa”, disse o deputado nesta quinta-feira, logo antes de o ex-presidente deixar o Estado.

A fala pode ser interpretada como “mensagem cifrada” ao governador Camilo Santana (PT). Aliado do pré-candidato Ciro Gomes (PDT), o petista tem evitado anunciar apoio explícito a uma possível candidatura de Lula em 2018. O deputado, no entanto, nega. “O Camilo esteve conosco por toda a caravana. Mais do que as palavras, o que vale são os gestos”, disse.

Presidente do PT Ceará, De Assis Diniz também destaca parceria entre Camilo e Lula no Ceará, mas não perde chance de enviar “indireta” ao governador. “Se ele não fala (sobre candidatura de Lula), ele sabe que o Lula tem mais de 70% de popularidade no Ceará, que é o principal cabo eleitoral. O Camilo sabe que o PT é o único partido com militância organizada”, diz.

“Isso não é pouca coisa. O governador sabe do tamanho e expressão que ele tem, mas o Camilo sabe que ele fora do PT é uma coisa completamente diferente de ele dentro, com a marca 13, com toda a identidade”, conclui Diniz. Apesar da “alfinetada”, ele também destaca participação marcante da caravana do ex-presidente pelo Estado.

Multidão acompanha discurso de Lula em 1º dia de caravana (Foto: Fábio Lima)
Viagem a Juazeiro do Norte concluiu na última quinta-feira passagem de três dias de Lula pelo Ceará. Desde a terça-feira, caravana do ex-presidente que percorre o Nordeste passou por diversos municípios do Estado, indo de Quixeré até Barbalha. Ao todo, o ex-presidente percorreu cerca de 500 quilômetros no estado e visitou aproximadamente dez municípios.

Ele foi acompanhado de comitiva de lideranças petistas, incluindo o governador Camilo Santana (PT). Na agenda de ontem, no entanto, o governador não acompanhou o presidente, preferindo visitar uma série de obras na região do Cariri.

Depois do Cariri, o ex-presidente seguiu para Exu, onde visitou memorial de Luiz Gonzaga, e para o Piauí. Toda a viagem é feita de ônibus, com paradas ocasionais do ex-presidente nas cidades.

Depois da caravana pelo Nordeste, o petista deve organizar passagens também pelas demais regiões do País. Em seus discursos, Lula tem defendido ações de sua gestão na região e acusado adversários de “não se importarem” com nordestinos.

“Eu desafio eles a virem aqui, porque eles vão ter muito a explicar para o povo nordestino, estão devendo”, disse, na última quarta-feira, durante ato no município de Cedro.

Com informações Agência Brasil