9 de abril de 2014

Populares defendem Feira no domingo na Tribuna da Câmara

O servidor público municipal, João Alves, mais conhecido por Garoto Beleza,  usou a Tribuna da Câmara Municipal de Altaneira para defender a permanência da Feira Municipal aos domingos.

Na sua saudação inicial o Garoto Beleza exaltou a prática democrática da presidente da Casa em conceder a oportunidade de usar o espaço que segundo ele para expor o desejo de muitos altaneirenses no que se refere ao tema tão comentado no momento, a mudança da feira aos domingos. 

“Identifico-me e reconhecidamente como um cidadão de bem, um funcionário responsável e dignifico o meu trabalho. Não sou nenhum irresponsável para me tornarem incapaz de aqui falar em representação a muitos comerciantes de um modo geral, sem exclusão, pois sabemos que bares, restaurantes, farmácias são pontos fortes na economia, bem como os barraqueiros que mesmo vindos de cidades vizinhas, saciam nossa comunidade de menor poder aquisitivo” disse o Garoto Beleza.

João usou também o espaço para se defender de acusações de pessoas que são favoráveis a mudança da feira, demonstrando que atua com isenção e independência. “Presto o meu trabalho, não como profissional da imprensa, mas tenho um crédito considerável e de confiança. Isto prova ultimamente em dois momentos importantes em nosso município quando fiz coberturas da paralização nacional pela melhoria da educação e quando estive neste recinto cobrindo o encontro de apresentação dos possíveis candidatos para as próximas eleições, apoiados pela oposição local”.

O Garoto Beleza citou ainda que todos o conhecem e sabem que não tem ponto comercial ou uma barraca, mas nem por isso está fora do comércio e citou o dicionarista Aurélio Buarque para definir o que é comércio e disse que assim como muitos e muitas se identifica como um comprador e por isto, em nome deles, defende a permanência da feira aos domingos.

“Cito Aurélio, em resposta ao que foi defendido na sessão passada quando viram só o lado do comerciante, mas é bom saber que sem aqueles que compram, não há comércio. Colocar o domingo como seu dia de lazer, me desculpem senhores e senhoras, os clubes e associações regionais podem até falirem, por vossa espera” criticou João.

João apresentou uma relação com centenas de assinaturas de pessoas, de todos os segmentos sociais e da zona rural, que ainda tem o domingo para realizar diversas atividades, em especial na cidade.

“Não vejo como antigo ou ignorância nossa feira aos domingos, mas usada como a preservação cultural desse povo, dessa terra que completará 56 anos de emancipação política” encerrou.

Antes do Garoto Beleza, a agricultora Angelita também usou a Tribuna e defendeu a manutenção da Feira Municipal aos domingos como manutenção da tradição da cidade e citou vários exemplos contrários a mudança.