13 de janeiro de 2019

Profetas da chuva preveem inverno regular para o Ceará em 2019

O encontro dos profetas da chuva foi no campus do IIFCE de Quixadá ( Foto: Cleumio Pinto)
"Deu pra ver no caule do Juazeiro, na floração do Mandacaru e até no movimento da estrela d'alva: vai ter inverno na média neste ano". A conclusão se deu no 2 Encontro dos Profetas da Chuva que ocorreu na manhã de ontem, no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) no município de Quixadá, distante 167 km de Fortaleza. 



Ao todo, 25 profetas trouxeram sinais de chuva a partir do saber tradicional, gente que fala com a propriedade do tempo vivido e dos sinais da natureza.

"A maioria absoluta apontou para inverno regular, poucos colocaram que será abaixo e poucos disseram que seria acima. O resumo então é de regular, tendendo para acima da média", afirma Hélder dos Santos Cortez, idealizador e organizador do evento.

Conforme ele, a iniciativa é, antes de tudo, um resgate cultural desta tradição e um apelo para que esses saberes sejam repassados às novas gerações. "Hoje os profetas estavam inspirados, é impressionante a riqueza de conhecimento, o detalhamento e a profundidade", exalta.

Um dos profetas também chegou à conclusão de que, apesar de chuvas regulares, a tendência é de que o inverno seja longo e se estenda até o final do mês de junho. "Porque trouxe um mandacuru em floração, o que aponta para chuvas até o final da temporada", acrescenta Hélder.

Participaram do evento o titular da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Agrário, Assis Diniz, e o presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Neuri Freitas, que foi homenageado. 

Profetas dos municípios de Tauá e Orós que também realizam encontros semelhantes estiveram presentes em Quixadá.

Com informações portal O Povo Online