2 de março de 2020

Ceará tem chuvas 64,1% acima da média histórica em fevereiro

Sangradouro do açude Gameleira, em Itapipoca. Reservatório é um dos 13 sangrando no Estado (Foto: Tatiana Fortes)
As chuvas ao longo de fevereiro no Ceará superaram em 64,1% a média histórica para o mês. Segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu 194,7 milímetros, enquanto a média histórica para o mês é de 118,6 milímetros. Até o último domingo, 1º, 13 açudes estavam sangrando no Ceará.

Em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 172 milímetros de chuvas, em fevereiro de 2020 houve aumento de 13,1%. Principal sistema indutor das chuvas no Ceará durante a quadra chuvosa, a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCI) próxima do litoral e de outras regiões é a causa da quantidade de chuvas durante o mês, de acordo com a Funceme.

Com chuvas bem distribuídas pelo Estado, o resultado das precipitações nas macrorregiões também foi superior à média histórica registrada em cada uma delas. A área que recebeu maior volume de chuva em fevereiro deste ano foi o litoral de Fortaleza. A quantidade observada foi quase o dobro da média histórica, com aumento de 93,3%. Foram 281,9 milímetros, frente à média histórica de 145,8 milímetros. No ano passado, a macrorregião registrou 285,7 milímetros, aproximadamente 96% acima da média.

Na macrorregião do Sertão Central e Inhamuns, que apresentou o menor registro em fevereiro de 2020, choveu 163,2 milímetros. O resultado representa aumento de 55% em relação à média histórica da região, de 105,3 milímetros. Em relação a 2019, o aumento na média de precipitação durante o mês foi de 23%.

Na comparação entre os volumes registrados em fevereiro de 2020 e em fevereiro do ano anterior, porém, o Cariri foi a região que teve melhor resultado. Neste ano, o volume de chuvas registrado mais do que dobrou. Choveu 246,1 milímetros, um aumento de 128,5% em relação aos 107,7 milímetros do ano anterior.

Segundo dados divulgados no último domingo, 1º, pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), subiu para 13 o número de açudes sangrando no Ceará. Até a última sexta-feira, 28, apenas dez reservatórios haviam atingindo a capacidade máxima.

O número de açudes que apresentam nível de água em mais de 90% também aumentou, indo de 18 para 19. Outros 90 reservatórios seguem no mesmo estado apontado em último balanço, com menos de 30% do volume atingido. Os reservatórios que sangraram após levantamento na última semana foram nos municípios de Meruoca, Santana do Acaraú e Moraújo. Eles atingiram entre 100% a 103% do volume. (Gabriela Custódio/ Gabriela Almeida)

Açudes que estão sangrando:
- Acarape do Meio, em Redenção
- Acaraú Mirim, em de Massapê
- Gameleira, em Itapipoca
- Germinal, em Palmácia
- Itapebussu, em Maranguape
- Itaúna, em Granja
- Jenipapo, em Meruoca
- Quandú, em Itapipoca
- São Pedro Timbaúba, em Miraíma
- São Vicente, em Santana do Acaraú
- Tijuquinha, em Baturité
- Tucunduba, em Senador Sá
- Várzea da Volta, em Moraujo

Com informações portal O Povo Online


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Administração do Blog de Altaneira recomenda:
Leia a postagem antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtuem os objetivos do Blog.