17 de agosto de 2015

Parlamentares da oposição em Altaneira são os mais rejeitados, aponta enquete

Vereadoras e vereadores da Bancada da Oposição em Altaneira (Foto compartilhada no Facebook)
Uma enquete lançada no grupo “Blogueiros de Altaneira”, na rede social Facebook pelo blogueiro José Nicolau divulgada ontem (16/08) no Blog Informações em Foco apontou que os cinco parlamentares da oposição em Altaneira são os mais rejeitados pelos navegantes. A enquete lançada em 16 de julho ficou na rede por 30 dias e perguntava: indagado “Do atual grupo do Poder Legislativo de Altaneira, em que você não votaria para Vereador(a) nas eleições de 2016?”. 

Segundo o blogueiro a enquete visava ainda perceber como esse grupo social analisa o trabalho do seu representante no poder legislativo durante esses dois anos e seis meses a frente da Câmara Municipal.

A bancada da oposição foi rejeitada por 70,5% dos navegantes. A presidente Lélia de Oliveira (PCdoB) lidera lista com 16,9%, seguida pelo Líder da Oposição, Professor Adeilton (PP) com 15%. Na sequencia aparece a vereador Zuleide Oliveira (PSDB) com 14,1% dos votos Genival Ponciano (PTB) 13,2% e Alice Gonçalves (PSB) com 11,3% de rejeição.

Por sua vez os vereadores que dão sustentação ao Governo Municipal atingiram apenas 26,2% de rejeição. Gilson Cruz (PSL) teve 8,4, seguido por Flávio Correia (Solidariedade) com 6,6%, Edezyo Jalled (Sem partido) e Deza Soares (Solidariedade) obtiveram o mesmo índice 5,6%. O servidor público e comunicador João Alves recebeu 3,3% dos votos contrários, mesmo não sendo parlamentar.

Até o fechamento desta postagem nenhum parlamentar havia se manifestado sobre o resultado da enquete.

O blogueiro registrou ainda que a enquete não se confunde com a pesquisa eleitoral na forma que se percebe no Art. 33, da Lei 9.504/97. Esta se configura simplesmente como um mero levantamento de opiniões, sem método científico e controle de amostra para sua realização, nesse tipo levantamento não existe rigor técnico e estatístico, dependendo, apenas, da participação espontânea dos interessados.

O resultada desta enquete é quase idêntico a uma pesquisa divulgada na semana passada em que foi contatado que para 71% dos brasileiros oposição age por interesse próprio.

Clique aqui e confira a pesquisa do Data Popular