24 de setembro de 2014

No Ibope, Dilma abre 9 pontos sobre Marina no 1º turno e empata no 2º

Pesquisa Ibope divulgada ontem (23/09) trouxe duas boas notícias para a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT.

Primeira: o levantamento confirma a tendência de ampliação da vantagem de Dilma no primeiro turno, movimento que já havia sido detectado pelo Datafolha na semana passada.

No intervalo de sete dias, conforme a série do Ibope, Dilma passou de 36% para 38% enquanto sua principal adversária, Marina Silva (PSB), voltou a oscilar negativamente, de 30% para 29%.

Segunda informação positiva para Dilma: pela primeira vez ela aparece numericamente empatada com Marina no teste de segundo turno: 41% a 41%.

A pesquisa do Ibope foi divulgada no site do jornal “O Estado de S. Paulo”, que a encomendou em parceria com a TV Globo. O registro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-00755/2014.

Também mostra estagnação do senador Aécio Neves (PSDB), que esboçou reação nos últimos levantamentos. depois de passar de 15% para 19%, ele manteve-se neste mesmo patamar.

Na simulação de segundo turno do tucano contra Dilma, a vantagem da petista passou de 7 pontos para 11 pontos. Ela vence por 46% a 35%.

Já o novo levantamento de intenção de votos para o Palácio do Planalto, divulgada ontem pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra um segundo turno ainda mais acirrado.

Dilma e Marina aparecem empatadas dentro da margem de erro, que é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A petista tem 42% da intenção dos votos contra 41% da ex-senadora no 2º turno.

As duas candidatas perderam votos, mas Dilma ampliou a vantagem que tinha em relação à adversária. A petista oscilou de 38,1% para 36% das intenções de votos, em relação à última pesquisa divulgada em 9 de setembro. Marina teve uma queda de 33,5% para 27,4% na comparação com a última sondagem.

O candidato do PSDB, Aécio Neves, teve um crescimento de 2,9 pontos na pesquisa estimulada, e permanece em terceiro lugar com 17,6% das intenções de voto. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR - 00753/2014.

Com informações O Povo Online