12 de setembro de 2014

Cid faz adesivaço pró Camilo

Cid Gomes sentou na garupa de bicicleta durante adesivaço (Foto: Tatiana Fortes)
O governador Cid Gomes (Pros) liderou adesivaço no fim da tarde e começo da noite de ontem a favor de seu candidato ao governo, Camilo Santana (PT), no cruzamento das avenidas Domingos Olímpio e Aguanambi, bairro José Bonifácio.

“Sou governador, estava até agora no gabinete trabalhando. Ao final do expediente venho para a rua, em Fortaleza e no interior, trabalhando por aquilo que acho que é o melhor para o Ceará”, disse ele ao chegar ao cruzamento, por volta das 17h30min.

Segundo Cid, atividades como os adesivaços de que tem participado são parte dos esforços da coligação para tornar mais conhecido o ex-secretário das Cidades. Enquanto o governador pedia votos aos motoristas, Camilo participava de carreata em Quixeramobim, um dos cinco municípios do Interior onde fez campanha ontem.

“O Camilo era pouco conhecido. É um rapaz de muito talento, de muita experiência, e é uma pessoa do bem, do coração bom. À medida que os cearenses conhecem o Camilo, ele passa a ser a grande opção”, afirmou Cid sobre o crescimento de seu candidato nas sondagens de voto.

Pesquisa O POVO/Datafolha divulgada no último dia 3 mostrou Eunício Oliveira (PMDB) com 41% das intenções de voto e o petista com 31%. Com o início da propaganda eleitoral, o petista diminuiu em 18 pontos a distância para Eunício.

“Temos um grande desafio que são os locais onde a televisão não chega. Isso vai exigir da gente um grande esforço para que ele possa se tornar conhecido”, disse Cid, que em nenhum momento das duas horas de corpo a corpo tocou no nome de Eunício.

A interação do governador com motoristas e pedestres rendeu diálogos curiosos. Numa das vezes em que, no canteiro da Domingos Olímpio, aguardava o sinal fechar, Cid foi questionado por um rapaz que agitava bandeira da presidente Dilma Rousseff: “O senhor é a favor da legalização da maconha?”. Respondeu Cid: “Rapaz, eu não tenho nada contra não”.

Depois foi a vez de um ciclista contrariar o pedido pelo voto em Camilo. “Eu não voto mais no PT não”, gritou. Cid tentou convencê-lo: “Tu vota em partido ou em gente? Eu voto em gente. Esse cara (apontando para Camilo no adesivo) é gente boa”.

Com informações O Povo Online