6 de abril de 2016

Temer tira licença da presidência do PMDB

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) se licenciou ontem da presidência nacional do PMDB. No Twitter, o senador Romero Jucá (RR) anunciou que assumiu a presidência do PMDB .

Jucá disse que a licença de Temer da presidência da legenda serve para blindá-lo da tentativa de alguns setores de trazer o vice-presidente da República “para uma briga de rua, um desgaste, um debate inócuo e muitas vezes irresponsável” declarou. 

O anúncio ocorre exatamente uma semana após o PMDB ter deixado a base do governo da presidente Dilma Rousseff.

“O presidente Michel Temer não vai participar desse jogo, mas ao mesmo tempo o PMDB dará as respostas necessárias, com a clareza necessária, com a firmeza necessária a qualquer tipo de provocação”, disse o senador Romero Jucá.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), considerou uma boa solução para reunificar o partido a licença de Michel Temer da presidência do PMDB a fim de que o senador Romero Jucá assuma a função.

“O presidente Temer foi eleito pela unanimidade do partido, mas é muito importante que essa unanimidade se refaça a cada momento e acho que o senador Romero Jucá tem todas as condições para refazê-la quando houver necessidade”, disse Renan.


Com informações O Povo Online