5 de março de 2014

Pesquisa mostrará cenário para personagens da sucessão no Ceará

Passado o Carnaval, o jogo político no Ceará recomeça com mais intensidade. O combustível do mês de março na corrida sucessória deve ser a divulgação da primeira pesquisa eleitoral sobre a sucessão estadual em 2014. 

São simulados cenários para o governo e o senado, nos quais figuram os principais nomes da base do governador Cid Gomes (Pros), além de adversários como o senador Eunício Oliveira (PMDB) e a ex-prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT), para o Executivo. 

A pesquisa realizada pelo instituto Vox Populi a pedido da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) foi feita em 70 municípios, inclusive Fortaleza, entre 22 e 25 de fevereiro. A divulgação do resultado podia ocorrer a partir de ontem.

Na lista de prováveis candidatos ao governo incluídos na sondagem estão o vice-governador Domingos Filho (Pros), Eunício Oliveira, a secretária estadual da Educação, Isolda Cela (Pros), o ex-ministro Leônidas Cristino (Pros), Luizianne Lins, o deputado estadual Mauro Filho (Pros) e o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque (Pros). A pesquisa simula cenários, inclusive, com candidatos tanto de PT quanto de PMDB e Pros, panorama defendido por Luizianne.

Em relação à disputa pelo Senado, possível pretensão de Cid Gomes, a pesquisa inclui o presidente do honra do PDT no Ceará, Flávio Torres, o senador Inácio Arruda (PCdoB), o deputado federal José Guimarães (PT), a pré-candidata ao governo, Nicole Barbosa (PSB), o ex-prefeito de Maracanaú Roberto Pessoa (PR) e o ex-senador Tasso Jereissati. Caso tenha interesse de disputar o Senado, Cid terá de se afastar do Executivo até abril, prazo final para a desincompatibilização.

A pesquisa também medirá o poder de influência que Cid Gomes, Eunício Oliveira, Tasso Jereissati e o secretário estadual da Saúde, Ciro Gomes, podem ter caso apoiem algum candidato.

“Esse período é de fortes articulações internas”, afirmou José Guimarães, que tem reuniões agendadas com prefeitos e deputados petistas até o fim desta semana. O presidente do PSB Ceará, Sérgio Novais, também destacou agenda intensa do partido para discutir pré-candidaturas e aliados. Sobre a inclusão do nome de Nicole na disputa pelo senado ao invés do governo, Novais disse lamentar. Giovanna Cartaxo, pré-candidata do PSB ao Senado, não faz parte da pesquisa a ser divulgada.

Com informações O Povo Online