30 de setembro de 2014

"Postura de desesperado", diz Camilo sobre exploração de escândalo

O candidato ao governo pelo PT, Camilo Santana, disse, ontem (29/09), em evento no Marina Park, que tentativa do adversário Eunício Oliveira (PMDB) de relacioná-lo ao chamado escândalo dos banheiros “é postura de desesperado”

Camilo voltou a destacar ter sido isento por órgãos de fiscalização de ter envolvimento com o desvio de verba e disse que Eunício está “usando de má fé, de forma suja e mentirosa”.


Além de defender seu candidato das acusações, o governador Cid Gomes tentou livrar seu governo de culpa. “É natural que exista desvio de dinheiro. A diferença entre um governo sério e um governo conivente é que o governo sério, quando descobre, pune – o que o Camilo fez”, disse Cid. “Tudo mais é marola de adversário que está vendo o Camilo crescer”, completou.

O secretário da Saúde, Ciro Gomes, também não poupou críticas ao ex-aliado. “Além de despreparado e de não ter a menor condição moral como homem público, ele se especializou em mentir de forma absurda”, disse Ciro. “Ele disse na TV que me processou, mentira de novo. Ele não tem coragem de me processar porque sabe que eu provo na testa dele que ele não tem decência pra assumir o Ceará”, destacou. 

Eunicio negou que esteja usando seu programa eleitoral para acusar Camilo Santana de envolvimento no chamado escândalo dos banheiros, mas acusou o ex-governador Ciro Gomes de perturbar sua família.

“Não fiz nenhuma acusação a ninguém nessa campanha. Pelo contrário: meus filhos são acordados de madrugada por esse secretário da Saúde que não tem o que fazer. Que nunca deu um dia e serviço a ninguém. Fica acordando criança de madrugada para dizer desaforo, para escreve desaforo.”, disse Eunício.

Na sequência de críticas ao governo, o peemedebista afirmou que, enquanto o interior do Ceará sofre os efeitos da seca, Cid “fez foi transferir a Secretaria de Recursos Hídricos para o seu chefe de gabinete fazer politicagem”. A pasta era comandada até maio passado por um secretário indicado por Eunício, César Pinheiro.

Com informações O Povo Online