11 de março de 2014

Altaneirense cobra projeto de Revitalização da Lagoa Santa Tereza

Imagem de Satélite da Lagoa Santa Teresa capturada do Google Earth
O altaneirense Francisco Bitu Oliveira atualmente residindo na cidade São Bernardo, na região metropolitana da Grande São Paulo, em comentário a imagem de divulgação da primeira edição da Altaneira em Revista, cobrou de forma ações sobre o projeto de Revitalização da Lagoa Santa Tereza, uma das principais bandeiras do grupo de oposição que atualmente tem o comando dos dois poderes municipais. 

“SÓ QUERO SABER DA REVITALIZAÇÃO DA LAGOA QUE ERA - (ERA...........) A PRIMEIRA PROMESSA DE CAMPANHA. MEU FALECIDO PAI ACHAVA QUE OS NETOS DELE IAM VER ESSA REVITALIZAÇÃO, MAIS PELO QUE ESTOU VENDO QUEM SABE OS NETOS DOS MEUS NETOS VERÃO” escreveu Francisco Bitu, assim mesmo em caixa alta, provavelmente para chamar ainda mais a atenção das autoridade locais.

A revitalização da Lagoa Santa Teresa foi discutida pela primeira por ocasião da Assembleia Municipal Constituinte quando os vereadores elaboravam a Lei Orgânica Municipal. Foi incluído na Lei Maior do Município dispositivos de autoria do vereador João Rufino de Oliveira que transformava a Lagoa de Santa Tereza em espaço territorial ecológico, a ser especialmente protegida por lei, devendo o Município promover sua urbanização e a preservação ambiental.

Todos os candidatos de oposição, desde a eleição de 1992 tinham em suas plataforma de governo a proposta de revitalização, mas o tema ganhou maior destaque com a apresentação do projeto do então vereador Deza Soares no Seminário Altaneira de Todos, promovido pela Executiva Municipal do Partido Socialista Brasileiro - PSB realizado no dia 18 maio de 2008.

O projeto de Revitalização da Lagoa Santa Teresa virou Livro Virtual elaborada pela professora Eveuma Oliveira em parceria com os alunos do 2º. ano “A”/2008, Ensino Médio, da E.E.M. Santa Tereza, como resultado da oficina de criação “O Lugar Onde Vivo – Lagoa de Santa Tereza”.

O primeiro passo concreto visando a implantação do projeto de revitalização da Lagoa Santa Tereza se deu com o afastamento do ex-prefeito Antonio Dorival, quando assumiu a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente o técnico em agropecuária Ceza Cristóvão que contratou topógrafo para levantamento da área da lagoa.
Mapa detalhada da Lagoa Santa Tereza
O vereador Deza Soares (PCdoB), protocolizou na Câmara dos Deputados e no Senado Federal cópias de seu projeto, mas não obteve nenhuma resposta. Na época o senador Inácio Arruda e o deputado Chico Lopes se comprometeram em analisar o Projeto e viabilizar a apresentação de Emendas Parlamentares para construção da primeira etapa da obra.

No ano passado realizou-se duas audiências pública presidida pelo Promotor de Justiça, Dr. David Moraes da Costa, para tratar do Projeto, mas igualmente não foi adotada nenhuma ação para a retirada das cercas, o principal entrave para a execução do projeto.

O prefeito Delvamberto Soares em julho de 2013 afirmou que já tinha assegurado recursos no valor de R$ 500.000,00 para serem utilizados na primeira etapa do processo de revitalização da Lagoa, que seria a limpeza, no entanto para liberação dos recursos carecia de elaboração de projeto com a área pública delimitada e de fato liberada pelos proprietários, o que não ocorreu.

O tema já foi amplamente debatido nas redes sociais e nas ruas e praças da cidade, mas com exceção da topografia ainda não foi adotada nenhuma medida concreta para implantação do projeto.

Leia outras postagens do Blog sobre o assunto:






As cercas permanecerão dominando o cenário da Lagoa Santa Tereza