14 de janeiro de 2015

Mais de meio milhão zeram. Só 250 tiram a nota máxima no ENEM

O balanço geral do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgado ontem, mostrou que 8,5% dos candidatos que realizaram a prova obtiveram nota zero em redação. Foram 529.374 pessoas com textos anulados. 

E apenas 250 candidatos conseguiram alcançar a pontuação máxima na redação: 1.000. O maior motivo para anulação dos textos foi fuga ao tema (217.339).

Para o ministro da Educação, Cid Gomes, o tema proposto para os textos em 2014 (publicidade infantil) não teve discussão nacional como o utilizado em 2013 (lei seca). Segundo o ministro, a queda merece a atenção da academia para que se entenda o porquê, já que, de acordo com ele, em um ano, não houve variações de financiamento ou de corpo docente no ensino médio suficientes para explicar a queda de desempenho.

Foi justamente a nota da redação que causou a maior expectativa entre os candidatos. Após a liberação do desempenho geral dos participantes - durante entrevista coletiva do ministro à tarde - a ansiedade cresceu entre quem aguardava o resultado individual.

Halison Maia, 25, ficou apreensivo ao ler notícias sobre a quantidade de alunos que tiveram nota zero em redação. “Ficamos pensando: ‘será que eu estou nesse grupo?’”, disse.

Ele é um dos milhões de candidatos que passaram a terça-feira visitando constantemente o site do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As notas individuais, entretanto, só foram divulgadas depois das 19h30min. E até o fim da noite, muitos estudantes ainda não haviam conseguido acessar a página.

Fernanda Sá, 18, afirmou que a espera só aumentou a ansiedade. “A maior angústia é sempre pela redação, pois, semelhante aos outros anos, o resultado pode ser surpreendente”, lembrou a estudante.

Já Ana Cristina, 39, e Kariza Oliveira, 19, mãe e filha, fizeram o exame em parceria e aguardaram juntas as notas individuais serem divulgadas. Kariza, que quer cursar Educação Física, conseguiu acessar o resultado logo após a divulgação. Mas, até o fim da noite, Ana Cristina não havia conseguido.

Com informações O Povo Online