4 de fevereiro de 2018

Ex-gestores se manifestam sobre polêmica educacional em Altaneira

Ex-gestores da Educação em Altaneira nos últimos 12 anos (Fotos do Facebook)
Um questionamento sobre matrículas de filhos de professores da rede municipal de ensino de Altaneira em escolas particulares de outros municípios movimentou as redes sociais nos últimos dois dias e colocou em dúvidas o título de Escola Nota 10 conquistado pelo Município na gestão anterior.

Durante toda a sexta-feira (02/02) a professores, ex-coordenadores, estudantes e a secretária municipal de Educação, Leocádia Rodrigues, debateram com o vereador Adeilton que afirmou não confiar nos resultados oficiais divulgados, daí decidiu por matricular seu filho em outra escola.

A ex-secretária Tereza Leite e o ex-secretário Dhony Nergino se manifestaram sobre o questionamento, mas o ex-secretário Deza Soares, mais uma vez se omitiu do debate.

Após a publicação da postagem com a repercussão do debate sobre o questionamento, na manhã de ontem (03/02) o ex-secretário Deza Soares se manifestou no grupo de WhatsApp do Blog de Altaneira.

O ex-vereador, ex-secretário e atual secretário de Governo do atual prefeito justificou que “não costumo entrar em discussão de publicações tendenciosas, principalmente, em se tratando de postagem como essa, onde a tendência é apenas denegrir a quantidade de um trabalho construído com muita determinação, empenho e compromisso de uma equipe abrangente e muito responsável, de pessoas dedicadas, contando com o apoio de pais, alunos e gestão todos voltados para a contemplação de uma educação de qualidade”.

Disse ainda que “não questiono sobre queda dos índices e nem que é necessário reverter a situação, porem, não é justo a argumentação colocando em dúvida a existência de escola NOTA 10 em Altaneira”

As palavras de Deza foram questionadas, uma vez que o então vereador de oposição era um dos críticos do Legislativo e não se omitia de nenhum questionamento levantado, enfrenta-os com determinação.

Por outro lado Deza não enfrentou o problema levantado que é a evasão de matrículas e consequentemente a diminuição dos recursos do Fundeb para o Município.

A ex-secretária de Educação, Nubia de Genival, também entrou no debate afirmando que os fatos justificam a discussão e que “se realmente fosse nota dez não levariam seus filhos para escolas particulares, simples assim... e pronto!” escreveu.

A frase da ex-gestora resume todo o debate.