19 de março de 2017

Valério é o quinto açude a sangrar no Ceará em 2017

Depois de cinco anos de seca o Açude Valério, conhecido popularmente por Açude Pajeú, localizado na zona rural de altaneira atingiu 100% de sua capacidade e transbordou na manhã de ontem (18/03).

O Pajeú é o quinto açude do Estado do Ceará a sangrar em 2017, os outros são o Caldeirões em Saboeiro, no Alto Jaguaribe, Acaraú Mirim no Acaraú e o Maranguapinho e Tijuquinha, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), distribuídos em 12 bacias hidrográficas, cuja capacidade total são 18,64 bilhões m³, apresenta volume de 1,59 bilhão m³ (8,52 %), além dos cinco que estão sangrando apenas três estão com capacidade acima de 80%.

Atualmente, o volume de água das bacias está distribuído: Litoral (37,49%), Alto Jaguaribe (10,41%), Coreaú (43,95%), Metropolitanas (14,48%), Serra da Ibiapaba (13,57%), Médio Jaguaribe (5,15%), Salgado (12,61%), Acaraú (16,10%), Banabuiú (3,03%), Sertões de Crateús (1,69%), Curu (5,78%) e Baixo Jaguaribe (0,00%).

Houve aumento nas bacias do Litoral, Alto Jaguaribe, Coreaú, Metropolitana, Serra da Ibiapaba, Médio Jaguaribe, Salgado, Acaraú, Banabuiú, Sertões de Crateús e Curu.

O Portal Hidrológico do Ceará atualizou os dados ainda na manhã de ontem e informou a sangria do açude Valério.

Confira as imagens do reservatório compartilhadas pelo comerciante Edinaldo Alves Moreira: