20 de outubro de 2018

Comissão Processante segue na coleta de provas contra o prefeito de Altaneira

Reunião da Comissão Processante em Altaneira (Foto: Júnior Carvalho)
A Comissão Processante da Câmara Municipal de Altaneira realizou na manhã de ontem (19/10) mais uma reunião para oitiva de testemunhas no processo que pode culminar com a cassação do mandato do prefeito Dariomar Rodrigues (PT), por cometimento de infrações político-administrativas. A Comissão é constituída pelos vereadores Professor Adeilton (Presidente), Flávio Correira (Relator) e Silvania Andrade (Secretária).

Na reunião de ontem foram ouvidas as servidoras Maria Gloria Rodrigues de Carvalho e Janaina Alencar, o servidor Alan Cirino Martins Pereira, e, os secretários Antonio Ceza Cristovão e Paulo Roberto Almeida.

Maria Glória exerceu as funções de Presidente da Comissão de Licitação e Pregoeira na atual gestão e deixou clara a ausência de concorrência nos processos de licitação das empresas investigadas.

O servidor Alan Cirino relatou apenas as formalidade de pagamento e esclareceu sobre os ordenadores de despesas.

O secretário Ceza declarou que não acompanha a execução dos serviços, que não atesta o recebimento desses serviços, que outra pessoa é que atesta; que não solicitou compra de pneus ou serviços mecânicos, que não exerce controle de acompanhamento financeiro da secretaria de agricultura, sob sua gestão;  que tem conhecimento que os pneus chegaram no município e por esta razão atestou; que as trocas de pneus eram feitas numa oficina localizada neste município.

O secretário Paulo Roberto Almeida Braga respondeu que apesar de não ser ordenador de despesas atestou a realização de serviços, mas que nunca solicitou e nem assinou empenhos de pagamentos. Posteriormente o secretário Paulo respondendo a questionamento do prefeito respondeu que fez solicitação para reparo de manutenção de veículos.

Após a oitiva das testemunhas o advogado Tácido Cavalcanti informou que a defesa desistia da oitiva das testemunhas arroladas.  O presidente informou que consultaria os membros da Comissão sobre o pedido de desistência. O relator Flávio anunciou que tinha perguntas a fazer a cinco das sete testemunhas, o presidente ponderou sobre a importância de ouvir as testemunhas de defesa.

Após as ponderações do Presidente e do Relator o advogado retirou o pedido de desistência de oitiva das testemunhas. Ato contínuo o Presidente comunicou que as testemunhas de defesa do prefeito prestarão seus depoimentos na próxima sexta-feira (19/10), na mesma hora e no mesmo local.

Acompanharam os trabalhos da Comissão os vereadores Antonio Leite, Cier Bastos, Valmir Brasil e a vereadora Zuleide Ferreira.

Mais uma vez a reunião da Comissão foi transmitida em tempo real na página do portal Assaré Online na rede social Facebook.