2 de agosto de 2018

Processo de cassação do prefeito é tema principal da primeira Sessão do segundo semestre da Câmara Municipal de Altaneira

Mesa Diretora da Câmara Municipal de Altaneira (Foto: Júnior Carvalho)
Na manhã de ontem (01/08), foi realizada primeira Sessão Ordinária do segundo período legislativo do ano de 2018 da Câmara Municipal de Altaneira. A Sessão contou com a presença de todos os vereadores e vereadoras, mas não foi prestigiada por nenhuma autoridade municipal, como é de costume na retomada dos trabalhos do Legislativo.

O primeiro usar a palavra foi o líder de oposição, vereador Professor Adeilton (PSD) que ressaltou o momento político que o Município atravessa e que nesse semestre será decisivo para conclusão do processo de cassação do mandato do prefeito. Adeiton reiterou que vai junto com a bancada fazer um trabalho transparente no recorrer da apuração e que se o prefeito provar que não fez nada de errado será absolvido, mas se tiver feito o que está na denúncia irá pagar o preço determinado em lei.

Em seguida o vereador Flávio Correia (Solidariedade), disse que não condenou ninguém, que apenas vai junto com os colegas investigar, no decorrer das investigações vai saber o rumo que vai tomar, tudo com responsabilidade. Lembrou que no começou seu primeiro mandato junto com o então vereador Deza Soares, com ele aprendeu  a investigar, mas que infelizmente investigar hoje é um golpe.

“Tudo que estou dizendo aqui foi debatido em reunião, com a presença de todos os parlamentares do grupo não somos golpistas, temos obrigação com o povo, dei advertências, que não aceito corrupção, inclusive pedi por várias vezes a colega vereadora Silvania Andrade para levar a mensagem ao prefeito”, disse o vereador Flávio.

A vereadora Zuleide Ferreira (PSDB), disse que o papel do parlamentar é realmente de investigar, lamentou por não ter sido escolhida para participar da Comissão,  afirmou que está do lado povo, que não pode aceitar o mal gasto com dinheiro público.

Zuleide lembrou ainda que também que na gestão passada teve na casa uma investigação, ressaltou ainda que não fez parte desse governo, que vai agir com imparcialidade com a credibilidade do povo.

“Serei transparente no meu posicionamento nesse processo, darei meu voto com a consciência tranquila, sem interesse particular e sim com interesses para o bem do povo”, afirmou a vereadora.

O vereador Devaldo Nogueira (MDB), enfatizou que todos os parlamentares possam nesse período turbulento, ter a mesma forma amistosa e com bom diálogo, pois o clima é bom e deve continua dessa forma.

O vereador Cier Bastos (PDT) lembrou que quando entrou na política pensou que o Brasil precisava ter políticos honestos, “assim não poderíamos negar o direito de investigar uma denúncia de um advogado, estou com a consciência tranquila, vamos buscar a verdade nesse processo”.

O vereador Valmir Brasil (PDT) enfatizou que enquanto estiver como parlamentar vai assegurar o direito do povo, “vamos até o final do mandato fazer nosso papel de forma coerente”.

Por sua vez a vereadora Alice Gonçalves (PRP), também disse que espera que no segundo período todos possam continuar com a mesma harmonia, disse que acredita na honestidade do prefeito, que se tiver irregularidades possa ter cometidas pelas empresas.

A vereadora Silvânia Andrade, disse que não votou pela investigação, pois acredita nas palavras do prefeito Dariomar.

O presidente da Casa, vereador Antonio Leite (PDT) lembrou outras investigações na Casa e que apesar da campanha do prefeito na rua contra a denúncia disse que a Câmara vai investigar até final do processo. “Nós queremos sim o bem de Altaneira, não queremos é o bem de meia dúzia de pessoas”, disse.

A Câmara ainda aprovou requerimentos apresentados pelos parlamentares.

A Sessão foi transmitida ao vivo pela página do portal Assaré Online na rede social Facebook. A transmissão recebeu elogios dos navegantes pela excelente qualidade audiovisual.

Com informações Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Altaneira