4 de novembro de 2015

Cid e Ciro se revezam em ataques contra Cunha e o PMDB

Os ex-governadores do Ceará e ex-ministros Cid e Ciro Gomes, ambos do PDT, têm se revezado nas críticas ao presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB).

Depois de Cid chamar Cunha de “vagabundo” e “um ser abjeto” em entrevista ao O Globo no último domingo (01/11), ontem (03/11) foi a vez de Ciro atacá-lo. Em declaração ao Blog do Eliomar, o pedetista disse que o presidente da Câmara é um “câncer”.

Essa carga de investidas públicas contra Cunha e o PMDB, principal partido aliado do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), é cada vez mais frequente. Em evento de filiação ao PDT, Cid chegou a afirmar que o PMDB era uma “praga nacional”.

No início deste ano, Cid Gomes teria iniciado um movimento com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), para refundar o PL na tentativa de desidratar o poder do PMDB no Congresso Nacional e diminuir a dependência do Planalto em relação ao partido de Cunha.

Desde a eleição de Cunha à presidência da Câmara, em fevereiro, a ala do partido ligada ao deputado tem criado dificuldades para o Planalto. Os irmãos, ainda aliados do governo, tentam consolidar um discurso pensando em 2018.

A assessoria de imprensa do presidente Eduardo Cunha optou por não comentar as falas dos irmãos.

Com informações O Povo Online