2 de janeiro de 2019

Mais um atentado ao Patrimônio Histórico de Altaneira


Referenciada como exemplo em postagem do BA em 2010, a fachada da Câmara Municipal de Altaneira foi total destruída e substituída por uma fachada moderna que não guarda nenhuma referência do antigo prédio que também sediou a Prefeitura Municipal de Altaneira até os primeiros anos da década de 1980.

O ex-presidente da Casa, vereador Antonio Leite, justificou a derrubada da fachada em virtude da ausência de leis disciplinando o tema, disse ainda que não recebeu nenhuma crítica pela reforma, apenas elogios e que o objetivo principal é proporcionar a acessibilidade  a todos.

Na postagem de 2010 do BA registrou-se que a administração municipal parece conivente com esta situação danosa a nosso patrimônio histórico e cultural, o que se confirmou com a defesa do ex-presidente do Poder Legislativo.

Registrou-se também que a Câmara Municipal, mesmo com a reforma realizada em sua sede no final da década de 80 manteve grande parte da fachada original. Naquela reforma foram retiradas as duas portas originais, que foram substituídas por um portão no estilo colonial.

A imagem ao lado ilustrava a postagem de 28 de junho de 2010.

O vereador Deza Soares apresentou em 2011 um projeto de acessibilidade, mantendo a fachada original, pois a rampa seria construída na lateral do Plenário até a sala das Comissões, mas não foi observado.

No início do mês de dezembro passado, o Blog Negro Nicolau também levantou o problema da destruição dos prédios históricos, que também foi ignorada pelo ex-gestor do Legislativo Municipal.

Em Juazeiro do Norte uma empresa foi multada em 120 mil reais por derrubada de um casarão histórico. Clique aqui e leia matéria do portal Miséria.