8 de setembro de 2014

"Eleição boa é eleição acirrada" diz Eunício Oliveira

O primeiro final de semana de campanha, após a divulgação da pesquisa O POVO/Datafolha que mostrou queda na vantagem de Eunício Oliveira (PMDB) sobre Camilo Santana (PT), teve, de um lado, o peemedebista reforçando críticas à atual gestão para manter a dianteira adquirida e, de outro, o petista fortalecendo campanha no Interior e na Capital para manter o ritmo de crescimento em busca de um segundo turno. “Eleição boa é eleição acirrada”, disse Eunício em encontro com a militância.


No sábado, a estratégia dos candidatos foi ganhar espaço no Interior. Ao lado do governador Cid Gomes (Pros), do postulante ao Senado, Mauro Filho (Pros) e da vice, Izolda Cela (Pros), Camilo esteve, dentre outros municípios, em Ipueiras e Aracati. Principal cabo eleitoral do petista, Cid destacou obras do atual governo, como o aeroporto de Aracati, e pediu votos para Camilo.

O programa habitacional no Estado – foco da visita da presidente Dilma Rousseff às obras do Minha Casa Minha Vida na última quinta – foi destacado por Camilo, ontem, em encontro, na Praça do Ferreira, com eleitores e lideranças. Camilo destacou a entrega de 47 mil casas no Ceará e firmou o compromisso de construir mais 50 mil nos próximos quatro anos. O petista também realizou carreata, que passou por sete bairros da Capital, ao lado do prefeito Roberto Cláudio (Pros).

Eunício, acompanhado do candidato ao Senado Tasso Jereissati (PSDB) esteve, dentre outras, na cidade de Cascavel. Ali, o tucano criticou a falta de geração de emprego e a falta de investimento no turismo. Ele afirmou que a última indústria a se instalar no município foi ainda durante seu governo.

"Ao chegar aqui (Cascavel) constatei que as obras desapareceram, o cuidado com a cidade desapareceu, o cuidado com a saúde desapareceu, o hospital daqui está abandonado e não se faz nada para melhorar a saúde local", disse Eunício.

Em encontro com a militância do partido  Eunício frisou que “muitas mentiras estão sendo espalhadas por aqueles que não sabem conversar com as pessoas, e que querem continuar mandando nos destinos do cearense sem dar o mínimo de satisfação”. "Eleição boa é eleição acirrada. Eles podem vir quentes, que nós estaremos fervendo", disparou. 

Conforme a pesquisa O POVO/Datafolha divulgada na última quarta-feira, Camilo passou de 19% para 31% das intenções de voto, enquanto o peemedebista passou de 47% para 41%. Pela primeira vez desde o início da campanha, pesquisa mostra possibilidade de segundo turno para o Governo.


Com informações O Povo Online