13 de outubro de 2017

Camilo diz que "Ciro é um dos grandes nomes para novo projeto de País"

Na convenção do PDT Camilo Santana teceu vários elogios a Ciro Gomes (Foto: Mauri Melo)
Em discurso elogioso ao ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o governador Camilo Santana (PT) disse ter certeza de que o aliado “ainda dará grandes contribuições” ao Brasil. “Eu não tenho dúvidas, Ciro, de que você é um dos grandes responsáveis para construir uma nova plataforma de desenvolvimento (...), não tenho dúvidas da grande importância, hoje, do companheiro Ciro Gomes na construção do novo projeto para o nosso País”, afirmou.

As declarações foram feitas na convenção estadual do PDT, realizada na manhã de ontem (12/10) no Náutico Atlético Cearense. Na fala, Camilo reiterou o “grande brasileiro” que Ciro é, além da sua “grande inteligência”, que seria uma das maiores do País. Pré-candidato à presidência da República, Ciro foi a estrela do evento, tendo sua candidatura defendida por todos os parlamentares e lideranças da sigla.

O governador, porém, evitou falar diretamente das eleições do próximo ano, tanto no seu discurso como em entrevista à imprensa. “Eleição é só ano que vem”, respondeu quando questionado se apoiaria Ciro ou o ex-presidente Lula ao cargo. “A convenção é de renovação do PDT, não de candidatura. Não vamos antecipar”.

Em junho deste ano, o governador já chegou a defender o petista para o cargo, afirmando que ele seria “o grande nome para ser candidato a presidente da República pelo PT e pela esquerda”. Sempre que é questionado, no entanto, evita deixar sua posição clara. Camilo também falou sobre a aliança com PDT, agradecendo o apoio da sigla no governo e na Assembleia Legislativa.

Falando sobre suposta aproximação com os senadores Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB), ele repetiu que tem procurado ambos para buscar recursos para o Estado, porque eles têm “responsabilidade” com o Ceará. “Hoje eles são aliados do governo (Michel) Temer, são sustentação ao governo. Tenho procurado institucionalmente a todos para buscar dinheiro para ajudar o povo cearense”.

O presidente estadual do PT, De Assis Diniz, participou da convenção representando a sigla. Defensor do nome de Lula para disputar a presidência no próximo ano, ele lembrou em discurso rápido que “essa será uma eleição de dois turnos”. Ao jornal O POVO, disse que as duas candidaturas são “naturais” e que o partido não deve “criar qualquer problema”.

“Que a gente possa fazer o que é natural, que é a defesa do debate sobre a democracia. No segundo turno, a gente (PT e PDT) se encontra, seja com o Lula, seja com o Ciro”, afirmou. Sobre a posição do governador em meio às duas candidaturas, ele afirmou que isso ainda não está sendo discutido, mas será “na hora certa”. “Agora como é que o Camilo não vem para um evento desses? Ele tem que vir. Como ele não vai estar num evento em que sua vice-governadora está?”, argumentou.

Com informações portal O Povo Online